Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Tábita Veloso lança versão oficial de "O Mundo não é Azul"

Quando cumprimentamos alguém (nós, os falantes de Português), costumamos agregar à saudação a pergunta "Tudo bem?" (que praticamente exige a resposta afirmativa idêntica - "Tudo bem!"), sendo uma de suas variações "Tudo azul!" (geralmente na resposta). Entendo que vem daí, e não da famosa frase do astronauta Yuri Gagárin, o sentido de "azul" no título da canção "O Mundo não é Azul", de Allan Jorge, cuja versão oficial a cantora Tábita Veloso finalmente lançou nesta madrugada (pra ser preciso, nos últimos minutinhos da segunda-feira). O eu-lírico compartilha conosco sua constatação de que o mundo é bem menos amigável (ou, por outra, "azul") do que ele imaginara até então. A vigorosa melodia de andamento pop e o arranjo com violino fazem lembrar Os Paralamas do Sucesso na fase do LP Os Grãos (1991).

Eu disse "finalmente lançou" porque esta é uma música que está no repertório de Tábita já há algum tempo - foi com ela que a artista venceu em 2012 o 3º Festival de Música das Rádios Públicas do Brasil - ARPUB, do qual participaram bandas de todas as regiões do Brasil (a versão anterior ainda pode ser conferido no site Radioca, que o destacou em seu programa nº 142, em maio de 2012).
  • Confira Tábita Veloso interpretando outra canção de Allan Jorge - O Final" 






Ficha técnica

O mundo não é azul

Composição Allan Jorge

Voz: Tábita Veloso
Guitarra e Violão: Roger Santos
Baixo: Anderson Sandim
Bateria: Felipe Lourinho
Flauta: Adriane Kis
Violino: Vivian Ferreira

Gravado no estúdio Cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário