Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Agenda Manaus: Riffs Desplugados convida Elisa Maia

Por Sandro Nine

O projeto Riffs Desplugados apresenta nessa segunda (28/11) na sua última edição do ano, o pocket show com a cantora Elisa Maia. O projeto serve como um palco alternativo paras as bandas autorais e em 2011, movimentou a a cadeia produtiva das bandas inependentes de Manaus, sempre com entrada franca no espaço Thiago de Mello da Saraiva Megastore.

Pelo palco do Riffs já passaram as bandas Ed Ondo, Tudo Pelos Ares, Os Playmobils, Projeto Campari, Humanos,Tucumanus, A.B.Groovy , Alíases e Alaídenegão.

Em 2012, o Riffs Desplugados começa o intercâmbio com bandas e artistas de outras regiões, fortalecendo ainda mais a cena manauara. Assim como agentes culturais que fomentam a cadeia produtiva do cenário nacional.

No mês de dezembro o Projeto vai à Boa Vista/RR para divulgar as bandas amazonenses dentro da programação do Festival TomaRRock, que acontece nos dias 02,09 e 10.

A agenda para 2012 será fechada em janeiro, caso as bandas queiram participar do projeto basta enviar release com fotos para sandronine33@hotmail.com , para entregar material (CD,DVD e etc) só ligar para (92) 9345 – 2638.

Elisa Maia

A musa Elisa Maia (Foto: Luana Záu)

Prestes a gravar seu 1º CD solo, a cantora Elisa Maia já consegue executar 70% das músicas que farão parte do álbum nos shows, seja ele que formato for: acústico ou com banda. Cada ensaio acaba se tornando uma espécie de “laboratório” de produção musical, pois cada novo arranjo toma “cara” de pré-produção, onde são testadas as referências, influências e sonoridades que permeiam o vasto universo musical da cantora. E a cada novo show tais músicas passam pelo teste da dinâmica da música ao vivo, da química com os músicos, da empatia com o público e sua aprovação.

Vale lembrar que o projeto de gravação do primeiro CD da cantora Elisa Maia foi aprovado em dois editais: Microprojetos na Amazônia Legal (Funarte – Ministério da Cultura) e Proarte (Governo do Estado do Amazonas). E que a cantora está na fase final de captação de recursos, voltada para as empresas privadas, viabilizando assim a produção do CD.

Todas as músicas próprias já pré-produzidas – “Me chama pra pista”, “O que é melhor”, “Para musos”, “Chuva pra o amor nascer”, “Ser da cidade”, “Amor, pra mim...”, “Falta”, “É noite”.

As músicas da cantora ainda não estão disponíveis para download, pois ainda estão em versões demo. Mas os fãs e os curiosos podem ouvi-las nos perfis da cantora no site Toque no Brasil (elisamaia.tnb.art.br), no MySpace (myspace.com/elisamaiacantora), noSoundcloud (soundcloud.com/elisamaia) e assistir às suas performances nos shows, acessando o seu canal no You Tube (youtube.com/TheElisaMaia).

Riffs Desplugados apresenta Elis Maia (Último de 2011)
Data: segunda 28/11
Local: Saraiva Megastore - Manauara Shopping
Horário: 19h30
Entrada Franca !!!

Realização:
Saraiva Megastore, Sandro Nine e Coletivo Difusão

Apoio:

Cuia Coletiva – www.cuiacoletiva.com

Colaboradores:

Coletivo Canoa Cultural
Rádio Amazonas FM
Estúdio Garagem 30
ESP Studios
Paranoise Discos
Revista Intera - www.revistaintera.blogspot.com
Push Play Produções - Projeto Toca Rock
Manifesto Rock
Som do Norte - http://www.somdonorte.blogspot.com
Blog Roraima Rock n Roll - www.roraimarocknroll.blogspot.com
Canoa Pop - www.canoapop.blogspot.com
Rockazine - http://www.rockazine.com.br
Blog Som Independente - www.somindependente.blogspot.com
Blog Vertical Classic Rock . www.verticalclassicrock.blogspot.com

O projeto Riffs Desplugados agradece a todos que colaboraram para o sucesso dessa iniciativa, obrigado a todas bandas, parceiros, colaboradores, e principalmente a Saraiva Megastore por acreditar na cena autoral.

“Entender a cena é fazer parte dela”

* Publicado originalmente no Manifesto Rock

Videografia: Luê (2)


Em abril, publicamos aqui a Videografia de Luê, reunindo praticamente todos os vídeos que estavam no ar com a jovem cantora paraense, que então tinha pouco mais de 5 meses de carreira. Hoje damos prosseguimento àquela postagem. Sim, queremos seguir acompanhando desta maneira os passos de Luê, que completou um ano nos palcos no começo de novembro, em grande estilo - fazendo sua estreia solo em São Paulo (veja as fotos aqui). Um auspicioso começo de carreira, como raramente se vê, convenhamos.

Em 6 de maio, ela participou do programa Conexão Cultura Ao Vivo. No vídeo, postado no canal do Portal Cultura no YouTube no dia 13, ela canta "Campo do Meio" (Júnior Soares - Alfredo Reis). Destaque para a presença do público no estúdio (quase ao final, é possível ver o radialista Beto Fares).


No dia 26 de maio, Luê esteve pela primeira vez no palco do Teatro Margarida Schivasappa, considerado o templo da MPB de Belém, levando o show Tu Já Rainha, que fizera temporada no SESC Boulevard no mês anterior. São desse dia os dois vídeos seguintes. O primeiro é "Ave Manhã" (Nilson Chaves). As imagens são de Edvaldo Souza e Nicolau Amador, com edição de Nicolau Amador e foram publicadas no canal de Nicolau (o Nicobates) no You Tube no dia 1 de junho.


O show teve participação especial de Júnior Soares, Renato Rosas e Gaby Amarantos. Esta cantou com Luê "Merengue Latino" (Ronaldo Silva) - meses depois, participando do Conexão Vivo Belém em outubro, Gaby anunciou que esta música fará parte do CD Treme, que ela lança em 2012. O vídeo entrou no canal Musicaparaense do You Tube no dia 27 de maio.


  • Na semana seguinte, Luê participou de uma das maiores reuniões de cantoras paraenses na mesma música de que tenho notícia. Juliana Sinimbú estreava o show Nua Ideia no Teatro Cláudio Barradas, em 1 de junho, e convidou Luê, Aíla, Gigi Furtado e Lia Sophia para dividirem com ela o vocal de "Ensaboa" (Cartola). Assista o registro feito por Edvaldo Souza clicando aqui.
Também em junho, nos dias 24 e 25, aconteceram em São Paulo os primeiros shows do projeto Terruá Pará 2, no Auditório Ibirapuera, mesmo local onde foi realizado o 1, em 2006. Luê foi uma das artistas selecionadas pela curadoria do evento, que se propôs a levar ao Sudeste parte da diversidade cultural paraense. Posteriormente, o evento também foi realizado em Belém, Marabá e Santarém. Vamos ver agora uma chamada que Luê gravou convidando o público paraense para assistir a transmissão do Terruá pelo site do evento. Cada artista participante do show gravou sua chamada. A de Luê entrou no ar no You Tube em 21 de junho.


Aqui vemos um trecho do show em São Paulo, na hora em que Gaby Amarantos chama Lia Sophia e Luê para cantarem com ela "Sinhá Pureza". Logo depois Edilson Moreno canta com as três "Carimbó do Macaco" - as duas músicas são de Pinduca. O vídeo, gravado por Carlos Macapuna, foi publicado em 26 de junho.



O próximo vídeo é uma reportagem feita pelo site Saraiva Conteúdo, reportando o que foi o Terruá em São Paulo. Vemos Luê já na abertura, cantando "Sei Lá" e tendo no acompanhamento a guitarra de Felipe Cordeiro, o autor da canção. A cantora em seguida fala da emoção de estar pela primeira vez na capital paulista. Mais adiante, fala sobre o diálogo entre modernidade e tradição que faz em seu som, a partir de elementos como a incorporação da rabeca, um violino de fabricação artesanal. O vídeo, em HD, foi publicado em 15 de julho, e tem também shows e entrevistas com Lia Sophia, Gaby Amarantos e Dona Onete.



O Terruá chegou a Belém no final de julho, no Teatro Margarida Schivasappa. Houve diversas sessões extras, devido à grande procura pelo público da capital. Aqui temos um vídeo gravado por Pedrox no dia 27 de julho e colocado no ar no dia seguinte, no qual Luê e Lia cantam "Americana" ao lado do autor, Solano.


Nos dias 23 e 24 de setembro, Luê participou no Schivasappa das gravações do DVD Caldeirão Amazônico: A Festa, com o qual Mahrco Monteiro comemorou seus 25 anos de carreira. O artista convidou vários colegas para darem nova roupagem a seus grandes sucessos e a Luê coube reler “Chamegoso” (Alfredo Reis – Príncipe), o primeiro grande sucesso de Mahrco, que a lançou em 1987 no LP Mistérios. Veremos aqui um vídeo com ensaios para os shows, publicado no dia 22 de setembro por Fabrício Bastos, guitarrista da banda B3. Luê aparece cantando com Mahrco quando o vídeo atinge 1:00.



  • Esta segunda parte da Videografia de Luê não contém todos seus vídeos posteriores a abril. Há vários outros já publicados do Terruá tanto em São Paulo quanto nas cidades paraenses pelas quias o projeto passou. O próprio show de Mahrco Monteiro, citado acima, foi gravado para virar DVD. Também temos conhecimento de outros shows gravados, como por exemplo os da série Música na Estrada - Luê participou do show de Juliana Sinimbú em Abaetetuba (cantando "Santuário do Pau de Aroeira") em 18 de agosto e fez seu primeiro show solo no interior paraense em Bragança dois dias depois. Pretendemos colocar estes vídeos aqui no blog em futuras postagens. Enfim, a série "Videografia de Luê" continuará, sem previsão de término à vista!


Achou algum vídeo na rede de Luê que não esteja aqui?
Por favor, deixe o link nos comentários.


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Foi Show: Timbres e Temperos na Guiana Francesa

Texto e fotos: Carla Cabral

Aconteceu em Saint Laurent Du Maroni, na Guiana Francesa, entre os dias 10 e 13 de novembro de 2011 o Festival TransAmazoniennes, do qual participaram artistas do mundo inteiro.

A diversidade de gêneros e ritmos surpreendeu o público. De música instrumental japonesa, ao reggae da Jamaica, da experimentação da África, ao batuques Amazônicos. E assim o Festival TransAmazoniennes, mais uma vez, mostrou competência e sucesso. E a platéia, mostrou educação, disposição e empolgação com todos os artistas.

Organizado por Daniel Ho Kong King, o TransAmazoniennes acontece desde 1996 e sempre teve como princípio unir os diversos ritmos que circundam a Amazônia. Em outras edições o festival já contou com a participação dos brasileiros do Trio Manari e do grande violonista Sebastião Tapajós, ambos paraenses.

O TransAmazoniennes acontece em um espaço que outrora funcionara como prisão. Fato que torna o festival ainda mais interessante. Pois, em um local onde tantas pessoas já foram aprisionadas, reina, hoje, uma liberdade que só a arte pode oferecer.

Nesta edição, pela primeira vez, o estado do Amapá teve grandes representantes:Patrícia Bastos, Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes fizeram um show emocionante que, rapidamente, destacou a diferença rítmica dos tambores da floresta. Estes, que foram os grandes protagonistas do espetáculo, deixaram os artista à vontade para cantar e felicitar o público.

Timbres e Temperos, título do show apresentado na Guiana Francesa, revelou diversas parcerias de Enrico e Joãozinho e o público presente se contagiava, ensaiava cantar e arriscava os passos do marabaixo. Com Patrícia outros compositores como Eudes Fraga e Celso Viáfora também foram apresentados. O público, dessa vez, já gritava em português e se encantava com os ares da Caboca mais querida no norte brasileiro.

O saldo da participação do Timbres e Temperos no Festival TransAmazoniennes é mais que positivo. Além de ter alcançado um público excelente e participativo, Enrico, Joãozinho e Patrícia tiveram contatos importantes com músicos de todo o mundo. Papa Zon, músico da África, ficou encantado com as caixas de marabaixo. Com previsão de ir a Macapá ainda em 2011, já pensa em um encontro regado a muita música e simpatia que é o cartão de visita deste grande músico.

Unidos ao talento de Patrícia, Enrico e Joãozinho, estavam os músicos Alan Gomes (contrabaixo e direção musical); Fabinho (violão e guitarra); Marcelo Cardoso (sax); Jefrei Redig (teclado); Hian Moreira (bateria); Nena Silva e Paulo Bastos (percussão). Este grande time foi colaborador essencial para o sucesso do espetáculo e não faltaram elogios para aqueles que têm, nas mãos, os segredos da verdadeira música produzida na Amazônia. A produção que organizou toda essa turma tem a assinatura competentíssima da Bacabeira Produções.

A participação no Festival TransAmazoniennes trouxe para o trabalho de Joãozinho Gomes, Enrico Di Miceli e Patrícia Bastos ainda mais influências da rica musicalidade da região da Guiana, mas, principalmente, um felicidade indescritível por cantarem sua aldeia e nela se fazerem sempre presentes, mesmo em ares estrangeiros. É o vigor da música Amazônica ressoando longe!

* Compositora e produtora, musicista integrante dos grupos
O Charme do Choro e Sapecando no Choro

domingo, 20 de novembro de 2011

Oi Novo Som mapeia sons do Norte


Na quarta, 16 de novembro, o site Oi Novo Som colocou no ar a etapa Norte do seu mapeamento da nova música brasileira. A página tem um podcast em que você pode ouvir um programa de 26 minutos com os artistas e bandas selecionados - 16-Bits (PA), Caldo de Piaba (AC), Euterpe (RR), Metaleiras da Amazônia (PA), Mezatrio (AM), Mini Box Lunar (AP) e Triplugados (AM). O áudio inclui ainda um depoimento de Caio Mota, do Coletivo Difusão, comentando a cena nortista e suas peculiaridades.

A votação se dá na página linkada acima, através do botão de "Curtir" do Facebook que aparece ali. Você pode tuitar sua preferência, porém o que conta mesmo é o "Curtir". Neste momento, o Mezatrio lidera a votação, seguido de perto por Euterpe.

Quem for mais "curtido" até as 18h do dia 13 de dezembro garante uma participação no Estúdio Oi Novo Som entre fevereiro e junho de 2012. Será apenas um participante por região do país. Se houver empate, passa quem tiver o maior número de visitas na página do artista/ banda no portal Oi Novo Som (os links estão na página já citada) e, por fim, o número de compartilhamentos da banda no Twitter feitos a partir da referida página. Nesse critério, Euterpe lidera no momento, seguida de perto por Mezatrio.

O resultado será anunciado no dia 14 de dezembro.



sábado, 19 de novembro de 2011

Hopes é a primeira classificada para o TomaRRock 2011


Na foto, vemos Luciano, da banda Hopes, a classificada na primeira prévia para o TomaRRock 2011. O evento foi realizado ontem no Antique Pub, em Boa Vista, e contou ainda com a participação de Kandelabrus, Disavana e Haadj (também disputando a vaga) e Garden, fazendo o show de encerramento.

Na próxima sexta, 25 de novembro, acontece novamente no Antique a segunda prévia do TomaRRock. Disputam a última vaga as bandas Sheep, Reclive, Kadima e o rapper Arthur de Jesus. A atração especial da noite será a Mr. Jungle.

Saiba quem toca no TomaRRock dia 9/12

Enquanto acontece em Boa Vista a primeira prévia do Festival TomaRRock 2011 (nesse momento que escrevo a banda Kandelabrus está se apresentando no Antique Bar), vamos anunciar para vocês quem já está confirmado para tocar no dia 9 de dezembro: são as bandas Iekuana (RR), Nicotines (foto) e Nekrost (AM) e Dr. Sin (SP).

Vai ser o primeiro show da Nicotines fora do seu estado de origem. Formada em 2005 por Sandro Nine (vocal), Márcio Dênnis (guitarra), Frank Roos (baixo) e Lauro Henrique (bateria), a Nicotines já participou de importantes eventos em Manaus, como o Cuia Sonora, o Toca Rock e o encerramento do Congresso Fora do Eixo Norte, juntamente com a cantora Elisa Maia. Também já dividiu o palco com Underflow e Tudo pelos Ares, entre outras bandas de Manaus.


sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Agenda Belém: Joelma Klaudia no Som do Norte na Saraiva

A convidada de novembro do Som do Norte na Saraiva é a cantora e compositora Joelma Klaudia. Natural de Altamira, a artista mora em Belém desde 2003, sendo um dos principais nomes da noite da cidade, com presença frequente em bares como o Veneza e o Old School Rock Bar, onde presta tributo a artistas que admira, como Janis Joplin e Any Winehouse, além de navegar pelo repertório pop das três últimas décadas.

No pocket show que irá apresentar na Saraiva, Joelma cantará o repertório do seu CD Dias Assim, gravou apenas músicas de autores paraenses (além de três de sua autoria, também temas de Felipe Cordeiro, Renato Torres, Edir Gaya e Marcelo Sirotheau, entre outros). O disco foi lançado oficialmente com show no Teatro Margarida Schivasappa em abril de 2009. No mesmo mês, a Câmara Municipal de Belém lhe concedeu a Plaqueta Waldemar Henrique de Cantora Destaque na área da música popular. O CD teve uma repercussão surpreendente - em tempos de MP3, teve 90% de sua tiragem vendida em apenas nove meses - e rendeu ainda a Joelma o título de Cantora Revelação de 2009, recebido no Baile dos Artistas em fevereiro de 2010. Rogério Paes, do programa Cultura Pai d’Égua, da Funtelpa, dirigiu o clipe da música “Dias Assim”.

Joelma deve lançar em breve o DVD No Mundo, que gravou em Altamira no ano passado. Depois disso, dedica-se à gravação do segundo CD, com previsão de lançamento para meados de 2012. Desde agosto, tem se apresentado como solista à frente da Orquestra de Violoncelistas da Amazônia, a convite do maestro Áureo de Freitas.

Serviço

Som do Norte na Saraiva apresenta Joelma Klaudia
Espaço Benedito Nunes - Saraiva MegaStore
Boulevard Shopping – Av. Visconde de Souza Franco, 776 – Loja 233 / 2º piso, Reduto - Belém, PA
25 de novembro, sexta, 19h
Entrada franca
Realização: http://somdonorte.com.br/
Apoio: Saraiva MegaStore

Agenda Manaus: Riffs Desplugados


Desde março, o jornalista e produtor Sandro Nine realiza o projeto Riffs Desplugados na Saraiva MegaStore de Manaus, evento interativo com as bandas de rock da capital amazonense e com pontos de semelhança com nosso Som do Norte na Saraiva, que realizamos em Belém (inclusive o evento de lá tem nosso apoio).

O evento geralmente acontece às quintas, mas desta vez será num sábado - o próximo, 19 de novembro, trazendo a galera da banda Alaídenegão, que segundo Nine fez um dos melhores shows da recente edição do Festival Até o Tucupi, no começo do mês.


Formada no carnaval de 2008, carrega em seu som uma busca pelos diferentes ritmos musicais, passeando entre as mais variadas influências, do brega ao rock, do samba ao carimbó e outros ritmos regionais. Uma musicalidade que combina belos arranjos a dose certa de letras instigantes e inteligentes. A formação traz Davi Escobar (guitarra, violão, efeitos, samples e voz); Agenor Vasconcelos (contrabaixo e voz); Rafael dos Santos (guitarra); Markito Rock (trompete) e Anastácio Jr. (bateria).

A banda já circulou pelos circuitos alternativos e festivais independentes como o Festival Cauxi (Manaus-AM), Noite Fora do Eixo (Boa Vista-RR), Reveillon (Ilha de Algodoal-PA), O Bagulho é nas Alturas (Olinda-PE), além de inúmeras apresentações em bares e casas noturnas.

Alaídenegão gravou em Pernambuco seu segundo EP, intitulado Uns Todo Mundo, Outros Tudo Bem, finalizado em abril de 2010, com músicas concisas, que tem agradado ao público e crítica. No começo do mês, teve a faixa "Tecendo o Som" incluída no CD Som do Norte 2011 (http://somdonorte.blogspot.com/2011/11/central-de-abastecimento-cd-som-do.html)

Para saber mais sobre a banda: http://alaidenegao.tnb.art.br/

Projeto Riffs Desplugados apresenta: Alaídenegão
Data: Sábado 19/11
Local: Saraiva Megastore - Manauara Shopping
Horário: 19h
Entrada Franca

Realização:
Saraiva Megastore, Sandro Nine e Coletivo Difusão

Produção:
Cuia Coletiva

Colaboradores:
Coletivo Canoa Cultural
Rádio Amazonas FM
Estúdio Garagem 30
ESP Studios
Paranoise Discos
Revista Intera – www.revistaintera.blogspot.com
Push Play Produções - Projeto Toca Rock
Manifesto Rock
Som do Norte - http://www.somdonorte.blogspot.com
Blog Roraima Rock n Roll - www.roraimarocknroll.blogspot.com
Canoa Pop - www.canoapop.blogspot.com
Rockazine - http://www.rockazine.com.br/
Blog Som Independente - www.somindependente.blogspot.com
Blog Vertical Classic Rock . www.verticalclassicrock.blogspot.com


quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Foi Show: Pedrinho Cavalléro


Pedrinho Cavalléro interpretou vários de seus grandes sucessos - como "Bazar Pechincha", "Meninainha" (gravada por Nilson Chaves) e "Cheiro de Bossa" - no show que fez na última sexta, 11 de novembro, no SESC Boulevard (Belém). Estas três composições fazem parte de seu CD 21 Anos, coletânea que lançou em 2002, e que foi disponibilizado para audição pelo blog Música do Norte. Duas faixas, "Pássaro Cantador" e "Apara com Esse Namoro", podem ser baixadas.

Pedrinho também antecipou canções que estarão nos dois CDs que ele prepara para lançar ainda este ano, o Pedrinho Cavalléro 50 Anos (na realidade, já deveria ser 53, idade que o artista completou na terça, dia 8; é que o lançamento atrasou) e Belém Cheia de Bossa - Vol. 2, que gravou recentemente ao lado de Nego Nelson no Rio de Janeiro. Achou pouco? Até março, Pedrinho finaliza outro CD, que comemora os 30 anos de sua parceria com Jorge Andrade; este álbum ainda está em fase de gravações.

Perdeu o show? Não se preocupe, ele será reapresentado no mesmo local no dia 30, uma quarta, a partir das 19h, com entrada franca.


terça-feira, 15 de novembro de 2011

Filme do Dia: Toque de Mestre

Na única homenagem a Mestre Verequete no Dia do Carimbó em Belém, o SINTEPP exibiu dois documentários. O primeiro, Chama Verequete, já publicamos no blog (aqui). O outro é este Toque de Mestre, DVD dirigido por Rodrigo Cardozo que acompanha o CD de mesmo nome de Pedrinho Callado.

Participaram com depoimentos Mestre Mimimo, Mário Puska, Comendador Paulo Ferreira (Curuçá), prof. Éder Jastes (Belém), Maria Nilce, Mestre Cantídio, Mestre Pedro Roberto, Mestre Passarinho, Mestre Favacho (Marapanim). Embora uma certa rivalidade seja perceptível entre a primazia do carimbó ter nascido em Marapanim ou Curuçá (um dos depoentes fala também no Marajó, uma versão mais aceita), ninguém tem dúvidas de que tenha sido no Pará, muito embora o carimbó tenha sido localizado também no Maranhão.

Fora esse "berço", na prática impossível de saber hoje, o único ponto que me causa estranheza é a afirmação de Callado, reproduzida por escrito ao final do filme, de que não existia tambor entre os índios da Amazônia, da qual não é citada fonte. Em seu Dicionário Guarani-Português, Luiz Caldas Tibiriçá (Ed. Traço, 1984), menciona como na Amazônia os índios criaram uma verdadeira rede telegráfica, constituída de tambores semi-enterrados e amarrados por fios, com o qual se estabelecia a comunicação a quilômetros de distância.





domingo, 13 de novembro de 2011

Cinco músicas nortistas concorrem no 3º Festival de Música da ARPUB

Cinco músicas de artistas da Região Norte participam do 3º Festival de Música da ARPUB (Associação das Rádios Públicas do Brasil). A votação ocorre apenas pela internet e encerra em 9 de janeiro de 2012, às 23h59 (hora de Brasília pelo horário de verão). São duas categorias:
KLEBER GOMES – “Amor em Sustenido” (Kleber Gomes)
melhor música com letra do Festival de Música da Rádio Roraima-RR

QUÉSIA CARVALHO – “Mulher de negócio” (Quésia Carvalho)
Melhor música com letra do I Festival da Rádio 96 Fm, Redesat, Palmas - TO

TÁBITA VELOSO – “O mundo não é azul” (Allan Jorge)
melhor música com letra do Festival de Música da Rádio Cultura do Pará- PA
ANTÔNIO LIRA – “Sou Diferente”
Melhor música instrumental do Festival da Rádio Roraima - RR

TRIO PARAENSE DE VIOLÕES - “Polegar Cangaceiro”
Melhor música instrumental do festival da Rádio Cultura do Pará- PA

sábado, 12 de novembro de 2011

Duas bandas do Norte participam de votação do Compacto Petrobras


Você pode ajudar Los Porongas, do Acre, ou a Gang do Eletro, do Pará, a tocar junto com o baiano Luiz Caldas. A votação é uma iniciativa do Compacto Petrobras, projeto que cria parcerias inusitadas - no ano passado, reuniu Gaby Amarantos (PA) com Catarina Dee Jah (PE) e o veterano Pinduca (PA) com a banda Do Amor (RJ).

Para votar é muito simples: você acessa http://compacto.blogspetrobras.com.br/ e já dá de cara com a chamada da votação. Clique em "Escolha aqui e VOTE". Na página que vai abrir, você vai ver 15 dos 30 candidatos, e na página seguinte os outros 15. Basta clicar na foto da banda que você escolheu; vai abrir uma aba com informações da banda e um botão "VOTAR". Clique nele, ele vai pedir para você se logar numa rede social (Twitter, Facebook ou Google +), o que abre outra janela em seu navegador para que você autorize o login. Feito isso, o voto é automaticamente computado, e o site convida você a divulgar seu voto para seus amigos, na mesma rede que você usou para votar.

Além de Porongas e Gang do Eletro, concorrem Wado (AL), Baiana System, Vendo 147 (BA), Banda Uó, Black Drawing Chalks, Diego de Moraes (GO), 4Instrumental, Constantina, Dea Trancoso, Júlia Bosco (MG), Eddie, Jam da Silva, Nuda (PE), Nevilton (PR), Autoramas, Canastra, Eskimo (RJ), Camarones Orquestra Guitarrística (RN), Apanhador Só (RS), Bárbara Eugênia, Cérebro Eletrônico, Clara Moreno, Ini, Lestics, Renato Godá, Rodrigo Campos, Rômulo Fróes, Stop Play Moon e DJ Tudo (SP).

E quem selecionou esses 30 artistas? Patrícia Palumbo, Charles Gavin, Fabrício Nobre, Pedro Alexandre Sanches, Ana Morena, Marcelo Costa, Marcelo Santiago, Juliano Polimeno, Plínio Profeta, Marcelo Damaso e Fernando Rosa.

Festival TomaRRock já movimenta Boa Vista


A pedido das bandas que tocariam nesta sexta (11), as prévias do Festival TomaRRock foram adiadas para os dias 18 e 25. A programação de bandas concorrentes na primeira prévia continua a mesma e a ordem das apresentações foi decidida. Hopes será a primeira a se apresentar no dia 18, seguida por Kandelabrus, DiSavana e Haadj. A Garden será a atração especial na Prévia I e a Mr. Jungle tocará na prévia do dia 25, na qual concorrerão as bandas: Reclive, Sheep, Kadima e o rapper Arthur de Jesus.

Uma banda será eleita por prévia, as vencedoras tocarão no evento principal do Festival TomaRRock, nos dois últimos dias de música (9 e 10/12). As duas prévias do Festival acontecem no Antique Pub, a partir das 21h, nos dias 18 e 25/11, com ingressos a R$10.

O 4º Festival TomaRRock de música e artes integradas acontece entre os dias 1 e 10 de dezembro e além das atrações musicais trará apresentações de teatro, o lançamento da revista em quadrinhos Let's Rock, exposição de fotos, mostra de vídeos, oficinas, palestras e debates. Como atrações nacionais, o TomaRRock terá o rapper Emicida e as bandas Dr. Sin e ForFun.


quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Foi Show: Luê em São Paulo


Luê fez na noite desta terça seu primeiro show solo em São Paulo, na Choperia do SESC Pompeia.



As imagens são de sua conterrânea, a cantora e fotógrafa paraense Natália Matos.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Globo Repórter grava reportagem com Orquestra de Violoncelistas da Amazônia


Uma equipe do Globo Repórter, da Rede Globo, irá gravar o concerto que a Orquestra de Violoncelistas da Amazônia realiza na sexta, 11 de novembro. A produção do programa chega a Belém na própria sexta e permanece até domingo, acompanhando o dia-a-dia de alguns dos músicos mais jovens da Orquestra. O programa irá ao ar no dia 23 de dezembro.

O concerto será realizado durante o intervalo da 9ª Mostra de Intérpretes da UFPA, no momento em que os jurados estiverem avaliando a performance dos concorrentes. A Mostra inicia às 19h, no Ginásio de Esportes, localizado no 2º portão da UFPA, com entrada franca. Participam do concerto as cantoras Joelma Klaudia e Gabi Florenzano (vocalista da banda Álibi de Orfeu), interpretando, respectivamente, "Back to Black" (Amy Winehouse) e "Fears of the Dark" (Iron Maiden).
  • Joelma Klaudia - A cantora paraense que melhor interpreta músicas em inglês é natural de Altamira e atua em Belém desde 2003. Lançou em 2006 o CD Dias Assim. Para o início de 2012, planeja o lançamento de seu primeiro DVD, gravado no ano passado, e a gravação do segundo CD. Desde agosto, tem participado dos concertos da Orquestra de Violoncelistas da Amazônia, cujo regente, o maestro Áureo de Freitas, não lhe poupa elogios. O público de Belém pode ouvir Joelma às terças no show Janis e Outros Rocks no Old School Rock Bar e às sextas com repertório pop dos anos 80 e 90 no Bar Veneza. Na quinta, 10 de novembro, ela se apresenta também no Marujos Bar da Estação das Docas, a partir das 22h.
Saiba mais

Leia os perfis que escrevi para o Pará Música:

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Última turma de 2011 do Curso à distância de Jornalismo Cultural recebe inscrições até dia 9


Encerram na quarta-feira, 9 de novembro, as inscrições para a quarta turma deste ano do Curso à distância de Jornalismo Cultural, ministrado pelo editor deste blog, o jornalista cultural Fabio Gomes (à esquerda, em foto de Tainah Fagundes). As aulas iniciam no dia 14, segunda-feira. O curso é destinado a jornalistas, estudantes de Jornalismo, e outras pessoas que escrevam sobre temas culturais na imprensa e na internet.

Fabio Gomes prevê que esta seja a última turma a ser aberta no ano, já que é comum que, nas turmas abertas em dezembro, devido às atividades normais de finais de ano (provas, festas, viagens), os alunos acabem não tendo o tempo necessário para se dedicar ao curso. "Isto já aconteceu em anos anteriores, é claro que como o aluno tem atendimento individualizado sempre podemos ajustar o ritmo do curso à necessidade do aluno", explica.

O Curso à distância de Jornalismo Cultural é uma adaptação do Curso de Jornalismo Cultural, que Fabio Gomes elaborou em 2005 a convite da Fundação Getúlio Vargas e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo. Na versão à distância, o curso existe desde 2006, já tendo atendido alunos do Acre, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo. No programa, constam temas como conceitos de Cultura e Jornalismo Cultural, História do Jornalismo Cultural no Brasil e no mundo, construção do texto em Jornalismo Cultural, além de formação e mercado de trabalho na área.

A ficha de inscrição e maiores informações estão disponíveis no blog Jornalismo Cultural

Saiba mais
  • No dia 21 de novembro, segunda, a partir das 19h, Fabio Gomes realiza no Espaço Benedito Nunes da Saraiva MegaStore de Belém o primeiro encontro Vamos Falar de Jornalismo Cultural?, cuja proposta é reunir jornalistas, artistas e estudantes de Jornalismo para uma conversa informal sobre temas ligados à profissão. Entrada franca.

Oportunidade Brasil: 4º Festival Quebramar


Até 7 de novembro, bandas de todos os estados brasileiros ou mesmo do exterior podem se inscrever para tocar no Festival Quebramar, que acontece em Macapá de 6 a 11 de dezembro.

A oportunidade só não vale para bandas do Amapá, cujo prazo se encerrou no dia 30.

Serão destinadas duas vagas via edital a bandas de fora do Amapá.

Para se inscrever, acesse http://festivalquebramar11.tnb.art.br/

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Central de Abastecimento: CD Som do Norte 2011

Para comemorar os 27 meses da entrada do blog no ar, lançamos hoje como Disco do Mês de novembro o CD Som do Norte 2011, reunindo 14 músicas gravadas do ano passado pra cá por artistas e bandas do Amapá, Amazonas, Pará, Roraima e Tocantins. Todas as faixas podem ser ouvidas no blog Música do Norte. Destaques para a faixa de abertura, "Futuro Bom", gravação da Jamrock que lançamos neste disco, e para o registro ao vivo de Luê em "Sei Lá", de Felipe Cordeiro. A faixa de Leonardo Coelho de Souza faz parte do CD Joá, que o pianista lança nos próximos dias.


CD SOM DO NORTE 2011
Coletânea – Lançamento comemorativo aos 27 meses do Som do Norte

1 – FUTURO BOM - Jamrock (RR) 2011
2 - NÃO SEI - SIM (Sinais Invertidos de um Mágico) (PA) 2011
3 - MAITÊ DANÇA - Leonardo Coelho de Souza (PA) 2011
4 - SEI LÁ - Luê Soares ao vivo (PA) 2011
5 - EU SOU CABOCLO – J. Mendonça (AM) 2010
6 - TECENDO O SOM - Alaídenegão (AM) 2011
7 – ANGELA DUST - Boddah Diciro (TO) 2011
8 - A FUGA - Superbad (PA) 2011
9 - TARDE DEMAIS - Banda Genezis (AP) 2011
10 - MEU PASTOR - Heloim (AP) 2010
11 - SERIAL KILLER - Banda Profetika (AP) 2010
12 - DIA DO TREINAMENTO - Amatribo (AP) 2010
13 - BLOODPATH - Marttyrium (AP) 2010
14 - RR - A Trip to Forget Someone (PA) 2011

Formato - MP3 - 128 kbps - 44 KHz
Duração - 51:45
Lançamento virtual - 3.11.11

Download

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Resposta - Contrate artistas de Belém


Obrigado por entrar em contato!

Retornaremos em seguida, para informar cachês e demais dados referentes às bandas que você indicou, e iniciarmos a negociação visando tornar seu evento um grande sucesso!

Fabio Gomes
Editor do Som do Norte

Ouça as músicas do Boi Garantido que estarão no DVD Canibália, de Daniela Mercury


A cantora Daniela Mercury lança finalmente agora em novembro o DVD Canibália - Ritmos do Brasil, gravado na noite de Ano Novo na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, com participação do Boi Garantido de Parintins em duas músicas - duas toadas amazonenses: "Paixão de Coração" e "Vermelho". As músicas não fazem parte da edição em CD do show.

Ouça as músicas abaixo e não deixe de visitar o site da cantora, onde você poderá ouvir todas as faixas do DVD e também do CD, além de ler as letras e assistir 13 minutos do DVD.

17 - Paixão de Coração (Demétrius Haidos - Geandro Pantoja)






18 - Vermelho (Chico da Silva)







"Paixão de Coração" aparece aos 8:11 do vídeo. Aos 12:44, Daniela chama o Garantido para participar do final com "O Canto da Cidade".

Dia 3 tem lançamento do CD Som do Norte 2011 !


Encerrou agora à 1h da manhã (horário de Belém), que corresponde à meia-noite nos estados do Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima, o prazo para inscrição de músicas na seleção do CD virtual coletânea Som do Norte 2011. Recebemos 14 inscrições, mas precisamos desconsiderar duas - numa, o artista deixou de enviar o áudio; noutra, o nível de gravação estava abaixo do aceitável e o músico não atendeu nosso pedido de substituição da gravação ou da música inscrita. Além disso, houve uma inscrição de São Paulo, evidentemente descartada porque a seleção era restrita a trabalhos de autores e intérpretes da Região Norte.

Como o número de músicas (12) é praticamente o que pretendíamos incluir no CD (14), não faz sentido abrir uma votação, que se justificaria caso fossem mais de 14 inscritos, a fim de definir quem entraria no CD. Por isso, e também porque a banda cujo EP lançaríamos como Disco do Mês de novembro nos informou que o disco ainda não está pronto, decidi fazer o seguinte:

1 - não vai haver votação, o CD terá as 12 músicas inscritas, mais duas selecionadas diretamente por mim, completando-se assim as 14

2 - o CD virtual coletânea Som do Norte 2011 será o Disco do Mês de novembro

3 - o Disco do Mês de dezembro será o EP da banda que lançaríamos em novembro

4 - devido à antecipação do lançamento, fica suspenso também o concurso de designers para elaboração da capa do CD, etapa que levaria um mês (aconteceria em paralelo à votação).

Então, preparem-se! O lançamento do CD virtual coletânea Som do Norte 2011 será no dia 3 de novembro, comemorando os 27 meses do blog! Quem viver, ouvirá!


Na Rede: Gaby Amarantos em destaque na Folha de S. Paulo


Nesta segunda, um dia após o final do Conexão Vivo Belém, um dos maiores expoentes da cena paraense foi destaque na Folha de S. Paulo. O jornal dedicou a capa de seu caderno cultural "Ilustrada" a Gaby Amarantos. Os textos são de Marcus Preto, que esteve em Belém cobrindo o Conexão, as fotos de Carlos Ceconello:
  • Gaby Amarantos extrapola fronteiras regionais em 1º disco solo - Preto começa citando Carlos Eduardo Miranda, um dos produtores do CD Treme, que Gaby lança em 2012: "A voz da Gaby tem potencial para entrar na briga com qualquer Ivete Sangalo, com qualquer Claudia Leitte". Preto segue na linha baiana, afirmando que seu papel agora junto à música paraense é semelhante ao que Daniela Mercury desempenhou há 20 anos: "(ela) Decodificou um ritmo até então tido como "exótico" aos ouvidos do resto do país." - http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/999163-gaby-amarantos-extrapola-fronteiras-regionais-em-1-disco-solo.shtml

  • Efervescente, cena paraense interage com tradição - Aqui Preto traça um amplo panorama da cena atual do Pará, a partir da amostra fartamente significativa servida pelo Conexão Vivo Belém 2011. Observa, corretamente, que "O carimbó, a guitarrada, a lambada e o brega herdado de Alípio Martins e Frankito Lopes servem de espinha dorsal para quase todos os novatos do festival." (conforme eu já havia apontado em dezembro do ano passado no texto O Novo Som de Belém - http://somdonorte.blogspot.com/2010/12/o-novo-som-de-belem.html). O que soa estranho no texto de Preto é a divisão espacial que ele traça entre os artistas que integram tradição e inovação - uns, que estariam mais do lado da tradição (ele cita Aíla, Lia Sophia, Juliana Sinimbú e Iva Rothe), fariam esta integração pela direita, enquanto a Gang do Eletro faria isso pela esquerda junto com Gaby (não fica claro se Gaby também realiza a integração pela esquerda, ou em que posição estaria então). Preto se equivoca ao apontar o violonista Sebastião Tapajós (a quem confunde com o já falecido compositor carioca Maurício Tapajós) como integrante do novo movimento - http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/999165-efervescente-cena-paraense-interage-com-tradicao.shtml