Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Disco do Mês: Luiz Valério comenta Batida Brasileira 2

Em 2010, quando o CD Batida Brasileira foi nosso "Disco do Mês", publicamos aqui no blog o comentário do jornalista Luiz Valério, que foi o primeiro a resenhar o disco tão logo ele ficou pronto, ainda em dezembro de 2009. 

Eis que, quando sai o Batida Brasileira 2, adivinhem quem é o primeiro a escrever sobre o novo disco? Novamente ele, Luiz Valério! O texto foi publicado por ele em novembro em sua coluna do site Roraima em Foco, e republicada posteriormente em seu próprio blog. 

***


Sobre uma bela e muitas feras



Depois de exatos quatro anos, chegou às minhas mãos na semana passada - entregue pela própria - o novo trabalho da extraordinária cantora e compositora roraimense Euterpe. Falo do CD Batida Brasileira 2. Lembro-me bem que em 2010 tive o prazer de ser um dos primeiros a ouvir o primeiro “Batida Brasileira”, quando nossa artista mais que talentosa demonstrou que chegou para ficar e conquistar seu espaço no cenário artístico-musical do Brasil. Afinada e com timbre inconfundível, Euterpe conquistou o público de imediato. Eu fiquei e me mantenho encantado.

O “Batida Brasileira 2” chega com as marcas de maturidade impressas numa jovem artista. O talento – ainda bem – é o mesmo só que mais burilado pela experiência que o tempo oferece. Em quatro anos, nossa cantora ganhou o Brasil e sua música “Pimenta com sal”, uma das faixas de maior destaque do primeiro “Batida Brasileira” foi regravada pelo menos oito vezes por artistas diversos de renome nacional.



A audição do novo CD de Euterpe enternece a todos que gostam da boa música. Gravado no Rio de Janeiro, o “Batida... 2” tem um sotaque local e nacional ao mesmo tempo, uma qualidade que impressiona, uma musicalidade belíssima. É um canto da nossa aldeia que reverbera além fronteiras. Trabalho de gente grande. Também pudera, o time de instrumentistas, compositores e técnicos que fizeram nascer a obra é de primeira grandeza.

A musicalidade e a voz de Euterpe – assim como a sua pegada como compositora – fazem dessa artista da nossa terra um caso extraordinário de sucesso local que dialoga com o nacional e o universal. Para se ter uma ideia, o “Batida... 2” tem uma linda música em francês feita por Euterpe para homenagear Frida Kahlo (compre o CD e confira).

Euterpe tem o talento e a graça das grandes musas da música nacional, como Marisa Monte, Teresa Cristina, Vanessa da Mata, Fabiana Cozza, Roberta Sá, Céu, Mariana Aydar, Ana Cañas e Marina de La Riva, só para citar algumas. Mas a nossa artista tem um timbre e um talento particular que encanta. Euterpe é a sereia da água doce que chegou para encantar o Brasil. Ela é a nossa estrela de primeira grandeza. Vale a mais do que a pena comprar e ouvir o Batida Brasileira 2.



* Publicado originalmente no site Roraima em Foco - 26.11.14
e republicado no Blog do Luiz Valério27.11.14

Nenhum comentário:

Postar um comentário