Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Foi Show: Palmas Moto Capital

Na noite do sábado, 17 de julho, acompanhei a última noite de shows do 2º Palmas Moto Capital, na Praia da Graciosa. A parte musical do evento contou com a curadoria de André Donzelli, o "Porkão", dono do Tendencies Rock Bar (que durante o final de semana se transferiu para a praia) e organizador do Tendencies Rock Festival (que motivou minha primeira vinda à capital do Tocantins, há cinco anos). 


Quem abriu a noite foi a banda local Cão de Rua, que mandou um set de inspirado rock indie, com direito a crítica social nas letras. A apresentação foi valorizada pela boa utilização do telão, projetando imagens que remetiam às canções apresentadas. Dentro de um set majoritariamente autoral, a banda mandou uma releitura de "Ainda é Cedo", da Legião Urbana. 






Falando em Legião, a atitude do vocalista da banda que veio a seguir, Four de Reis, lembrava um pouco a presença de palco de Renato Russo. A banda priorizou a apresentação das músicas que compõem seu novo EP, Mistura Volátil. 










A terceira banda a se apresentar foi Baranga, de São Paulo. Não cheguei a acompanhar o show, porque como o grupo se atrasou para subir ao palco, aproveitei para conversar com alguns amigos um pouco distante da área dos shows.



Mas assim que iniciou o show da banda carioca Rats, não havia quem quisesse ficar longe do palco, nem conseguisse ficar parado! A banda, cujo instrumental inclui banjo, acordeom e bandolim, faz uma mistura inusitada de ritmos, indo do rock à polca (sim! Polca) passando por quase tudo que você possa imaginar, incluindo a MPB. Um dos momentos que mais surpreendeu o público foi um belo arranjo da Rats para o tema de abertura da série de TV Game of Thrones (os fãs da série, eu incluído, ouviram a versão praticamente em êxtase). Foi, para mim, a grande revelação da noite. 




Encerrando a noite, tivemos o virtuose da guitarra Kenny Brown. Acompanhado de músicos locais, o americano fez um show quase todo instrumental, improvisando longamente sobre temas de blues e fazendo todo mundo dançar.



O grande momento da noite acabou acontecendo de improviso. Ao ver uma garota com a camiseta de Four de Reis dançando próximo ao palco, Brown a chamou para subir...

  

... e participar do show com ele tocando cow bell. 



Fotos: Fabio Gomes

Veja a cobertura completa na página 

Nenhum comentário:

Postar um comentário