Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Álibi de Orfeu lança clipe em momento de transição

Por Raissa Lennon
de Belém

Durante a procissão do Auto do Círio, em Belém, algumas câmeras registravam o momento marcante da Redenção, em que acontece a representação dos demônios que são expurgados após a chegada da Nossa Senhora de Nazaré. Essas cenas foram o cenário para uma apresentação inusitada da banda Álibi de Orfeu e que virou um clipe, divulgado no YouTube no dia 19 deste mês. A música “Redenção” integra um projeto de ópera-rock da banda, com o título de “Desterro” que ainda não foi lançado. Produzido pela Fóton Filmes em parceria com o Núcleo de Produção Audiovisual e Educação à Distância do IFPA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará), o vídeo teve a direção de Yasmin Pires.



O clipe poderia ser a grande novidade do Álibi de Orfeu nesse último mês do ano. Mas dias antes, 15 de dezembro, duas integrantes da banda surpreenderam os fãs de rock paraense quando anunciaram sua saída do grupo para seguirem novos projetos. A vocalista Norah Valente e a guitarrista Elaine Valente deixaram um comunicado em sua página pessoal do Facebook, com poucas horas de diferença. De acordo com Elaine, as suas decisões foram tomadas em momentos distintos. “Foi apenas uma coincidência terem sido anunciadas no mesmo dia. Cada uma tem sua musicalidade e vontade de colocar isso para fora, e assim seguimos cada uma com o seu trabalho”, contou a guitarrista, em entrevista exclusiva para o Som do Norte. O lançamento do clipe marcou a despedida das duas mulheres da atual formação do Álibi de Orfeu, banda com mais de vinte anos de carreira e várias formações, sempre com vocal feminino e tendo Rui Paiva na bateria. 

***

Leia os comunicados das ex-integrantes, publicados no Facebook pessoal de cada uma: 


  • Elaine Valente - 15/12, 15h


Um ciclo que encerra, outro que inicia.

É assim que comunico que estou me desligando da Álibi de Orfeu, banda na qual tive uma experiência musical ímpar, e nesses 3 anos de conjunto fizemos um tributo aos Secos [e Molhados] e Mutantes, que está na eminencia de lançar, dois clipes e agora vem o terceiro com a música Redenção. Ontem, assistir a edição final, fiquei muito orgulhosa do resultado, e espero que vocês curtam tanto quanto nós, esse é o presente que deixo para vocês. 

Desejo sucesso ao Álibi e agradeço à todos pelo enorme carinho e torcida.


Minha vida é respirar música, então em 2015 embarcarei em novos projetos, novas parcerias e em breve, muito breve vocês terão notícias minhas. 


  • Norah Valente - 15/12, 19h

Olá, público! Estou aqui depois de alguns dias pensando na decisão que tomei. Venho comunicar minha despedida do Álibi de Orfeu . Banda onde tive muitas experiências legais e muitos aprendizados. Estou com um novo projeto e vocês terão ótimas notícias se tudo der certo. Minha veia pop falou mais alto e estou seguindo o meu caminho no mais novo som Electro pop. Nos veremos brevemente e agradeço de coração a todos que ajudaram para o crescimento da minha carreira no rock. AGORA VAI SER NORAH IN WONDERLAND BAND!!! #eletronicmusic #popmusic


***

Capa da fanpage da banda no Facebook, 
ainda com Norah (centro) e Elaine (direita)


 “Quando entrei no Álibi sabia que não seria ‘para sempre’, foram momentos musicais que desejei desde a adolescência, realizei muitos sonhos durante esses três anos e agora quero realizar outros. Não foi fácil decidir sair, porque você se apega, cria laços e constrói uma base. Além disso, eu adoro aqueles riffs e todo aquele som distorcido, o rock está em mim! Anseio por novas sonoridades, montar novas parcerias, fazer minha história e sinto que o momento chegou. O céu é o limite”, contou Elaine.

Sobre a experiência de tocar na banda, a guitarrista definiu como “ímpar”. “Com o grupo aprendi a ter foco e determinação. Serei eternamente grata pela oportunidade. Eu amadureci como artista e me sinto pronta para respirar novos ares e aquecer meu coração com novos projetos”. A guitarrista não quis revelar esses “novos projetos”, mas soltou que acertou com “uma parceria de peso” para 2015. “Não posso contar tudo senão estrago a surpresa. Dessa vez, será diferente do que vocês estão acostumados a ouvir. Como é bom tocar e se reinventar. Me aguardem!”, avisou.

Já Norah Valente, depois de três anos como vocalista do Álibi, diz que aprendeu muito, principalmente sobre o rock’n’roll. “Guardei muita coisa como aprendizado. Saí da banda mais rica em conhecimentos musicais”. E contou que sua saída aconteceu porque queria seguir para uma vertente mais pop. “Estava ficando cada vez mais pesado e a minha proposta de carreira não estava combinando. Somos todos muito amigos, conversamos e optamos por seguir caminhos diferentes. O pessoal do Álibi vai ser sempre muito querido por mim”.

Em 2015 a cantora apostará em um projeto que versa entre o pop e eletrônico e adianta que começou a ensaiar com amigos. Eles estão me dando o maior apoio e acreditando no meu projeto. Tá ficando algo diferente do que temos no mercado musical daqui de Belém. Tocamos David Guetta, Calvin Harris, Madonna, Michael Jackson. Fazemos várias versões legais que vão do pop até a música eletrônica. Espero que agitemos muitas baladas no próximo ano”.

Norah revelou que desde criança era fascinada por música pop, e sonhava em seguir um rumo no estilo da pop star Madonna. “Cheguei a cantar rock porque o rock me abraçou e eu segurei firme nele. Acreditei de verdade e aprendi muita coisa. O rock me abriu muitas oportunidades. Mas eu ainda acredito demais naquele sonho de infância. Então que venha muito pop em 2015!”.

NOVOS RUMOS - Depois do anúncio de Norah e Elaine ficou no ar a dúvida se o Álibi de Orfeu acabaria, mas em um comunicado oficial divulgado no dia 16 via Facebook, ficou claro que o grupo vai continuar com novos músicos. Segue a mensagem assinada pelos integrantes Rui Paiva (bateria), Sidney KC (baixo), Rafael Mergulhão (guitarra) e equipe:

"Norah e Elaine, ambas Valente, mas não parentes, resolveram alçar vôos diferentes e pessoais. 

Encerra-se um ciclo com o Álibi de Orfeu de três anos de shows, gravações e formação de experiência que nos deixa muito orgulhosos com o excelente trabalho que ficou e que brevemente o público terá acesso. Agradecemos imensamente as duas e desejamos todo sucesso nessa nova empreitada. Uma nova história já começou e logo vocês conhecerão os novos integrantes dessa trupe renovada de artistas. O Álibi de Orfeu nunca foi somente uma banda com cinco elementos em cima do palco, sempre contamos com bons amigos nos bastidores que são fundamentais nos destinos do grupo, inclusive de ex-integrantes que até hoje opinam e ajudam. E a vida continua sempre com o pensamento para melhor. Aguardem o novo trabalho autoral da banda que está tinindo, sempre com a convicção de que “Rock é rock mesmo” e como diz nosso querido amigo Frejat: “Cada trabalho é um eterno recomeçar”. Então, vamos nessa que os tambores estão rufando, as guitarras gritando e o baixo marcando!"

Segundo Rui Paiva, a reação da banda quanto à saída delas teve uma aceitação tranquila. “Acabar jamais. Se a banda sentiu? Sim, é claro. Até porque temos um trabalho que está prestes a sair e que ainda terá a participação de ambas, além dos anos de convívio. Elaine e Norah possuem talentos inegáveis e têm projetos pessoais maravilhosos e que temos certeza que contribuirão muito para a cultura musical de Belém. Desejamos toda sorte e sucesso para elas”, comentou.


Gravação do clipe "Redenção"

Sobre novos integrantes para guitarra e voz, Rui diz que a banda está fazendo testes com algumas pessoas. “Já existe uma cantora com estilo próprio que vem do meio musical que chamou atenção de todos. Quanto à guitarra, estamos testando vários guitarristas muito bons. O importante não é ser o maior dos virtuosos, mas saber integrar o coletivo para nos divertirmos desde os ensaios até os shows. Vamos ver se até meados de janeiro apresentamos a galera nova, quem sabe com um clipe novo também?”.

Rui antecipou ainda algumas das novidades da banda para 2015. A primeira tem a ver com o clipe de “Redenção”, que fará parte do disco “Desterro”, ainda sem data para ser lançado. “Desterro é uma ópera-rock que já vem sendo composta e desenvolvida para apresentarmos na hora certa. O disco será lançado assim que conseguirmos recursos para viabilizar a gravação das 14 músicas, metade já foram gravadas. Nossa intenção é mostrar esse trabalho para o Pará, em cidades do interior e sair para mostrar nossa cultura em outros estados”, explicou Rui Paiva. A banda pretende fazer uma série de shows para divulgação do álbum no próximo ano.

Outro projeto é o Tributo aos Secos & Molhados e Mutantes, com versões em uma “pegada” hard rock. “Foi incrível a experiência e um tremendo desafio. O CD já está pronto e logo será lançado”, informou Elaine Valente. Rui Paiva explicou que o disco não terá show de lançamento porque eles já tocavam as versões há bastante tempo; o CD será vendido através das redes sociais e nos próximos shows da banda.

Além disso, o Álibi de Orfeu continua fazendo um trabalho de compor músicas inéditas. “Confesso que compor músicas novas, arranjar e ajustar ao estilo da banda da um prazer enorme. Sempre é um filho que nasce, e temos algumas composições prontas”, afirmou. Depois da saída de Norah e da Elaine o grupo retornará com os shows quando os novos integrantes chegarem. “Uma coisa é certa: A banda vai tocar muito para divulgar seus próximos trabalhos em 2015”, afirmou o baterista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário