Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Foi Show: Patricia Bastos (com participação involuntária do Arraial da Pavulagem)


Ontem a cantora amapaense Patricia Bastos fez um show maravilhoso, cantando pela primeira vez solo em Belém (anteriormente fez participações em shows de Felipe Cordeiro e Leandro Dias, e ano passado dividiu o palco com Joãozinho Gomes e Enrico Di Micelli no projeto Timbres e Temperos). No show, dirigido por Alba Maria, houve duas participações de instrumentistas: a bandolinista Jade Moraes (d'O Charme do Choro), em uma canção, e o acordeonista acreano Chico Chagas (que, de passagem de Belém, tocou num acordeon Todeschini cedido por Luiz Pardal), num bloco completo e ainda no bis (que repetiu o "Baião Psicodélico" de Zé Gonzaga). Mas o melhor momento do show, que apresentou ao Pará o repertório do CD Sobretudo, foi uma participação especial completamente inesperada.

O show aconteceu no SESC Boulevard, que fica num prédio quase vizinho à sede do Arraial da Pavulagem. Em dado momento, começou a se ouvir, forte, um som de percussão vindo da rua - era o cortejo do Arraial ensaiando no Boulevard Castilho França (como o show foi no café do SESC, o som da rua chegava muito forte até nós). Reconhecendo na marcação o ritmo do marabaixo, Patricia começou a cantar "Eu Sou Caboca", fora do roteiro previsto. Vocês podem não acreditar, mas o encaixe foi perfeito, inclusive a bateria do Arraial (que nem desconfiava do que acontecia no café do SESC) fez um breque exatamente no momento em que a canção tem uma paradinha! Sério! Um momento de alta e rara emoção, valorizado pela direção musical de Floriano que, ao violão, coordenou rapidamente com os outros músicos (Edgar Matos - piano, Adelbert Carneiro - baixo e Edvaldo Cavalcante - bateria) uma harmonia que emoldurasse a beleza do momento.
  • Na madrugada de hoje, Patricia voou para Maringá, onde canta duas músicas do CD Eu Sou Caboca (a faixa-título e "Demônio de Batom") na noite desta sexta no Femucic, que também recebe a amazonense Karine Aguiar e o amapaense Cley Luna - saiba mais aqui. E semana que vem, na próxima quinta, 9, volta ao SESC Boulevard para cantar o repertório inteiro desse seu mais recente CD. Imperdível.

3 comentários:

  1. Sempre nos ensaios quando passamos ali no sesc eu imagino que estamos atrapalhando os sows, mais saber que contribuimos para o show da Patricia Bastos é otimo.

    ResponderExcluir
  2. Desta vez pareceu até combinado, não atrapalhou em nada!

    ResponderExcluir
  3. Eu tive a oportunidade de ver Patrícia Bastos no teatro das Bacabeiras em Macapá. Fiquei admirado com a voz desta menina, isto foi em 2004. Eu sei que ela ainda vai estourar neste Brasil continental pois o povo brasileiro merece disfrutar do talento desta Macapaense.

    ResponderExcluir