Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

domingo, 3 de agosto de 2014

Cinco anos do @SomdoNorte - e isto é só o começo, baby

Em 3 de agosto de 2009, este blog começava a ser atualizado diariamente. Na verdade, a idéia me surgira em algum momento de junho, e o mês de julho foi utilizado para divulgação do projeto, por meio de dois endereços - este e o http://musicadonorte.blogspot.com.br/ -, convidando os internautas a votarem no nome de sua preferência - Som do Norte ou Música do Norte? Ganhou Som do Norte (confesso que minha inclinação na época seria por Música do Norte), e me programei para começar a blogar no endereço escolhido a partir do dia 3 de agosto. (Posteriormente, o blog Música do Norte foi destinado à postagem de álbuns inteiros)

De lá pra cá, muita coisa aconteceu - a redação, inicialmente localizada em Porto Alegre, foi transferida para Belém em junho de 2010, e para Macapá em março deste ano, após um breve período de quatro meses em 2013. Também no ano passado, fizemos um inédito Mapeamento da música nortista, noticiando cerca de 100 lançamentos entre singles, EPs e CDs. Descartei repetir a inciativa agora em 2014 devido às dificuldades para fazê-lo: cada vez mais, bandas e artistas solo independentes restringem a comunicação sobre seus feitos a postagens no Facebook, um site fechado e impossível de pesquisar, o que exigiria que nós seguíssemos todos os artistas no "Face" e ficássemos online o tempo todo, o que é, óbvio, humanamente impossível. 

Assim sendo, elegi como prioridade para 2014 as entrevistas em que artistas do Norte falassem sobre suas trajetórias. A série, aberta com os depoimentos dos paraenses Ronaldo Silva e Allan Carvalho (do Arraial do Pavulagem), que vieram tocar em Macapá em abril, tem se mostrado um grande sucesso de audiência, engajando todo o nosso corpo redacional - as repórteres Raissa Lennon e Bianca Levy (que, após uma passagem pelo blog em 2012, retornou especificamente para fazer entrevistas com grandes nomes do rock paraense), ambas de Belém, e Nany Damasceno, de Rio Branco, que fez a memorável e histórica entrevista com João Donato que publicamos hoje. Um dos nossos projetos é, ainda este ano, publicar em livro as melhores entrevistas destes primeiros cinco anos do blog, com a adição de algum material inédito. Quem viver, lerá!

O foco nas entrevistas gerou também um outro projeto pelo qual tenho um imenso carinho: a idéia de entrevistar nomes históricos do Marabaixo originou o projeto do documentário As Tias do Marabaixo, que deve resultar em um filme de longa-metragem, algumas outras versões curtas, um livro com os depoimentos e outro livro de fotos. Algumas destas fotos integram uma exposição itinerante, cujo conteúdo também já foi publicado aqui no blog. 

É para nós uma grande alegria, ao se completarem os cinco anos deste blog, poder anunciar a vocês que estamos levando para outras frentes a mesma filosofia de valorização e difusão da produção musical do Norte do Brasil que já norteia nossos passos desde 2009. Esperamos contar com o seu apoio também nestas novas inciativas!

Fabio Gomes


Nenhum comentário:

Postar um comentário