Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

domingo, 23 de junho de 2013

Filme do Dia: Chico Braga em Belém

No domingo passado, 16 de junho, o cantor e compositor Chico Braga esteve em Belém, apresentando-se com Dona Onete no Projeto Carimbó Reggae do Los Piratas Algodoal Bar, junto à Praça do Carmo. Na mesma festa, se apresentou o cantor Roguesi.

Chico e Onete foram acompanhados pelo grupo Tribo Regional, formado por músicos que moram em   Ananindeua, cidade vizinha a Belém, porém sendo todos oriundos da região do Salgado paraense, muitas vezes apontada como berço do carimbó, no Nordeste do estado (cidades como Colares, Curuçá, Vigia e Marapanim, terra de Chico). 

Chico Braga é autor do clássico "Lua, Luar" e apontado como um dos maiores mestres vivos da música de raiz paraense (embora ninguém se refira a ele com o título de 'mestre' que outros chegam a incorporar ao nome). Sua idade é um pouco incerta - o mesmo Diário do Pará lhe deu 66 anos em 2011 na semana passada falou em 71.

O certo é que Chico, de acordo com o guitarrista Léo Chermont (do Strobo), nunca fez música pra tocar em festival, vender CD. Ele escolheu uma vida simples, quis viver em paz na ilha - no caso, na ilha de Maiandeua, mais conhecida pelo nome de sua praia mais famosa, Algodoal, a 147km de Belém. Pois bem, Chico vive há mais de 40 anos em Algodoal, fazendo suas músicas e vivendo da pesca, e de lá pouco sai. Isso motivou uma equipe (que teve Artur Arias Dutra na direção e, na produção, Cris Salgado e Yasmin Alves) a realizar um minidoc registrando a rara passagem de Chico Braga pela capital. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário