Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

segunda-feira, 7 de março de 2011

Foi Show: Grito Rock Boa Vista

Pelo Núcleo de Comunicação do
Coletivo Canoa Cultural

A capital de Roraima não teve sua tradicional festa carnavalesca em 2011. A quarta edição do Grito Rock Boa Vista foi uma das opções para os roraimenses que procuraram um programa alternativo durante o final de semana. O festival de artes integradas trouxe música, cinema, teatro e debates culturais para aqueles que visitaram o Palco Velia Coutinho.

A manhã e tarde do sábado foram usadas para a parte didática do Festival. Oficinas com temas artísticos e uma mesa redonda que debateu a circulação de artistas e a criação de microrrotas entre os Estados do Norte do Brasil foram disponibilizadas ao público.

- Essa é a parte formativa do nosso Festival. Não queremos trazer só festa ao público. As oficinas e a mesa redonda são formas de trazer conhecimento e fomentar o debate cultural. Quem participa do Grito tem diversão e pode aprender coisas relevantes - afirmou Vinícius Tocantins, organizador do evento e mediador da mesa redonda sobre Microrrotas de Circulação no Norte do Brasil.

A noite de sábado deu início as apresentações artísticas do Grito Rock. Cinco bandas de Boa Vista, uma de Manaus, o cantor Neuber Uchôa (na foto de abertura da matéria, com o apresentador Victor Matheus) e a Cia. de Teatro Arteatro se apresentaram no evento. Ao lado do palco ainda era possível assistir uma mostra de filmes independentes organizada pelo Coletivo Difusão de Manaus, grupo parceiro do Coletivo Canoa Cultural que veio a Boa Vista participar da produção do GR 2011.

No final da noite de sábado a chuva chegou ao palco do Grito Rock, mas o público não foi para casa e a banda amazonense Roodie, principal atração da noite, pôde tocar para aqueles que não abandonaram o Velia Coutinho. A primeira noite de Grito Rock Boa Vista-RR 2011 foi fechada com a performance da banda roraimense AltF4.

- Apesar da chuva foi um evento muito bom. Não teve só rock, assistimos teatro, filmes, o roraimeira de Neuber Uchôa, acredito que o povo gostou, tanto que não foi embora, mesmo com a chuva - analisou a vendedora Elisângela Hartmann.


O domingo (6) contou com uma programação semelhante à do sábado. Viverde, Elvis From Hell, Sheep, Kandelabrus (foto do final da matéria)e JamRock (acima) representaram o RR Rock, o poeta Eliakin Rufino (à direita) trouxe a música Roraimeira, a Cia. Locômbia apresentou seu teatro de rua com a esquete O Cavaleiro Perfumado e a banda amazonense Tudo Pelos Ares (abaixo) foi a atração estrangeira da noite, a qual não contou com a chuva do dia anterior.


- Foram dois ótimos dias. Apesar de não ter sido perfeito, alcançamos a maturidade do Grito Rock Boa Vista. Agora vamos levantar a tenda e pegar o caminho de Pacaraima para realizar o Grito Rock na fronteira, esse será nosso grande desafio - disse Manoel Vilas Boas, presidente do Coletivo Canoa Cultural.


Nenhum comentário:

Postar um comentário