Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

domingo, 31 de março de 2013

Foi Show: Fiz da vida uma canção


Por Raissa Lennon
de Belém
Fotos: Sergio Malcher

Na noite de 21 de março, Andréa Pinheiro apresentou no Teatro Waldemar Henrique (Belém) um show com músicas de autoria do próprio Waldemar. Em um ambiente que nos remetia a natureza, Andréa começou o show com clássicos do repertório do autor,  como “Tambá Tajá” e “Cabocla Malvada”. A cantora explicou que também escolheu canções menos conhecidas do maestro, mostrando obras românticas e peças para teatro. Entre uma música e outra, ela também recitou poemas e pensamentos do maestro paraense.


Para conseguir mostrar toda a versatilidade musical de Waldemar Henrique, o show teve a participação dos músicos Luiz Pardal (bandolim, harmônica e violino), Jacinto Kahwage (piano), Diego Santos (violões), Elias Coutinho (sax e flauta), Príamo Brandão (contrabaixo) e o Trio Manari (percussão). Já o cenário e a iluminação foram assinados por Nando Lima.



No repertório da apresentação estavam músicas do primeiro CD de Andréa Pinheiro, Fiz da vida uma canção (2001), como “Curupira”, “Hei de morrer”, “Foi Boto” e “Chorinho”, entre outras. Por conta da proximidade com o público proporcionada pelo Teatro Waldemar Henrique, o show teve um ar intimista que prosseguiu até a última canção “Coco Peneruê”, com direito a bis.

 O músico, poeta e compositor Waldemar Henrique é um dos nomes mais expressivos da arte nortista. “Primavera”, “Caçador”, “Morena”, “Cobra Grande”, “Minha Terra” também foram apresentadas no espetáculo.


Com mais de 24 anos de carreira, Andréa Pinheiro é paraense, cantora e instrumentista. Durante sete anos (1994 a 2000) foi cantora oficial da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, apresentando-se com a Amazônia Jazz Band. Participou também, do quarteto Ânima, ao lado do violonista Floriano, com Paulo Assunção (percussão) e Adelbert Carneiro (contrabaixo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário