Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

8º Festival Se Rasgum anuncia programação e novidades


Por Raissa Lennon, 
de Belém



O Festival Se Rasgum anunciou na terça, 8, o line up completo da programação de shows que vai rolar este ano, na sua oitava edição. Na coletiva de imprensa que aconteceu nesta terça-feira (8), no espaço Ná Figueredo o organizador do evento, Marcelo Damaso, fez questão de ressaltar uma das principais características do festival: Trazer artistas e bandas que nunca se apresentaram em Belém. O cantor e compositor Tom Zé é um desses nomes, que pela primeira vez fará um show por aqui, e já esta sendo muito esperado pelo publico belenense.  

Mas não é só a irreverência do Tom Zé que vai fazer a festa. Entre os dias 12 e 16 de novembro serão mais de 30 atrações em cinco dias de Festival, que reunirá os mais diversificados estilos contemporâneos e consagrados como Jards Macalé, Tulipa Ruiz, Los Peyotes e Mukeka Di Rato. A programação inclui ainda Lucas Santtana – que é sobrinho do Tom Zé -, Vivendo do Ócio, Bárbara Eugênia, Kassin, Pélico, Iconili, Astronauta Pinguim e o americano Alex Minoff. 

Já nas apresentações locais acontecem alguns encontros inéditos como o Toni Soares & Manari – pela primeira vez tocando juntos -, e Manoel Cordeiro e Os Desumanos, que é um trio formado por nada menos que Liminha, Felipe Cordeiro e Kassin (que também fará uma apresentação solo). Além de Madame Saatan, Arthur Nogueira, The Baudelaires, Coletivo Rádio Cipo, Zebrabeat e Fragor, e as bandas selecionadas através das Seletivas Se Rasgum: Projeto Secreto Macacos, All Still Burns, Arthur Espíndola e Carimbó Som de Pau Oco.

O 8º Festival Se Rasgum terá um formato diferente dos anos anteriores, espalhando sua programação por três locais: Teatro Gasômetro, Estação das Docas e Hangar Centro de Convenções da Amazônia (Salão B e Deck). Este ano, o Festival também irá promover uma noite gratuita com shows na Estação das Docas, além da Mostra de Documentários Musicais (no Cine Líbero Luxardo), oficinas e palestras ( no IAP – Instituto de Artes do Pará), tudo gratuito ao público. Os shows pagos serão no Teatro Gasômetro e Hangar.

A abertura do evento será na terça-feira, dia 12 de novembro, no Teatro Gasômetro, às 20h, com a apresentação inédita em Belém de Jards Macalé (RJ), com a abertura do paraense Arthur Nogueira. O produtor Damaso deixa o recado: “quem quiser conferir o show do Macalé compra logo o ingresso, porque o Gasômetro tem espaço limitado para 400 pessoas, por isso, muita gente com vontade de assistir, poderá ficar de fora”.

Mas quiser se divertir gratuitamente pode conferir a programação na Estação das Docas na quarta-feira, dia 13, às 20h, com apresentações de Iconili (MG), Carimbó Som de Pau Oco, Fragor. A iniciativa consolida a experiência realizada no ano passado, quando a noite de abertura teve shows gratuitos no IAP. 

Já nos dias 14, 15 e 16 o evento acontece no Hangar. Buscando a mesma dinâmica de todas as suas edições, o espaço terá dois palcos com shows intercalados entre o Salão B e o Deck, que também terá a participação de DJs. Todas as três noites no Hangar começarão com um especial do lendário programa de rádio Visagem (Cultura FM), com Ricardo “Moebius” e Guará Brito, com discotecagem, leitura de textos e performances no palco montado no Deck, seguidos das apresentações intercaladas entre os dois palcos. Como nos anos anteriores, a Feira de Música e Arte será montada na entrada do Salão B, com venda de discos, material dos artistas locais e das bandas que se apresentam no Festival, além de artigos de moda independente.


Outro detalhe do evento é o seu conceito, que a cada ano aposta em uma identidade visual diferente. Nesta edição, inspirados pelo artista de rua britânico Banksy, o Festival trabalha a arte urbana com grafismo, estêncil e manifestações artísticas desenvolvidas pela designer Anna Leal e pelo ilustrador Arthur Porto, adaptado ao tema amazônico.

O Se Rasgum tem o patrocínio da Petrobras através do edital público para festivais de música, patrocínio do Ministério da Cultura através do Prêmio Funarte de Música Brasileira 2012 e da cervejaria Draft Cerpa, a cerveja oficial do festival, além dos apoios culturais da Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult), Estação das Docas, Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves e da Rede Cultura de Comunicação.

INGRESSOS

Os ingressos para o Festival Se Rasgum já está disponibilizado para vendas online através do site www.sympla.com.br. A partir dos dias 16 de outubro, estarão a venta também na loja  Ná Figueredo e no  quiosque do festival no Shopping Boulevard. Os passaportes para os três dias no Hangar (14, 15 e 16 de novembro) serão limitados e os ingressos para a apresentação de Jards Macalé e Arthur Nogueira, no Teatro Gasômetro, estarão sujeitos à limitação do Teatro Gasômetro: 400 lugares.

SUSTENBILIDADE

Além da programação musical, o evento irá promover uma ação de coleta seletiva em parceria com o projeto Hangar Recicla que envolve os coletores da comunidade do Aurá. E, em parceria com a Ong No Olhar e o projeto BIIZU, da Secretaria de Comunicação do Estado do Pará, também está prevista a criação de uma estação de coleta seletiva em uma comunidade de Belém, que será escolhida pelos seguidores da fanpage do evento. Haverá ainda doação de mudas de árvores frutíferas para comunidades ribeirinhas. A cidade vai literalmente mudar de cara durante o Se Rasgum, com a série de grafites produzidos pelos selecionados das oficinas do projeto BIIZU, grafiteiros e artistas de rua convidados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário