Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Turbo disponibiliza playlist com 81 vídeos de shows

A banda paraense Turbo publicou em seu canal do YouTube uma playlist intitulada "Rajando Ao Vivo", reunindo 61 vídeos de performances ao vivo, desde o primeiro show no Café com Arte em agosto de 2006, até o recente Invasão Caipira Zona Rural, em Mirasselvas, distrito de Capanema (interior do Pará), no mês passado. Também há cenas de shows em Abaetetuba e Santarém. 

São mais de 4h30 de rock, incluindo participação em programas de TV ou rádio da Funtelpa como Conexão Cultura Microfonia, Balanço do Rock e Matéria Prima. Destaque ainda para uma cena hoje rara - a apresentação de rock (ou mesmo de qualquer atração que não seja folclórica) na Praça Waldemar Henrique (Belém), e também para a participação da banda nas duas primeiras edições do festival Se Rasgum no Rock (nome que o festival simplificaria a partir de 2009, ao se abrir para outros gêneros). 

Mesmo que haja vídeos, em especial dos primeiros anos, em que o áudio está bastante comprometido, mesmo assim vale muito a pena acompanhar a evolução e as diversas formações da banda, observando ainda as modificações nos arranjos de vários de seus sucessos como "Fator Yoko" ou "Denise". Embora a maior parte das músicas tocadas seja da própria Turbo, não ficaram de fora covers marcantes como "Guri de Apartamento" (original da extinta banda gaúcha Superguidis) e "O Viciado" (original dos conterrâneos da Delinquentes). Há diversas participações especiais, as mais recorrentes são de João Lemos (ex-Sincera e hoje na Molho Negro), a cantora Iza e o guitarrista Ivan Jangoux. 





  • Atualização 5.1.14 - A playlist foi aumentada de 61 para 81 vídeos! Bem diz a frase de Camillo Royale: "O rock não pára no Pará!"

domingo, 29 de dezembro de 2013

Clique do dia: Batuque na Praça

Foto: Fabio Gomes

Há pouco mais de uma hora, o percussionista Douglas Dias (sentado, à esquerda) comandava animada roda de percussão na Praça da República (Belém), no lado da av. Presidente Vargas, próximo ao Teatro Waldemar Henrique.


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Mapeamento 2013: Couve


99

Artista - Jaloo
Cidade/ Estado - Castanhal (PA), residente em São Paulo (SP)
EP
Número de faixas - 8
Gênero/ estilo - sci-fi brega
Data de lançamento - 24.4.13

Segundo EP do paraense Jaime Melo, que adotou como Jaloo como nome artístico desde o lançamento de seu primeiro remix, o de "Rude Boy", de Rihanna, em 2010. O primeiro EP veio no final de 2012, Female e Brega; como o nome indica, trazia remixes adicionando um molho tecnobrega a clássicos de cantoras como Amy Winehouse, Grace Jones, Björk, Beyoncé e Adele. 

Já em Couve (cujo título e capa, criada pelo fã Felipe Wanzeler, através de um concurso promovido por Jaloo em sua fan page do Facebook, brincam com o rótulo "cover"), Jaloo abandona os remixes para construir do zero os sons que produz ("Oblivion" é um bom exemplo), já visando um futuro lançamento com composições autorais. Além de revisitar Rihanna ("Diamonds", da qual Jaloo também fez um clipe) e Sia ("Breathe Me"), Jaloo incluiu temas nacionais, como "Cira, Regina e Nana", de Lucas Santtana (remix feito a convite de Lewis Robinson, da Mais Um Discos) e "Baby", clássico do auge do Tropicalismo, lançado em 1968 na voz de Gal Costa (a nova versão foi elogiado pelo autor, Caetano Veloso). Todas, à exceção de "Diamonds" e "Baby" (outra que ganhou clipe), já haviam sido lançadas por Jaloo em seu Soundcloud ("Cobrastyle" foi reeditada para o EP). 



terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Jaloo lança clipe de "Bai Bai", versão de Miley Cyrus

JalooO rótulo "DJ" já não serve para explicar a atuação do paraense Jaloo. Ele mesmo comentou isso ontem em sua fan page no Facebook:

"Sofri, chorei, lutei, cansei..." 

Mas tive um ano lindo, tudo foi bem difícil, trabalhoso, mas delicioso de se curtir,, lancei o álbum de covers que foi dando certo devagarinho,, junto disso, a transição do "Jaloo DJ" pro Jaloo artista.

Cara, minhas fronteiras com o Brasil só diminuíram,, festivais enormes, palcos gigantes, realizações de sonhos a cada segundo... Uma volta pra casa no melhor estilo, tocando na minha cidade e sendo tão bem acolhido... experiências lindas, de atravessar pela primeira vez para o hemisfério norte (marco zero, Macapá) à minha visita ao Rio de Janeiro e o lindo encontro com Caetano Veloso 

Agora, pra encerrar essa parte, e dar continuidade a tudo que vem sendo planejando, assim, quase que por acidente, (acidentes lindos ♥) resolvi fazer uma homenagem ao formato mais aclamado no tecnobrega: as chamadas versões.

Teve uma artista que chamou minha atenção esse ano, principalmente, porque ela jogou tudo pro alto e resolveu mudar...

Então, a minha música é uma versão da sua, a história fala sobre despedida, mas é mais sobre fechar uma porta pra abrir muitas outras...

Então esse ano foi meio que tudo isso... "chorei, sofri, lutei, cansei..." mas sigo em frente...

Espero que gostem, teve muito amor envolvido nesse projeto.

Beijos! 

♫▼Jaloo▲♪ 

:DDD(...)


A artista que "jogou tudo para o alto e resolveu mudar" citada por Jaloo é a americana Miley Cyrus, que de fato rompeu em 2013 com a imagem de boa moça herdada de sua fase nos estúdios Disney. O ponto alto da mudança foi a polêmica que cercou o lançamento, em setembro, do clipe (no qual Miley aparece nua) de "Wrecking Ball" - a música da qual Jaloo fez a versão intitulada "Bai Bai". 



Festival Cauxi divulga áudios de shows da 4ª edição



Como sabe quem nos acompanha, a divulgação de áudios de shows de artistas do Norte é bem escassa. Temos alguns shows publicados na íntegra aqui no blog (quase todos de paraenses), e muito pouco também é lançado oficialmente em CD. (Parêntese: por volta de 2009, 2010, era comum os festivais transmitirem o áudio do show via streaming, prática que me parece completamente abandonada hoje em dia, quando as condições técnicas para fazer isso são até melhores.) 

Por isso, é de se comemorar a iniciativa do Festival Cauxi, que disponibilizou em seu Soundcloud nesta véspera de Natal sete gravações feitas durante a quarta edição do evento, realizada no dia 14 de dezembro no Ao Mirante Bar (Manaus). 

O material reúne músicas de P8 Crew, Casa de Caba, Neuber Uchôa e The Stone Ramos (só faltou algum som de Alaídenegão, que também tocou naquele sábado), dando mostras de como o Cauxi foi um festival multifacetado, abrigando diversas tendências musicais. 

Nesta noite de Natal, ouça Dayse Addario

O instrumentista e compositor Ziza Padilha publicou no Soundcloud sábado, 21, uma seleção de músicas de Natal interpretadas por sua esposa, a cantora Dayse Addario. Tratam-se de oito clássicos natalinos, todos em inglês, que Dayse canta com suavidade e dicção perfeita, e que sugerimos para trilha sonora da sua celebração de Natal. 

Tocam nas faixas o próprio Ziza Padilha e os convidados Abner César e Kim Freitas, entre outros. Todas as músicas estão disponíveis para download. 

Feliz Natal! 


segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Aliados MC's anunciam novidades para 2014

O grupo paraense de hip hop Aliados MC's anunciou no Facebook novidades para o próximo ano. quando será lançado seu terceiro CD, intitulado R³, cujo foco será o reggae, tendo a participação de artistas do estilo. O grupo também anunciou a nova formação: os vocalistas passam a ser Bill, Crânio e Zona MC, com a saída de MekBeat. 

Mek participa do single que antecipa o novo álbum, e foi lançado no YouTube no sábado, 21: "Paz Interior", misto de reggae e hip hop com letra bem característica do primeiro estilo. 




No dia 6, a banda já antecipara outro som do próximo disco, a romântica "Me Sinto Bem", em que Bill divide o vocal com o convidado Back Dan. 




Assista ao documentário Rádio 2000

Entrou no ar na tarde desta segunda o site do documentário Rádio 2000, dirigido por Erik Lopes, que retrata a cena rock de Belém na década passada. Além do filme em si (que você pode assistir aqui mesmo no Som do Norte), o site traça um rápido panorama das bandas da época (em especial as que ancoram o doc: Eletrola, Suzana Flag e Stereoscope) e fala do projeto em si, financiado pelo IAP. Não deixe de acessar http://www.radio2000.com.br

O excelente filme de Erik (também ele músico, integrante da banda Aeroplano) se constitui num registro importantíssimo sobre o passado recente da música de Belém. A falta, aliás, de outros materiais como este é que me levou, quando pensei em criar o Som do Norte, a focar minha atenção na atualidade, já que era (em realidade, ainda é) quase impossível localizar referências sobre o passado musical da região Norte, seja um passado remoto ou mesmo relativamente próximo, como o abordado no filme. 


IAP lança documentários sobre rock e samba do Pará

Texto e fotos: Raissa Lennon,
de Belém

Saudosismo, no dicionário da língua portuguesa significa que sente, procura ou revela saudades; nostálgico. Talvez essa palavra defina um pouco o que algumas pessoas sentiram no auditório do Instituto de Artes do Pará (IAP), em uma noite de quarta-feira, do dia 18 de dezembro, ao assistir ao documentário Rádio 2000, dirigido pelo músico e publicitário Erik Lopes.

O filme relembrou um momento próspero do rock autoral alternativo paraense, que há dez anos fervilhava com sons de bandas como Eletrola, Suzana Flag e Stereoscope. Uma época em que, com poucos recursos, lotavam-se casas de shows, com público que chegou a ser de 2 mil pessoas em uma única noite. Como isso aconteceu? É o que alguns músicos, produtores e jornalistas tentam explicar no doc que foi o resultado da Bolsa de Criação, Pesquisa, Experimentação e Divulgação Artística (2013), promovido pelo IAP, dentro da programação do Circuito das Artes.

No vídeo, Camillo Royale (ex-Eletrola, atualmente guitarrista e vocalista da Turbo), conta emocionado histórias do rock em 2000, dos cartazes toscos colados na parada de ônibus, dos poucos recursos eletrônicos que tinham, e de o como o rock é essencial para a vida dele. Elder Effe (ex-Suzana Flag, atualmente em carreira solo), também conta como o público era interessado e comparecia em “peso” nos shows, o que agora é mais difícil de acontecer, porque o público está disperso, em sua opinião.

Erik Lopes

Esse e outros depoimentos podem ser vistos em Rádio 2000, que também mostra alguns shows memoráveis da época e músicas marcantes. “Eu vivi uma parte daquilo tudo, e foi daí que a idéia surgiu. Em minhas conversas com os músicos, percebi que eles tinham muita história para contar, e uma importância muito grande na cena roqueira de Belém”, conta o idealizador do projeto e diretor do filme, Erik Lopes. “Na década de 2000 existia uma pluralidade de coisas acontecendo, mas o foco do documentário foi a cena mais pop rock, porque não dava para falar sobre tudo”, explica.

Para Erik, o principal objetivo do vídeo é dar visibilidade para as bandas daquela época, e também serveir como um documento, um registro de que aquilo aconteceu, para não ficar esquecido. “Além do mais, é um impulso para incentivar essa nova geração que está fazendo música na cidade”, acredita. Erik Lopes, que dirigiu e editou o documentário, e contou com a colaboração de Zek Nascimento na produção, Karina Menezes e Monique Malcher no roteiro e assessoria de imprensa, e Marcelo Sarmento como designer. 

Amazônia Samba

Na mesma noite, outro produto audiovisual de alta qualidade lançado no Instituto de Artes do Pará, como resultado da bolsa de pesquisa: trata-se de Amazônia Samba, uma iniciativa do sambista Arthur Espíndola, do diretor e roteirista Pedro Vianna, com a realização da produtora Narjara Oliveira.

O Amazônia Samba é uma série de programas que tem o intuito de divulgar e contar histórias do mundo do samba com gente da Amazônia. O Som do Norte já divulgou o primeiro episódio, que estreou no YouTube na quarta (18), e destaca a entrevista de Edmundo Souto. O segundo episódio, que será lançado em janeiro, trará a entrevista com Toninho Nascimento, sambista compositor de vários sucessos eternizados em vozes como as de Clara Nunes e Elza Soares. Os dois episódios foram exibidos no IAP, no último dia 18, na estreia oficial do programa.

Segundo Arthur Espíndola, a ideia é que outras edições do programa sejam lançadas em 2014. “Ainda estamos atrás de patrocinadores, mas tenho certeza que tem muita gente a fim de apoiar este projeto”, contou entusiasmado, o artista. “Queria mostrar a obra de alguns artistas e o trabalho deles, daí surgiu a ideia do projeto, o Edmundo Souto e o Toninho têm clássicos da música popular brasileira, e saber dos bastidores dessas canções em um registro é maravilhoso, qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo pode ter contato”, comentou Arthur.

 Arthur Espíndola

Para ele, a importância principal do Amazônia Samba é justamente essa, ter em arquivo a contribuição desses artistas para a música, suas composições e histórias. Além disso, no vídeo outros cantores regionais interpretam os sucessos dos entrevistados, como Larissa Leite, Gigi Furtado e Pedrão Frade. “Não tinha melhor forma de homenagear esses compositores do que as belíssimas interpretações dessa gente talentosa da nossa região”, elogia Arthur Espíndola, que também canta no programa.



Oportunidade Belém: Ensaio Aberto


domingo, 22 de dezembro de 2013

Boi Caprichoso anuncia as toadas de 2014

O Boi-Bumbá Caprichoso de Parintins anunciou ontem no Facebook as 28 toadas que farão parte do CD e do DVD de 2014, ambos intitulados Táwapayêra, que serão gravados no dia 15 de fevereiro. Foram selecionadas outras duas toadas consideradas estratégicas, a serem anunciadas ainda em 2013. 



01 O RITMO É DE BOI ADRIANO AGUIAR

02 BOI BRASILEIRO GEOVANE BASTOS/ADRIANO AGUIAR
03 CAPRICHOSO, AMOR PERFEITO MAURÍCIO FILHO/ADEMAR AZEVEDO/PELADO JR.
04 WAYANA-APALAI GABRIEL MORAES/ JUAREZ LIMA FILHO/ JOEL ALMEIDA
05 ADVERTÊNCIA SIMÃO ASSAYAG/IÉZEN ROCHA
06 RITUAL YANOMAMI ALDER OLIVEIRA/ MARCOS LIMA
07 ARENA DE SONHOS HUGO LEVY/MAILZON MENDES
08 NAIADES RONALDO BARBOSA
09 PERFEITA SIMETRIA CRISTIANO CORDEIRO/ MARLON OLIVEIRA/ DÉLIO DINIZ / ROBERTO JÚNIOR
10 PAVILHÃO AZUL PAULINHO MEDEIROS/ JÚNIOR DABELA/ ROMILDO FREITAS
11 MARUJEIRO TORCEDOR GISELLE ARAÚJO
12 MARACÁS DO RIO NEGRO RONALDO BARBOSA
13 TÁWAPAYÊRA PAULINHO DU SAGRADO
14 MÉRITO DE PAIXÃO ZEZINHO CARDOSO/ MAILZON MENDES
15 CORDEL CABOCLO ERICK NAKANOME/ ALDER OLIVEIRA/ TARCÍSIO COIMBRA
16 ALDEIA MÍSTICA RONALDO BARBOSA
17 MIRAKAWERA GEOVANE BASTOS/ ADRIANO AGUIAR/ OZIAS YAGUARÊ YAMÃ
18 SEHAYPÓRI GEOVANE BASTOS/ ALQUIZA MARIA
19 ITEM 19 JÚNIOR PONTES/ MAILZON MENDES
20 AÍ...BARRA BENÉ SIQUEIRA
21 GUERREIRA DA MÍSTICA ALDEIA MAURÍCIO FILHO/ ADEMAR AZEVEDO
22 ESTRELA ANGELICAL MAILZON MENDES/ZEZINHO CARDOSO/ TINHO PESSOA
23 UROTOPIÃG MARAGUÁ GERLEAN BRASIL/ OZIAS YAGUARÊ YAMÃ
24 CAPRICHOSO, ESTRELA DE DAVID GONZAGA BLANTES
25 REALEZA AZUL EDILSON SANTANA
26 A GALOPADA CÉSAR MORAES
27 TOCAIA ADRIANO AGUIAR/ VALTER PINTO/ FELIPE SICSÚ/ LINDOLFO MOREIRA/ ALQUIZA MARIA
28 ACALANTA SIMÃO ASSAYAG/ CÉSAR MORAES

sábado, 21 de dezembro de 2013

Festa do Som do Norte premiada nos Melhores do Ano do Roraima Rock'n'Roll

O blog Roraima Rock'n'Roll divulgou há poucos minutos o resultado da sua enquete para premiar os Melhores do Ano. Para nossa alegria, o Som do Norte consta da lista de premiados, em vários itens. De cara, temos que comemorar muito a vitória, em "Show Regional", da apresentação da Luneta Mágica na 8ª Noite Som do Norte, realizada em Boa Vista no mês de abril. 

Também temos a comemorar a consagração popular para dois lançamentos que realizamos em rede com o próprio Roraima Rock'n'Roll: o CD Carimbó Electro Seco, de Ben Charles (ele também agraciado como "Artista do Ano", e que esteve na Noite Som do Norte de março), e o single "Beiral", da banda Ditambah (eleita também como "Banda Revelação"). E, como todos sabem, a banda Veludo Branco, consagrada na categoria "Autoral", é parceria de nosso blog, que tem lançado todos os seus discos e clipes desde 2010. 

***


CONHEÇA OS VENCEDORES DO 
1º PRÊMIO MELHORES DO ANO RORAIMAROCKNROLL

 Por Victor Matheus - www.roraimarocknroll.blogspot.com


O BLOG RORAIMAROCKNROLL realizou entre os dias 19 de novembro e 20 de dezembro de 2013 a votação para o 1º PRÊMIO MELHORES DO ANO RORAIMAROCKNROLL. A premiação, foi dividida em 11 categorias (ARTISTA DO ANO, BANDA REVELAÇÃO, BANDA AUTORAL, BANDA COVER, FESTIVAL/EVENTO, SHOW AUTORAL, SHOW REGIONAL, SHOW NACIONAL, SINGLE, EP/CD e PUB/BAR), contabilizando um total de 3.258 votos. Conheça agora os vencedores do 1º PRÊMIO MELHORES DO ANO RORAIMAROCKNROLL:

ARTISTA DO ANO
Ben Charles, com 57% dos votos do público

BANDA REVELAÇÃO
Ditambah, com 53% dos votos do público

BANDA AUTORAL
Veludo Branco, com 43% dos votos

BANDA COVER
Bluts, com 34% dos votos

FESTIVAL/EVENTO
9º Roraima Sesc Fest Rock, com 52% dos votos

SHOW AUTORAL
Iekuana no 9º Roraima Sesc Fest Rock, com 47% dos votos

SHOW REGIONAL
Luneta Mágica na Noite Som do Norte Boa Vista, com 36% dos votos

SHOW NACIONAL
Sepultura no 9º Roraima Sesc Fest Rock, com 46% dos votos

SINGLE
Beiral, da banda Ditambah, com 77% dos votos

CD/EP
Carimbó Electro Seco ou o Amor e a Esperança em Tempos de Aquecimento Global, de Ben Charles, com 59% dos votos

PUB/BAR
Chacrinha Chopp’s, com 48% dos votos

SOBRE O PRÊMIO MELHORES DO ANO RORAIMAROCKNROLL

O BLOG RORAIMAROCKNROLL surgiu em 2010 com a proposta de divulgar, fomentar e apoiar a cena rock roraimense. Desde então o RORAIMAROCKNROLL tornou-se a referência em informação e produção cultural relacionado ao rock no extremo norte do Brasil, fazendo dele hoje o maior portal de rock de Roraima. Com o intuito de continuar fomentando a cena rock roraimense e apoiar as bandas locais, o BLOG RORAIMAROCKNROLL lançou o 1º PRÊMIO MELHORES DO ANO – RORAIMAROCKNROLL.  O prêmio MELHORES DO ANO – RORAIMAROCKNROLL visa valorizar e reconhecer os artistas, bandas locais, eventos e produtores culturais de Roraima que fazem parte da cadeia produtiva da música em Roraima. A festa de premiação dos artistas e bandas vencedoras acontece em janeiro de 2014 em Boa Vista – Roraima. 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Confira a participação de Felipe Cordeiro no Metrópolis

Felipe Cordeiro participou na noite da quinta, 19, do programa Metrópolis, da TV Cultura (São Paulo). Além de contar à apresentadora Adriana Couto sobre o nascimento do álbum Se Apaixone pela Loucura do Seu Amor, explicar o que é "bréa" e revelar projetos como a banda Manoel Cordeiro e os Desumanos, Felipe interpreta "Ela é Tarja Preta", do novo disco, e "Legal e Ilegal", faixa do trabalho anterior, Kitsch Pop Cult (2011). 

Assista ao primeiro episódio de Amazônia Samba

Amazônia Samba é um projeto de valorização do samba produzido na região amazônica, uma iniciativa do sambista Arthur Espíndola, o diretor e roteirista Pedro Vianna e a produtora Narjara Oliveira, com o apoio da Bolsa  de Criação, Pesquisa, Experimentação e Divulgação em Artes – 2013 do Instituto de Artes do Pará (IAP), um órgão do governo do Estado do Pará.

O primeiro episódio, que estreou no YouTube na quarta, 18, destaca o compositor Edmundo Souto, nascido em Belém em 1942 e residente no Rio de Janeiro desde os 8 anos de idade. Edmundo é co-autor de um grande sucesso da MPB "Andança" (parceria com Danilo Caymmi  e Paulinho Tapajós), além de ter vencido o 4º Festival Internacional da Canção, em 1969, com "Cantiga por Luciana" (parceria com Paulinho Tapajós). Num bate-papo com Arthur, Edmundo conta como nasceram estas composições, que são interpretadas, respectivamente, por Pedrão Frade e Larissa Leite. O próprio Edmundo abre o programa cantando "Volta as Raízes", e Arthur interpreta "Mais que um Sorriso" (parceria com Jorge Aragão e o momento mais samba de fato do programa).

A série, pensada para ser veiculada na internet, terá mais sete programas mensais de meia hora, que serão lançados até julho de 2014. 


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Mapeamento 2013: Banda de Mentira


98

Banda - Os Playmobils
Cidade/ Estado - Manaus (AM)
Single
Letra - Albenízio Júnior
Música - Os Playmobils
Gênero/ estilo - punk rock
Data de lançamento - 8.11.13

Terceiro single do EP Quero Ver Até Onde Vocês Vão. Assim como a faixa-título, lançada também como single em abril (confira aqui), é um recado contundente no qual a banda se posiciona contra a onda das bandas cover, que fazem shows inteiramente com músicas de outros grupos (naturalmente, escolhendo só grandes sucessos, o que desequilibra a disputa pelo público, considerando que uma banda autoral leva bastante tempo para firmar seu repertório no inconsciente coletivo de uma cidade, que dirá de uma região ou do País). Conforme depoimento publicado no Soundcloud, Banda de Mentira rebate também "músicos" que começam a tocar e montar bandas com nariz empinado... Nada contra. Ou melhor, tudo contra! Humildade em qualquer cena rock abre portas pra banda tanto para o músico experiente quanto para o que está começando agora. Convenhamos, Os Playmobils têm sua opinião diante deste nem tão polêmico tema e prefere sem pensar tocar suas próprias canções do que tocar músicas dos outros (...) Não tem coisa melhor do que receber aplausos e ver que as pessoas estão cantando suas músicas sem errar uma frase, e o melhor, pedem pra você compor mais e mais!

Onde ouvir e baixar - https://soundcloud.com/osplaymobils/banda-de-mentira


Mapeamento: We Had a Glorious Time


97

Banda - Vinyl Laranja
Participação especial - Sammliz
Cidade/ Estado - Belém (PA)
EP
Número de faixas - 6
Gênero/ estilo - rock
Data de lançamento - 18.12.13

Primeiro disco do grupo após o EP If She Ask, lançado pelo Compacto.Rec em dezembro de 2010, o novo EP We Had a Glorious Time surpreende ao mostrar um lado mais acústico da banda paraense Vinyl Laranja, que sempre se caracterizou pelos rocks vigorosos com guitarras no talo e forte marcação na bateria. Quatro das faixas são rotuladas no Soundcloud como sendo "Christmas song", embora não tenham temas natalinos como Menino Jesus, Papai Noel ou a noite do dia 24 de dezembro - por exemplo, em "I'd Kill If I Had To", que tem participação especial de Sammliz, da banda Madame Saatan, o eu-lírico louva o perfume dos cabelos da amada: I never said "I like your hair" / But always appreciated her perfume smell). Sem o rótulo natalino, estão as faixas com nome de mulher no título: "Emilye" - em que o eu-lírico pede a Emilye que modere o consumo de cerveja: Emilye you shouldn't drink so much beer /.../ Emilye, uhuu / Don't go crazy every week - e "Maryanne" - uma garota muito quieta em casa, mas que vivia rindo e dançando na escola.

"I'd Kill If I Had To" e "Maryanne" são as únicas faixas onde está presente o antigo som pesado da banda; no restante do álbum, prevalece o clima acústico, que lembra a última faixa do If She Ask, "Don’t look Inside The Pocket" e, um pouco, também as baladas características de The Baudelaires, a outra banda do vocalista Andro Baudelaire.

Obs: quando fizemos a postagem, na manhã do dia 19, citamos apenas 5 músicas porque era esta a informação que constava na fan page da banda no Facebook. À noite, Andro confirmou a inclusão de "Maryanne", som lançado em julho, para reforçar a divulgação da faixa. 

Onde ouvir e baixar - https://soundcloud.com/jo-o-pinheiro-3/sets/vynil-laranja-we-had-a (duas faixas, "Sentimental Car" e "Oh Shock Them", não foram disponibilzadas para download)


quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Mapeamento 2013: Uma Guitarra e um Fuzz



96

Banda - Turbo
Participação especial - Eduardo Feijó (slide guitar) 
Cidade/ Estado - Belém (PA)
Single
Autor - Camillo Royale
Gênero/ estilo - pop-folk-rock
Data de lançamento - 18.12.13

A uma semana do Natal, a Turbo confirma sua tradição de fazer lançamentos específicos para datas comemorativas e surge com este single "Merry Christmas", ou "Uma Guitarra e um Fuzz", título da única música do lançamento. Os dois itens citados no título são os pedidos do eu-lírico faz na cartinha que manda ao Papai Noel. O som foi gravado, mixado e masterizado por Ulysses Moreira. A arte da capa é de Fábio Vermelho. 






sábado, 14 de dezembro de 2013

Música de Metaleiras da Amazônia ganha clipe de animação

Além dos clipes que já destacamos aqui com músicas de Felipe Cordeiro e Lia Sophia, outro vídeo da nova safra do Conexão Animações com som paraense é este "Passeei no Ver-o-Peso", do grupo Metaleiras da Amazônia. 

Assim como "Lambada com Farinha", "Passeei..." é um tema praticamente instrumental, o que deu grande liberdade para o animador Fábio Belotte criar um enredo nada linear, que tem até peixe da Baía de Guajará tomando uma garrafa de viagra natural... O cenário principal, evidentemente, é o Mercado do Ver-o-Peso, o popular Veropa, principal cartão-postal de Belém. O clipe foi lançado no dia 5 no YouTube. 


quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Caprichoso anuncia a gravação do CD com as toadas de 2014

A diretoria do Boi-Bumbá Caprichoso anunciou que a gravação do CD e DVD com as toadas do festival folclórico de 2014 será feita ao vivo, no próximo dia 15 de fevereiro. Até o dia 20 deste mês, serão anunciadas as 17 toadas a serem incluídas no disco, que terá o tema Táwapayêra.

A torcida do Caprichoso poderá votar, através da internet, nas toadas genéricas de sua preferência. As chamadas toadas estratégicas (ritual, lenda e figuras típicas) seguirá sendo escolhida pelos Conselhos do boi-bumbá. 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

"Lambada com Farinha" ganha clipe de animação

A nova safra de vídeos do 3º ano do projeto Conexão Animações traz uma interessante releitura para "Lambada com Farinha", do CD Kitsch Pop Cult, de Felipe Cordeiro (2011), uma composição em parceria com Manoel Cordeiro. O fato de ser um tema instrumental (afora o refrão "Lambada com farinha!", é claro) permitiu ao animador Thomate uma grande liberdade para construir o enredo do clipe.

E que enredo! Thomate conseguiu a proeza de inserir, na ensolarada Belém, presente em cenários como o Ver-o-Peso e a orla da Estação das Docas, um enredo quase de filme noir, com paixão, mistério e psicodelia em altas doses. Você nunca mais vai ouvir "Lambada com Farinha" do mesmo jeito! 




Saiba mais:



segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Veja o clipe em animação de "Meu Verso", de Lia Sophia

O programa Conexão (ex-Conexão Vivo), conhecido pelos festivais que promove Brasil afora, tem outro braço não tão badalado mas igualmente criativo: o "Conexão Animações", que cria clipes animados (em todos os sentidos).

Destacamos hoje o clipe criado para a canção "Meu Verso", de Lia Sophia, gravado por ela em seu segundo CD, Castelo de Luz (2009). A composição celebra um amor feliz e realizado; a animação lhe acrescentou um toque de eternidade. A direção foi de Gustavo Limeira e Eliezer França; este também o responsável pela animação, junto com Jonilson Souza. 




Saiba mais


domingo, 8 de dezembro de 2013

Mapeamento 2013: Se Apaixone pela Loucura do Seu Amor


95

Artista - Felipe Cordeiro
Cidade/ Estado - Belém (PA)
CD
Número de faixas -  12
Gênero - pop/ guitarrada
Selo - YB Music 
Data de lançamento - 26.10.13

Terceiro CD do artista, o segundo como cantor (já que o primeiro, Banquete, de 2009, era um disco de compositor). Musicalmente, Felipe avança na fusão de guitarrada, lambada, cumbia, zouk com elementos de pop e rock que já apresentava no CD anterior, Kitsch Pop Cult (nosso "Disco do Mês" de março de 2013), além de ser inegável sua evolução como instrumentista e intérprete. A maior mudança se deu em relação às letras, mais irônicas no álbum passado e mais românticas no atual. Nesse aspecto, tanto "Problema Seu" (que recupera o antigo bordão do personagem Seu Patropi, vivido pelo ator Orival Pessini no programa Escolinha do Professor Raimundo, estrelado por Chico Anysio na TV Globo nos anos 1990), quanto "Ela é Tarja Preta" (parceria de Felipe com o pai, Manoel Cordeiro, mais a cantora Luê, o produtor paulista Betão Aguiar e o ex-Titã Arnaldo Antunes, já lançada no CD deste initulado Disco, saído em outubro), além da instrumental "Lambada Alucinada", uma homenagem a Maderito da Gang do Eletro, poderiam fazer parte de Kitsch Pop Cult. Mas é de fato o romantismo que dá o tom do CD, seja em canções que falam da esperança do renascer de um amor ("Saudade de Você", que cita o verso de "Sonhos", de Peninha - Ter saudade até que é bom) ou recorrem a metáforas como o fogo para exprimir o desejo ("É Fogo" e "Alta Voltagem"). A única canção onde o eu-lírico rejeita o amor ofertado é na última, "Não Dá", pois a mulher que o procura já o magoara no passado: "Você me disse não, e agora quer me ver/ Mas não vê que já se deu/ Você machucou meu coração" (destaco também na faixa a vigorosa linha de metais). 

Além de "Ela é Tarja Preta", o disco tem outras três regravações: "Marcianita", antigo sucesso de Sérgio Murilo em 1960 que Felipe inclui nos shows desde que se lançou como cantor, em junho de 2010, mas nunca havia gravado; "Trelelê", parceria com Iva Rothe lançada em 2010 por Aíla, sendo escolhida em 2012 para faixa-título do primeiro CD desta cantora; e "Um Beijo", parceira de Felipe com Lia Sophia incluída no CD lançado por ela em setembro (intitulado Lia Sophia). Curiosamente, as letras das duas versões de "Um Beijo", gravadas pelos próprios autores, apresentam significativas variações: onde Lia canta "Você chega junto, eu chego, benzinho/ Mas não me dá um beijo", Felipe canta "Você chega junto, eu chego, benzinho/ Mas não chega meu beijo". Felipe também canta "Nem faço questão/ De ser de coração...", onde Lia canta "Eu não faço questão, não!/ De ser de coração...". A mais notável diferença é a ausência, na versão de Felipe, de uma estrofe inteira, a última da gravação de Lia ("Meu coração, quero te dar/ Faço questão, quero te dar/ O meu amor, quero te dar/ Eu só quero é te beijar!"). Os mais recentes casos de versões tão diferentes para gravações da mesma música no mesmo ano que eu tenho lembrança aconteceram em 1993, quando tanto Gal Costa quanto Jorge Ben Jor gravaram as composições dele "Alkahol", "Bumbo da Mangueira" e "Eu Vou lhe Avisar". 





Música do Dia: "Pai Nosso (Natal de Todas as Cores)"

Porto Velho e o meio musical da região Norte receberam com choque ontem a notícia da morte do cantor e compositor Zezinho Maranhão, vitimado por assassinato na manhã do sábado, 7. Natural de Santa Inês, no Maranhão, José Alves da Silva tinha 54 anos e vivia desde a década de 1980 na capital de Rondônia, tornando-se nesse período uma das maiores expressões artísticas do Estado que adotou. 

No último dia de Zezinho neste mundo, foi postado no YouTube este vídeo tendo como trilha a faixa "Pai Nosso (Natal de Todas as Cores)", de sua autoria, que abre seu CD Buquê de Natal - Canções Natalinas, lançado em 2010. 


sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Mapeamento 2013: Floresta de Concreto


94

Artista - Bruno B.O.
Cidade/ Estado - Belém (PA)
Participações especiais - Dubalizer, Gaby Amarantos, Pjó (VN), Ralph MC e Dime (Cronistas da Rua)
EP
Número de faixas - 7
Gênero/ estilo - hip hop / rap/ ragga/ rock
Data de lançamento - 20.11.13

O EP foi gravado ao longo de dois anos, entre Belém e São Paulo, As letras falam de amor, compreensão, respeito, justiça e evolução espiritual. Uma das faixas, "Sempre pelo Certo", aparece em duas versões, uma delas remixada pelo produtor paulista Dubalizer. 

Onde ouvir e baixar http://mcbrunobo.tnb.art.br

***
No mesmo dia do lançamento do EP, o professor de História Tony Leão publicou em seu Facebook pessoal o seguinte texto sobre Floresta de Concreto: 

"Meu papo sobre o som de Mc Bruno B O! Já éh!

A diáspora africana desenhou um mundo novo! E em boa parte esse mundo se manifesta pelas formas musicais, por síncopes, células rítmicas que por si só se impuseram como estética inconformada com os padrões europeizantes estabelecidos pelo colonizador. Esse som é uma outra fala, por vezes um grito, uma fala pós-colonial, anticolonial, subterrânea, às vezes claramente rebelde e contestadora. É a presença africana que se manifesta nas “formas culturais estereofônicas, bilíngues ou bifocais originadas pelos (...) negros dispersos nas estruturas de sentimento, produção, comunicação e memória”, fruto da diáspora negra no atlântico, como afirma Paul Gilroy em “O atlântico negro”.

Muitos gêneros musicais trazem essa marca, do jazz ao carimbó, do maracatu ao soul, do ijexá ao blues, do merengue ao samba, da embolada ao hip hop em suas várias facetas... 

A resistência é tanto sonora como verbal, é fala, é rima, é andamento impactante que demonstra a presença negra e a presença periférica, não de maneira subserviente e mendicante, mas sim de forma impositiva e exigente, por meio da presença de quilombos musicais territorializados na paisagem sonora das periferias das cidades de nuestra América!

Assim é o trabalho do MC Bruno BO: periférico, marginal, um grito da cidade profunda, da cidade(nia) da Belém profunda, das baixadas e favelas, da Belém que não recebeu as “benesses” dos modernizadores modernizantes colonizados belepoquianos. BO fala de lá de onde o povo negro e afro-ameríndio mantém-se firme, manifestando-se na cultura de periferia da qual o rap é um dos símbolos mais marcantes.

MC BO revela essa experiência periférica, não só pela música em sentido restrito (que tem o rap como carro-chefe, assim como passeia pelo rock e reggae), mas também pelo ativismo no hip hop e pela prática de educação junto a menores em condições de marginalidade e exclusão. Sua fala, sua rima, seu ritmo, seu sotaque, sua levada, é a fala da favela, de dentro da favela, e de quem pensa a favela, pois é experiência da favela, daquele território negro e afro-ameríndio (em se tratando de Amazônia) encravado de presença e resistência popular!

20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, dia de co-memorar, rememorar, a luta dos povos negros exilados no Brasil e na América. Não poderia ser uma data melhor para o lançamento do EP Floresta de Concreto do MC Bruno BO! Hoje é essa levada que vai embalar a luta negra em Belém!

Tudo pelo certo família! Boa luta/som MC BO!

Deixo aqui meu asè e fé nessa kizomba!

Tony Leão. "

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Garantido divulga tema e toadas oficiais de 2014

A diretoria do Boi-Bumbá Garantido divulgou nesta quarta, 4 de dezembro, o tema que irá trabalhar no festival folclórico de 2014: Fé. A antecipação em relação aos anos anteriores se dá em razão da realização, nos meses de junho e julho do ano que vem, de jogos da Copa do Mundo em Manaus, coincidindo com o período do festival em Parintins. 

Também em função da Copa, a diretoria irá antecipar gravação e lançamento do CD e DVD anual. A filmagem do DVD irá acontecer no dia 31 de dezembro, durante a festa de Ano Novo no Sambódromo de Parintins. O DVD e o CD ao vivo devem chegar às lojas em fevereiro de 2014. 

18 toadas estarão no CD+DVD:

- Celebração da Fé
- Força Encarnada
- Maloca do Mundo (Amazônida)
- Pajé dos Pajés
- Guaricaya
- Garantido Consagrado
- O Canto
- O Grande Ritual Cupen-Dyepes
- Fera de Fogo
- Inigualável
- Sou Parintins
- O Couro dos Espíritos
- Flor das Águas
- Brasilidade
- Vermelho do Amor
- O Vaqueiro
- Força da Alma
- Tuxauas

As toadas têm como autores  Sebastião Jr, Murilo Maia, Vanilson Oliveira, Demétrios Haidos, Naférson Cruz, Enéas Dias, Marcos Boi, Geandro Pantoja, Aldon Leão, Ronaldo Barbosa Jr, Helen Veras, Rafael Murupiara, João Kennedy, Júlio César Queiroz, Mauro Sérgio Magalhães e Marcela Augusta.

As demos oficiais das toadas podem ser baixadas no Soundcloud do Garantido

Agenda Porto Alegre: Patrícia Bastos


terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Agenda Boa Vista: Festival TomaRRock 2013




De 02 a 07/12
Exposição Chronos
Local: Galeria de arte do Sesc Mecejana.
02/12 • Segunda-Feira
FORMAÇÃO
15h30 – Oficina Beat Maker
Com Dj Eduardo Queiroz
Local – Pontão de Cultura
AUDIOVISUAL
19h00 – Cineclube Fora do Eixo
Local: Pontão de Cultura
Epitáfio - Diretor: Gustavo Antonio Aguiar (Belém – PA)
Nessa cidade todo mundo já bebeu na BICA - Diretor: Keila Serruya (Manaus – AM)
O Pequeno Monstro - Diretor: Kauê Nunes Melo e Nildo Ferreira (Santos – SP)
Cólera: Uma aula de Punk Rock em Belém - Diretor: Lucas Monteiro (Belém – PA)
As Águas do Mar - Diretor: Rebecca Alba, Thaianne Spinassi e Jéssica Busato (Santos – SP) – 18 anos
Carregadores do Monte - Diretor: Cássio Santos e Júlio Lucena (Santos – SP)
O Ultimo Lamento - Diretor: Alex Pizano (Boa Vista – RR)
Tamanduá - Diretor: Cláudio Lavôr (Boa Vista – RR)
Aloha - Diretor: Paula Luana Maia e Nildo Ferreira (Santos – SP)
Da ficção para realidade - Diretor: Abraham Oliveira, Italo Malinowiski, Joao Nogueira, Fidel Maria, Ayrk Barbosa e Lucas Silva (Boa Vista – RR)
03/12 •Terça-Feira
FORMAÇÃO
15h30 – Oficina Breakdance
Movimento Urbanus
Local: Pontão de Cultura
AUDIOVISUAL
19h00 – Cineclube Fora do Eixo
Local: Anfiteatro da Orla
Espelho e Silêncio - Diretor: Vince Souza (Belém – PA)
Fonte da Juventude - Diretor: Eduardo Bezerra (Santos – SP)
Torto - Diretor: Samuel de Castro (Santos – SP)
Meninos - Diretor: Márcio Sergino e Cláudio Lavôr (Boa Vista – RR)
Olhar de Alex - Diretor: Márcio Sergino e Cláudio Lavôr (Boa Vista – RR)
Brega s&a Diretor: Vladimir Cunha e Gustavo Godinho (Belém – PA)
04/12 • Quarta-Feira
FEIRA
08h30 – Apresentação oficial da Feira Cultural TomaRRock.
Local: Espaço Multicultural da Orla
FORMAÇÃO
09h00 – Mesa A Arte/Cultura como instrumento transformador do cidadão – Projeto Crescer
Com: Manoel Rolla (Canoa Cultural) MC Frank , Márcio Sergino (Secult/RR)
Local: Espaço Multicultural da Orla
09h00 – Oficina de Cinema com produção de DOC do Festival com 10 minutos
Com Cláudio Lavôr
Local – Pontão de Cultura
09h00 – Oficina de Cidadão Multimídia
Com Pablo felippe
Local: Escola São José
15h00 – Mesa “Produção Musical”
Com: Bebeco Pujucan (Estúdio Parixara), Vinícius Tocantins (Tambaqui Music) e Marcio Junior (Som Independente/ PA)
Local: Centro Multicultural da Orla
15h00 – Oficina de Poesia e Construção de Textos
com Eli Macuxi
Local: Pontão de Cultura
15h00 – Oficina de Rap e Rima
Com MC Frank
Local: Escola São José
MÚSICA
11h30 – Pocket Show
Projeto Churras
Local: Em frente do Pontão de Cultura
ARTES INTEGRADAS
Local: Palco Anfiteatro da orla
17h00 – Aulão de Capoeira
18h00 – Batalha de B-Boys
18h30 – MC Frank
19h00 – Vinícius Tocantins e os Afluentes
19h50 – Banda The Joy
22h40 – Halysson Christian
05/12 • Quinta-Feira
FORMAÇÃO
09h00 – Mesa “Mídia NINJA e as Novas mídias”
Com Vladimir Cunha (jornalista/ PA) e Elídia Vidal (Casa FDE Amazônia)
Local: Espaço Multicultural da Orla
09h00 – Oficina de Fotografia
Com Orib Ziedson
Local: Pontão de Cultura
09h00 – Oficina de Instrumentos Musicais / Oficina de Teatro
Com Silmara Costa
Local: Escola São José
09h00 – Oficina Letras Grafitti
Com Movimento Urbanus
Local – Pontão de Cultura
15h00 – Mesa: A Cultura Hip Hop em Roraima e como ela pode transformar a vida do cidadão
Com Eduardo Queiroz (Movimento Urbanos) e MC Frank (Ex- Gang do Rap)
Local: Centro Multicultural da Orla
15h00 – Oficina de Literatura de Cordel
Com Rodrigo de Oliveira
Oficina de Desenho
Com Oswaldino/ Two e Marcelo/FETEC
Local: Escola São José
MÚSICA
11h30 – Pocket Show
Com Vinícius Tocantins
Local: Em frente do Pontão de cultura
ARTES INTEGRADAS
Local: Palco Anfiteatro da orla
17h00 – Aulão de Capoeira
18h00 – Festival de Teatro de Cenas Curtas Roraima
Cia da escola Lobo d`Almada – João Esperto: Fábula do Coelho e a onça.
Locômbia – Mãe dos Ventos
Criarte Teatral
Arteatro – Avião
Local: Palco Kildo Albuquerque (próximo ao tamanduá)
20h00 – Banda Reclive
20h50 – Banda Ditambah
21h40 – Banda Johnny Manero
22h30 – Banda Escândalo Fônico (AM)
06/12 • Sexta-Feira
FORMAÇÃO
09h00 – Mesa – Economia Criativa e soluções viáveis para a Cultura no século 21
Com: Vladimir Cunha (Jornalista), Manoel Rolla (Secult) e Felipo Abreu (Sesc)
Local: Espaço Multicultural da Orla
15h00 – Mesa “Como Tornar Viável sua Carreira Artística”
Com Rafael Ramos (Gravadora Deck Disk) e Vinícius Tocantins ( músico e Produtor)
Local: Centro Multicultural da Orla
15h00 – Oficina de Transmissão de eventos ao vivo pela Internet
Com Marcio Júnior
Local: Pontão de Cultura
LANÇAMENTO
10h00 – Coletiva de Imprensa
Local – Pontão de Cultura
Lançamento de HQ
Lets Rock de Armando Vítor
Lançamento do Cd ‘Coletânea  Canoa Musical’
Música de Roraima
Lançamento do EP “A Estrada” 
Banda Mr Jungle
MÚSICA
10h30 – Pocket Show 
Com bandas da Coletânea
Local: Em frente do Pontão de cultura
ARTES INTEGRADAS
Local: Palco Anfiteatro
17h00 – Aulão de Capoeira
18h00 – Festival de Teatro de Cenas Curta Roraima
- Cia da Escola Levina Alves da Silva
O Pedido de Casamento
- Cia Padicoiza
Se Nero Tivesse um Zippo
Ciarte teatral
O Poeta e a Musa
Arteatro – 40 Horas
Local: Palco Kildo Albuquerque (próximo ao tamanduá)
20h00 – Banda Bluts
21h00 – Banda Infâmia
22h00 – Banda Jamrock
23h00 –  Banda Verônica Decide Morrer (CE)
07/12 • Sábado
Local: Palco Anfiteatro da orla
18h00 – Aulão de capoeira
19h00 – Sarau de Poesia + Orquestra Ponto de Cultura Clássico Para Todos
Local: Palco Kildo Albuquerque (próximo ao tamanduá)
20h00 – Serginho Barros
21h00 – Banda Ganyaclan
22h00 – Banda Iekuana
23h00 – Banda Vivendo do Ócio (BA)