Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sábado, 3 de agosto de 2013

Som do Norte, 4 anos!



Hoje este blog orgulhosamente completa quatro anos ininterruptos no ar - quase uma eternidade em termos de internet :)

Foi em 3 de agosto de 2009, ainda morando em Porto Alegre, que passei a atualizar diariamente as postagens neste endereço do Blogspot. Mas o projeto é anterior. Houve uma enquete ao longo do mês de julho de 2009, onde os internautas puderam escolher entre os nomes Som do Norte ou Música do Norte para o projeto - venceu o primeiro, por 17 a 6. Mantive o outro endereço, que a partir de dezembro de 2009 passou a ser usado para a postagem para audição (e, eventualmente, também download), de álbuns nortistas completos incluindo os nossos "Discos do Mês", lançamentos exclusivos (chegamos a produzir CDs e EPs virtuais próprios, inclusive os primeiros EPs das cantoras Aíla, do Pará, e Ingrid Sato, do Amapá) e, mais recentemente, as coletâneas mensais (a última saiu em abril; infelizmente a lentidão da internet em Macapá complica o upload de arquivos muito pesados, de modo que devemos retomar a publicação das coletâneas quando nossa redação voltar a ser em Belém, em breve). Embora atualizado com bem menor freqüência, o Música do Norte já gerou um convite para uma entrevista minha na Rádio Nacional da Amazônia (cuja redação é em Brasília) e recebeu recentemente elogios do ex-baterista dos Titãs, o hoje apresentador Charles Gavin. Gavin também elogiou o trabalho de Emília Monteiro, a cantora cujo show Cheia de Graça, realizado nesta terça, 30 de julho, comemorou os 4 anos do Som do Norte


EP de Aíla, lançado pelo Som do Norte
em junho de 2010

Já nos adiantamos... A redação do Som do Norte foi transferida para Belém em junho de 2010, tendo em vista o papel central que a capital paraense exerce em relação à produção musical da região Norte, atraindo músicos e intérpretes dos estados vizinhos, que para lá se dirigem a fim de gravarem seus discos ou mesmo se fixarem a fim de seguir carreira na movimentada vida noturna local. Não haveria melhor cidade, portanto, para residência de um jornalista que se propõe a retratar jornalisticamente esta cena. Desde o final de abril deste ano estou passando uma temporada em Macapá, a fim de conhecer mais de perto a cena local, em especial as sonoridades únicas do marabaixo e do batuque. 

Audiência


Uma pergunta que me fazem com certa freqüência é sobre quantos acessos o Som do Norte já teve ao longo desses 4 anos. De acordo com a estatística que o Google disponibiliza para usuários do Blogspot, são 460.201 desde junho de 2009, quando criei este endereço. Já o Música do Norte contabiliza, pelo mesmo indicador, 117.441 acessos. 

Mais números? Temos 2.754 seguidores no Twitter e 1.329 curtidores de nossa fan page no Facebook. Contamos ainda com 524 assinantes de nosso informativo Rapidola, criado em fevereiro de 2010 e enviado por e-mail (a última vez ocorreu em maio de 2013, é outra atividade que tivemos que suspender em função das condições da internet de Macapá). Uma curiosidade é que o Rapidola acabou ganhando um blog próprio em setembro de 2012, já acessado 4.847 vezes desde então. 

Parcerias


O conceito básico do Som do Norte - noticiar a produção musical autoral da região Norte do Brasil - inspirou iniciativas semelhantes, como o projeto Manifesto Norte, dos irmãos Sandro Correia (o Sandro Nine da banda Nicotines) e Marcelo Augusto Correia, de Manaus, que hoje têm site, blog e rádio web; e o blog Roraima Rock'n'Roll, de Victor Matheus Mattos (o Mr. Gonzo da banda Veludo Branco), de Boa Vista, com blog e programa de rádio. O programa, chamado Estilo Rock, é apresentado todo sábado de 11 às 12h na rádio Monte Roraima FM e tem um quadro chamado justamente "Som do Norte", onde são apresentadas bandas roqueiras da Amazônia. 

Roteiro da edição
de hoje do Estilo Rock


Anteriormente, ainda em 2009, o Som do Norte chegou a ter seu próprio programa de web rádio, no portal Visto Livre, do Rio de Janeiro, no qual eu também assinava a coluna "Som do Norte". Outra coluna de mesmo nome eu tive em 3 edições da revista Intera, de Manaus, em 2010.

Outro desdobramento "não-virtual" do blog são as festas Noite Som do Norte. Realizei seis em Belém, entre 2010 e 2011, e mais duas em Boa Vista, em março e abril deste ano, tendo a produção local do já citado Victor Matheus. 

Um comentário:

  1. Adorei tudo o que acabo de ler aqui. Parabéns pelos 4 anos do seu blog. Seu trabalho Fabio Gomes, é belíssimo!!! Avante!!!

    ResponderExcluir