Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Rinaldo Santos: Música e literatura unidos em exposição em São Paulo

O trabalho Musicontos e Poemúsicas, do artista rondoniense Rinaldo Santos, está exposto ao público desde 19 de julho na galeria de artes do SESI, na Avenida Paulista (São Paulo), dentro da programação do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica - FILE 2011. A mostra encerra em 21 de agosto. Rinaldo também é um dos integrantes da banda Soda Acústica.

Musicontos e Poemúsicas participou em 2010 do Festival Internacional da Imagem em Manizales, Colômbia, na categoria de Paisagem Sonora e também no “AMAZÔNIA, A ARTE”, catálogo e exposição, idealizado pelo Museu Vale da Fundação Vale, que revela artistas com trajetórias distintas, consolidadas ou em desenvolvimento, na região amazônica.

Os trabalhos expostos são composições que exploram a Música e a Literatura, a tal ponto, que já não possam ser classificadas como música ou conto, poema ou música, por serem instantaneamente ambas as coisas.

Nos Musicontos, os sons formam uma narrativa curta em que os conflitos e sentimentos da trama não nos chegam pelas formas convencionais escritas ou verbais, mas direcionados, primeiramente, aos nossos ouvidos, através de citações e metáforas sonoras de um possível subtexto, para serem escutados tantas vezes quanto necessário.

Sem Pressa


Ouça Sem Pressa




baixe sem pressa (mp3)

(Para conhecer outros trabalhos da série, clique aqui).

Já nas Poemúsicas, a música não aparece como um fundo musical do poema. Tampouco o poema figura como um parêntese da música. São invenções sonoras intencionalmente poéticas. Quando juntos, os discursos sonoros e literários atuam em simultaneidade e similaridade de importância.

Rinaldo Santos prepara para breve o lançamento de um CD, que está gravando nos estúdios HAICAI e LECAOS, em parceria com o Coletivo C.A.O.S. e apoio da ACME-Associação do Coletivo Madeirista.

* Agradecimento: Janaína Leity,
de Porto Velho

Nenhum comentário:

Postar um comentário