Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Nós na Rede: Festivais Casarão e Até o Tucupi

Nesta terça, 11 de setembro, figuramos em duas publicações sobre dois festivais nortistas. A primeira foi pelo recém-encerrado Festival Casarão, de Porto Velho. O fotógrafo Douglas Diógenes postou em seu perfil no Facebook uma colagem de posts do Som do Norte em que suas fotos aparecem (inclusive o Rapidola especial). Reproduzo abaixo a imagem e o texto postados pelo Douglas:



Mais um post pra agradecer pelo reconhecimento (É o penultimo post tá?)
Aqui tá um apanhado do que saiu do meu trabalho no site/blog do FabioGomes o Som do Norte!! Valeu Fábio, po me colocou ali junto com grandes nomes do jornalismo de música!

Curtir ·  ·  · Compartilhar · há ± 1 hora

A outra consta de material enviado pela Universidade Livre Fora do Eixo por e-mail, e postado em http://mad.ly/492413, referente às atividades durante o Festival Até o Tucupi, em Manaus, que iniciou dia 9, domingo, e vai até o sábado, 15. O editor deste blog, o jornalista Fabio Gomes, teve sua foto incluída entre os integrantes do Corpo Docente da Universidade Livre FdE. Saiba mais sobre as atividades no texto que reproduzimos abaixo. 
***
O primeiro campus temporário do semestre letivo da Universidade Livre Fora do Eixo, o Festival Até o Tucupi, recebe mais de 60 convidados entre artistas, professores, mestres populares, pesquisadores,produtores, gestores, profissionais e agentes culturais das mais diferentes áreas de saberes, para compor a programação do evento. Ampliando seu programa de formação e enriquecendo os temas abordados em formatos variados e dinâmicos, contribuindo para a criação de um ambiente cognitivo que permite o fluxo livre de informação e abrindo espaço para intensas vivências que proporcionam uma experiência radical e imersiva no sistema de trocas de saberes entre as mais diversas formações.
***
A programação do Campus Até o Tucupi busca facilitar a conexão entre todos os envolvidos, estimulando o diálogo e a reflexão sobre as novas narrativas que envolvem temas como cultura colaborativa, políticas públicas, cidades coletivas, novas economias, entre outros. Um Banco de Temas irá provocar os participantes com palavras-chave como:
***

Vivências



As vivências proporcionam o contato dos participantes com a produção diária de conteúdo para áreas diversas como a comunicação do festival, ou sistematização e produção das atividades, por exemplo. Além disso, elas possibilitam o contato dos viventes com pensadores ligados ao processo empírico de produção cultural, assim como o compartilhamento de diversos aspectos culturais particulares de cada indivíduo participante na construção do festival.

Percurso Cultural



O Percursos Cultural do Festival Até o Tucupi vai formar uma rota de experiências culturais com a finalidade de ampliar as possibilidades de formação livre do indivíduo, em novos espaços cognitivos. A ação pedagógica integra um conjunto de vivências de diversas naturezas, como produção, gestão, fruição e reflexão, realizadas durante as apresentações musicais, os espetáculos de teatro e mostras de artes visuais e audiovisual. Programação completa aqui

Reuniões Livres



Qualquer participante pode propor reuniões de temas e horários livres, sem mediador previamente indicado. Mas, importante: as Reuniões Livres serão todas relatorizadas, para que tenham continuidade a partir do festival!
***
As atividades de formação livre da Universidade Fora do Eixo Campus Até o Tucupi são gratuitas e abertas ao publico em geral, sendo o número de vagas limitado.
Procure a sede do Coletivo Difusão na rua Monsenhor Coutinho, 801. Centro. Manaus/AM ou ligue para o (92) 3307 9570 para informações ou esclarecimentos de dúvidas.
Se preferir envie email para coletivodifusao@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário