Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Foi Show: Amor Amor 2011


Tem gente que passa o dia fazendo nada / Tem gente que gosta de plástico bolha / Tem gente que prefere o tédio de uma tarde calma/ E eu quero mais é tocar fogo nesta porra!

São estes (com algum possível lapso de memória meu, pois não gravei nem anotei) os versos do refrão que abre a música "Salto Mortal", que Lia Sophia apresentou agora há pouco no palco do Teatro Margarida Schivasappa, na volta do show Amor Amor ao palco onde estreou em maio do ano passado, na ocasião do lançamento de seu 3º CD, nosso Disco do Mês de maio de 2010. E, conforme ela anunciou quando eram 20h45, seu 4º CD irá se chamar, justamente, Salto Mortal.

O show Amor Amor aconteceu hoje por convite da direção do Teatro, que tem usado as quartas-feiras para shows solidários - os ingressos consistem na doação de alimentos, mais um valor simbólico (hoje foi R$ 1), para fins de liberação do evento junto ao ECAD. Os alimentos serão encaminhados à Cruz Vermelha Filial Pará para doação ao Centro Comunitário do Bairro do Marco, aqui em Belém.

Tivemos nesta noite, portanto, a união do útil (a ajuda a quem precisa) com o agradável (o show mostrou mais uma vez que Lia é uma artista de altíssimo nível). Várias canções já conhecidas do público de Lia ganharam novos arranjos: "Amor Amor", que abriu o show, ganhou toques jazzísticos, já "Longe de Você", que contou com a participação especial de Arthur Espíndola, ficou bem mais pop. A outra participação foi de Juliana Sinimbú, que cantou com Lia uma música que as duas já gravaram, "Um Poema de Amor" - Lia no já citado Amor Amor, Juliana no CD Banpará - A Força de um Povo (2009). Foi um momento muito emocionante, mas nada superou no quesito emoção a beleza do teatro lotado cantando "Ao Pôr do Sol" (a própria Lia chegou a enxugar uma lágrima ao final, dizendo "Olha só o que vocês fazem comigo!").

Lia e Juliana, esta com a jaquetinha
que ficou famosa no Municipal

Além de "Salto Mortal", Lia cantou outra inédita sua, a ótima "Ai Menina" (O que é que eu vou fazer com seu rebolado?...), que já pinta como um grande sucesso e foi a escolhida para o bis. Falando em inédita, os convidados também apresentaram, cada um, uma inédita de sua própria autoria: Arthur prometeu que logo vai gravar "Aos 4 Ventos", e Juliana brilhou novamente na lambada "Simpatia", com o brilho reforçado pela superbanda que Lia reuniu, com alguns dos melhores músicos de Belém: Davi Amorim (guitarra), Adelbert Carneiro (baixo), Daniel Delatuche e Esdras de Souza (sopros), Jacinto Kahwage (teclado), Edvaldo Cavalcante (bateria) e Pro.efX (bases eletrônicas). Pro.efX acrescentou uns timbres de cuíca ao final de "Simpatia", e também teve intervenção destacada na canção seguinte, "Uma Noite em Moscou", uma das três na qual Lia tocou violão - as outras duas foram "Eu te Amo meu Amor" (onde fez uma base para o belo solo de Davi) e "Eu Só Quero Você", que fez parte do 1º CD de Lia, Livre (2005), assim como a já citada "Longe de Você" e "Boca", que ganhou tons de dance music. Do 2º CD, Castelo de Luz (2009), a única incluída foi "A Flor", num novo arranjo, pop com mais peso. Falando no 2º disco, um dos bregas que Lia cantou nesse show que eu não conhecia - "Só Castigo" -, pelo tema e pelo arranjo quase rock, me lembrou "Minhas Verdades", do Castelo... Outro brega que eu não conhecia e que ficou lindo no doce arranjo que contou com o backing vocal de Delatuche foi "Quando Chegar o Amanhã" (uma que inicia com o verso Me olhas...).



Falei de todas? Faltaram duas: "Minha Amiga", outra que o público sempre canta junto, e a canção que encerra o CD e o show, "Tchau Tchau Amor".

As fotos foram publicadas agora à noite pela minha mais nova amiga & parceira, a Joana Vieira, do blog JoanaVieiraPontoCom. Clique aqui para ver a postagem dela.

Ah, falando em parceria: assim como na quinta passada, Juliana e Lia voltaram a prometer que em breve estarão compondo juntas. Lia chegou a falar num show das duas, só com composições delas próprias! Aguardamos ansiosamente!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário