Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Agenda Boa Vista: Veludo Branco Toca Raul





Ninguém sabe ao certo quando iniciou a mania de, em bares ou festivais Brasil afora, a qualquer momento do show alguém da plateia levantar e gritar "Toca Raul!!!". O pedido costuma incomodar alguns artistas, mas este não é o caso da banda Veludo Branco. Houve um pedido como esse quando o trio esteve em Porto Alegre, em 17 de março de 2010, lançando seu CD Veludo Branco Rock'n'Roll, e o vocalista Victor Matheus (foto acima) o atendeu prontamente, tocando o "Rock das Aranha".

Nesta sexta-feira, 25 de maio, não será preciso nem pedir: no show intitulado justamente Toca Raul!, a Veludo irá interpretar 20 sucessos do roqueiro Raul Seixas, considerado como o "Pai do Rock Brasileiro". O evento acontece na Chopperia Chacrinha a partir das 23h, com entrada franca e terá a participação do poeta Rodrigo Mebs, além de pré-show com a banda Reclive (foto abaixo). Toca Raul! é uma realização da Roraima Rock Produções e da Chopperia Chacrinha, com apoio do blog Som do Norte. Informações:  95-8113-0894.

Será o primeiro show da Veludo em Roraima após tocar fora do estado no sábado passado, 19 de maio. O trio foi a Manaus abrir o show da banda Velhas Virgens, repetindo com grande sucesso a dobradinha que já fizera na véspera no Antique Pub, em Boa Vista. Estes shows do grupo paulista integraram a turnê comemorativa de seus 25 anos, completados em 2011. A escolha da Veludo Branco para abrir a etapa Norte desta turnê coincide com um momento muito ativo: recentemente a banda gravou um novo EP, intitulado Sem Mentiras, que deverá ser lançado em junho em CD e em julho em DVD, incluindo o videoclipe da faixa-título. Entre os planos a curto e médio prazo, estão a gravação do segundo CD e uma turnê pela América Central e países do Caribe, marcando assim o sexto ano do power trio surgido com o intuito de transmitir ao público a essência do rock'n'roll, tendo como uma das principais marcas a irreverência.

Cezar Matusa e Paulo Henrrique na gravação do EP

A irreverência também foi uma das principais características do homenageado da noite desta sexta, o cantor e compositor baiano Raul Seixas (1945-1989). Ao longo dos 26 anos de carreira, o artista lançou 21 discos, notabilizando-se pela fusão do rock com o baião e pelas letras misturando filosofia, história e esoterismo, que garantiram a 'Raulzito' um público fiel que segue cultuando sua obra, mesmo após mais de 20 anos de sua partida. Entre seus maiores sucessos, estão músicas como "Ouro de Tolo", "Mosca na Sopa", "Metamorfose Ambulante", "Gitã", "Al Capone", "Tente Outra Vez", "Maluco Beleza", "Aluga-se" e "Carimbador Maluco". Seus principais parceiros foram Paulo Coelho, Claudio Roberto e Marcelo Nova, ao lado de quem Raul gravou o último disco, A Panela do Diabo, e com quem fez sua última turnê, realizando 50 shows por todo o país em 1989. Raul chegou a ser exilado em 1974, em função do projeto de criar a Sociedade Alternativa, vista como subversiva pela ditadura militar. Agora em 2012, entrou em cartaz em circuito nacional o documentário Raul - O Início, o Fim e o Meio, dirigido por Walter Carvalho, reconstituindo a trajetória deste que foi um dos maiores roqueiros que o Brasil já gerou.


Um comentário: