Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Nós na Rede: 4ª Noite Som do Norte


A meu convite, a jornalista Yorranna Oliveira esteve na 4ª Noite Som do Norte, no Biriteiro Bar, anteontem. Suas impressões estão em Irreverência, novidades e show inacabado na 4ª Noite Som do Norte, longo texto que ela publicou agora pela manhã em seu blog. Ela comenta o processo de seleção das bandas feito através de inscrições aqui no blog em janeiro, e destaca a participação de Pablo Belusso ("fez um show para os casais apaixonados, com músicas autorais e covers de Creedance e Maná") e Mostarda na Lagarta (Ver o vocalista cantando ...“Sou é da galera da golada/traz um balde de gelada que a festa vai rolar...” já vale a noite), enquadrando a banda na " tendência que já ganhou forma na cidade: aceitar que o tecnobrega existe além da periferia e das fronteiras territoriais.

A participação da Paris Rock mereceu ressalvas de Yorranna, tanto pela performance do vocalista Maurício Maumau (que ela chamou de forma ‘Los Hermanos’ nada original de cantar) quanto pelo final abrupto do show: "A Paris Rock mal começou a tocar - cerca de 20 minutos - e parou. De repente. Sem muitas explicações dos integrantes, deixando o público (mesmo que pequeno) sem entender nada."

Ao final do texto, ela anuncia nossa próxima festa para o dia 24 de março, no Café com Arte, que terá Monovox e uma banda com a qual ainda estamos negociando (conforme eu disse e ela publicou, "se der certo, vai ser uma agradável surpresa"). Também já confirmou participação a DJ Juliana Carvalho (foto).

Vem aí o 2º CD de Juliele

A cantora amapaense Juliele esteve em Belém entre os dias 16 e 20 de fevereiro, trabalhando na produção de seu segundo CD, intitulado provisoriamente Balé de Luz e com lançamento previsto para este primeiro semestre. Acompanhei a gravação na quinta, 17, quando, com a direção do maestro Manoel Cordeiro, Juliele esteve no estúdio Midas colocando voz nas faixas "Filha de Iemanjá" (inédita que recebeu de Evaldo Gouveia), "Novo Amor" (Edu Krieger), "Amor Amor" (Magno - André Carlos) , num arranjo brega-blues, e "Marudá/ Canto de Carimbó" (Vital Lima) - gravando quase todas de primeira, Cordeiro fez ao menos dois takes de todas só por garantia. No mesmo dia, três backing vocals profissionais (Susane Cavalcante, Simone Portela e Suelene Oliveira) gravaram o coro de 7 canções, entre elas "Eterna" (outra inédita, de Manoel Cordeiro e Osmar Júnior) e "Quando Chegar o Amanhã". Na sexta, o trabalho prosseguiu, inclusive com a gravação de metais. As bases das músicas foram gravadas em Macapá.

Já no sábado, dia 20, Juliele reuniu amigos da música e da imprensa no Bar do Mário (oficialmente, Boiúna) para apresentar uma prévia do disco. Ao lado de Manoel Cordeiro e Kleber Benigno (o Paturi do Trio Manari), interpretou "Marudá/ Canto de Carimbó" (repetindo mais adiante o pot-pourri num dueto com Pedrinho Callado), "Filha de Iemanjá", "Novo Amor", "Balé de Luz", "Amor Amor","Pérola Azulada", "Eterna" e "Quando Chegar o Amanhã", encerrando com "É Hoje" atendendo um pedido dos convidados, que queriam ouvi-la cantando um samba. Também cantaram nessa agradável noite Andréa Pinheiro (acompanhada por Nego Nelson ao violão, e tendo na percussão Paturi e Diego Leite, que é o violonista do Sapecando no Choro), Almino Henrique (que apresentou a inédita "No Tubo"), Dulci Cunha, Patrícia Rabelo (que, acompanhada pelo violonista Marcelo Sirotheau, cantou clássicos como "Pela Décima Vez", de Noel Rosa), Eudes Fraga, Marcelo Pyrull (apresentando temas de seu projeto que relê músicas dos Beatles em ritmos nortistas). Felipe Cordeiro acompanhou o pai, Manoel, em uma música. A cantora Sol, acompanhando-se ao violão, e o poeta Dand M (acompanhado por Almino Henrique) encerraram a noite.


A imagem acima é de outra prévia do 2º CD, um disco com 8 faixas que Juliele lançou na Casa de Choro Ceará da Cuíca (Macapá), em 22 de dezembro de 2010, no show Juliele in Luzes. Na sequência você ouve o disco na íntegra. Apenas duas destas músicas ("Balé de Luz" e "Pérola Azulada") devem entrar no CD que está sendo gravado, em novas gravações. Curiosidades: "O Céu de Dante", instrumental, reúne os violões de Manoel Cordeiro e Dante Ozzetti; "Canção do Amapá" é o Hino do Estado. Este já é um CD raro: foram feitas 500 cópias para venda no dia do show (a compra de uma mesa dava direito a um disco) e, atendendo pedidos dos fãs, fez-se dias depois nova tiragem de 200, vendidos nas bancas de Macapá (uma peculiaridade local). Não deverá ser encomendada nova prensagem.

JULIELE IN LUZES - 2010

1 - Balé de Luz (Manoel Cordeiro - Fernando Canto)


2 - Luz do Mundo (Manoel Cordeiro - Ronery)


3 - Ao Pôr do Sol (Firmo Cardoso - Dino Souza)


4 - Pérola Azulada (Zé Miguel - Joãozinho Gomes)


5 - É Hoje (Didi - Mestrinho)

6 - O Céu de Dante (Manoel Cordeiro - Dante Ozzetti)


7 - Noite Feliz (Franz Gruber)


8 - Bônus Track: Canção do Amapá (Oscar Santos - Joaquim Gomes Diniz)



Ficha técnica:

Diretor de produção – Carlos Lobato
Produção executiva – Juliele
Estúdio de gravação – MC Stúdios da Amazônia por Manoel Cordeiro
Estúdio de mixagem e masterização -Tarumã Estúdio por Jorge Luís
Músicos convidados – Nena Silva e Valério de Lucca
Fotografia – Marcelo Mossmann
Design e criação – Mike Chagas
Produzido por Manoel Cordeiro

Mensagem: "A música é a mais legítima expressão dos sentimentos da alma humana e que nos leva à felicidade quando podemos criar, cantar, tocar músicas, juntos..." (Manoel Cordeiro)

Granell divulga clipe do primeiro CD


Além do clipe da Aeroplano, que estreou sexta, outro clipe da programação atual da MTV tem presença paraense: trata-se de "Pra Você", da banda Granell. O baixista, Josué Torres, é natural de Tucuruí; Ênio Torres (vocal e guitarra), seu irmão, morou por 10 anos no Pará. Completa a banda o baterista Lucas Medina. O trio mora na cidade de Sete Lagoas (MS).

A canção faz parte do primeiro CD da banda, recém finalizado. O clipe já foi exibido no Lab MTV, Multishow, Canal Brasil e CNT, e também pode ser visto no canal da Granell no YouTube.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Foi Show: Autógrafos de Jeanne Darwich


Publicamos há pouco em nosso Flickr 11 fotos como esta, feitas por Marivaldo Pascoal na noite de autógrafos do CD Voz do Sentimento, de Jeanne Darwich, selecionadas por ela mesma. Veja o álbum.


O evento aconteceu na sexta, 11 de fevereiro, na Estação Saúde (Belém), e foi um grande sucesso. Basta dizer que, tendo sido marcado para as 19h, ainda se registrava a chegada de várias pessoas após as 22h. Marcaram presença as cantoras Gigi Furtado e Alexandra Senna.

A noite contou com o patrocínio da Unimed Belém e o apoio do Pólo Cultural da Unimed, Sol informática, Insumos da Amazônia e Abelhuda, além do Sr. Ernane Malato e da Sra. Ana Tereza Castro.

Por enquanto, Jeanne não tem previsão de quando será o show de lançamento do CD. Outra noite de autógrafos deve acontecer no dia 11 de março, na Big Ben da Batista Campos.

Voz do Sentimento, o 2º CD de Jeanne, foi nosso Disco do Mês de janeiro. Ouça-o na íntegra clicando aqui.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Agenda Belém: 4ª Noite Som do Norte


É hoje a 4ª Noite Som do Norte! Nossa primeira festa de 2011 irá acontecer neste sábado, 26 de fevereiro, sábado, no Biriteiro Bar, um novo espaço que foi inaugurado em janeiro e fica na Senador Lemos, 242, quase esq. com Wandenkolk. A realização da Noite numa casa nova tem tudo a ver com o conceito que elegemos para nossa festa em 2011: a novidade. Pretendemos que, além de se divertir, no nosso evento você conheça novidades musicais (sejam elas bandas, músicas, CDs, tendências...) - exatamente como acontece todo dia aqui no blog! Já que falamos de novidade: a Paris Rock irá lançar neste show de hoje uma nova música, um brega composto em parceria pelo guitarrista Yuri com Fernando da banda brasiliense Brow-Há!

As atrações da festa são:
  • Pablo Belusso - Direto de Rondon do Pará (PA), ele faz na Noite Som do Norte o show de lançamento em Belém do seu 1º CD, Poema Urbano, que já está à venda nas Lojas Ná Figueredo
  • Mostarda na Lagarta - A irreverente banda de Belém toca seus sucessos, que fizeram parte do seu show no recente Festival Se Rasgum (foto abaixo) e que estarão no CD virtual que a galera prepara para lançar em breve

  • Paris Rock - A banda de pop-samba-rock teve presença marcante nas 1ª (foto) e 2ª edições da Noite Som do Norte, e volta ao evento por indicação da Mostarda na Lagarta (ao se inscrever em nosso cadastro, cada banda indicou com quem gostaria de tocar).
  • A DJ Mandy, da Peggy, teve presença marcante na 3ª Noite Som do Norte, em dezembro, e agita novamente nossa primeira festa do ano com seu set de punk, indie, rockabilly, surf music e grunge.
  • Você - Sim, a Noite Som do Norte só é completa com a sua presença!
Ingressos
  • Os ingressos para a Noite Som do Norte custarão R$ 15,00 até as 23h do dia da festa, e R$ 20,00 a partir desse horário. Chegue cedo! A bilheteria do Biriteiro abre hoje às 21h.
  • Lista amiga - Se você acha que não vai chegar cedo, mas quer garantir o pagamento de apenas R$ 15,00, mande seu nome para o e-mail musicadonorte@gmail.com até as 18h do dia 25, sexta, véspera da festa. Envie o nome completo, como consta em seu RG ou no documento que você irá apresentar em nossa bilheteria.
Local da festa
  • Biriteiro Bar - Esta nova casa de Belém se destaca por oferecer as bebidas a preço de custo. O proprietário, Jonilson Pinto, me enviou a tabela do dia 8/2/11 (pode haver alterações até o dia da festa, já que ele repassa integralmente as oscilações de preço, para mais ou para menos, feitas pelos fornecedores):
  • Skol Litrão R$ 3,29
  • Skol 600 R$ 2,49
  • Caipirinha R$ 0,49
  • Ice Smirnoff R$ 1,99
  • Skol Beats R$ 1,99

Maratona Voyage - Take 2


O ato final da Maratona Voyage, marcando o dia de lançamento do primeiro CD (este que vemos ao lado) da banda Aeroplano, esteve à altura do primeiro (o pocket show acústico que superlotou o Espaço Benedito Nunes da Saraiva no Finais de Tarde..., horas antes). A lamentar, talvez, apenas a pouca presença de público no Café com Arte, algo inesperado (ao menos por mim) numa festa Se Rasgum Clássica. Mas com certeza quem foi se divertiu muito.

É comum bandas de rock, quando gravam, aproveitarem os recursos e mesmo o simples fato de estarem reunidos no estúdio para explorarem nuances das composições, nuances estas que se perdem nos shows porque a banda opta por tocar com mais peso sonoro. Este não é o caso da Aeroplano. A única música que se modificou ao ganhar mais peso no show "elétrico" do Café foi "Tardia" - e nem nesta dá pra falar em nuances perdidas, e sim no realce de outras nuances. Isto, a meu ver, tornou interesse a maratona, para os poucos que se dispuseram a ver dois shows da mesma banda no mesmo dia, com intervalo de poucas horas entre um e outro.

"Tardia", assim como "Contra a Parede", do primeiro EP da banda, foram as únicas músicas do show da noite que não fazem parte do CD. O restante do set list abrangeu praticamente todo o repertório do disco, com exceção da última faixa ("Dorme", ausente também do pocket show).

Também agitaram a noite os DJs Juliana Carvalho (com um bom set de rock'n'roll) e Marcelo Damaso (que, além de apresentar o que considero sua especialidade, um belo set de oitentismo, que inclui "Ska", d'Os Paralamas do Sucesso, e "À Francesa", com Marina Lima, surpreendeu logo de início apresentando clássicos do funk carioca como "Bonde do Tigrão").

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Maratona Voyage - Take 1


Escrevo esse post rapidola num momento muito especial: em meio à Maratona Voyage, como denominei os vários eventos de lançamento hoje aqui em Belém do CD de estreia da banda Aeroplano. Terminou há pouco o primeiro show, um pocket show na verdade, na Saraiva MegaStore, dentro do projeto Finais de Tarde..., uma parceria da Saraiva com o Coletivo Megafônica. E logo mais a banda volta a tocar, desta vez na tradicional festa Se Rasgum Clássica, no Café com Arte. Além disso, hoje pela manhã, a MTV Brasil exibiu o clipe de "Estou Bem Mesmo sem Você", uma das faixas do álbum.

O show na Saraiva contou com a participação especial de Camilo Royalle, da Turbo, na viola de 12 cordas. O Espaço Benedito Nunes ficou superlotado, não parava de chegar gente e muitas pessoas ficaram em pé - sem se importar, afinal ouviram uma bela seleção acústica de canções da banda, como "WWW", "Vermelho que é Rosa" e "Voyage" em versões diferentes do que se escutará no disco. A banda aproveitou a ocasião do acústico para mandar uma inédita, "Tanto Tempo", e até temas do primeiro EP, saído em 2005, como "Contra a Parede" e, claro, uma que acompanha a vida da banda, "Pra Você, Solidão".

Bom, por enquanto é isso, com licença que daqui a pouco parto pro Café com Arte pro ato final desta maratona. Amanhã eu conto como foi. :)



Música do Dia: Estou Bem Mesmo sem Você


Estreou há pouco, na manhã dessa sexta, na MTV Brasil, o clipe de "Estou Bem Mesmo sem Você", da Aeroplano. A banda paraense realiza hoje uma verdadeira maratona, pois além de ter essa exibição nacional, fará dois shows em Belém de lançamento do primeiro CD oficial, Voyage, gravado no mítico RockLab em Goiânia no final de 2009. Informe-se sobre os shows na nossa Agenda Belém .

Detalhe hiperlegal do vídeo é o fato do vocalista Eric Alvarenga ter usado a camiseta da campanha Laço Branco, que prega o engajamento dos homens pelo fim da violência contra a mulher, e que tem o apoio total e irrestrito do Som do Norte!




Música: Estou bem mesmo sem você
Autores: Diego Fadul, Eric Alvarenga, Bruno Almeida e Felipe Dantas
Direção, imagens e edição: Bernie Walbenny
Produção: Camilo Royale, Erik Lopes e Francisco Fadul
Gravadora: Doutromundo Discos
Produção Musical: Gustavo Vazquez

Nós na Rede: Los Porongas cita Som do Norte na Oi FM


Coisas assim fazem todo um trabalho valer a pena. Diogo Soares, vocalista dos Los Porongas, citou o Som do Norte em entrevista à Oi FM. Respondendo à pergunta da apresentadora do programa Oi Novo Som, Júlia Nogueira, sobre o que ele recomendava para ouvir de bandas acreanas, Diogo falou que...

tem um cara que faz um blog chamado Som do Norte que recentemente postou todo o acervo da rádio pública do Acre. (...) Dá uma entrada nesse Som do Norte, quem tiver interesse, que lá tem monte de coisa do Acre, quem quiser um pouco do Acre, tem lá.

A banda foi o destaque de abertura do programa que foi ao ar em 13 de fevereiro, participando da primeira meia hora. Você ouve o programa inteiro clicando aqui e baixa ele clicando aqui. Além dos acreanos, você vai ouvir dicas para músicos novos do Chuck Hipólito, e som de Desdobradores do Tempo, Luísa Mandou um Beijo, Nancy, Ailaika, Transmissor, Sandálias e Benjamins.

Aqui para o blog, separamos o trecho em que Diogo fala do blog e chama a atenção para bandas como Caldo de Piaba, Filomedusa e Mapinguari Blues, além de revelar o desejo do Porongas de tocar com João Donato. E se você ainda não deu um confere no acervo da Aldeia FM que disponibilizamos no 4Shared, clique aqui!

LOS PORONGAS
Entrevista ao Oi Novo Som
13.2.2011



Articulador do PCult visita Boa Vista


Leonardo Barbosa (PCult) e Manoel Villas Boas (Canoa Cultural)


Leonardo Barbosa, o Leo do PCult, articulador nacional e membro fundador do Partido da Cultura - PCult, está desde quarta, 23 de fevereiro, em Boa Vista. O PCult não é, em realidade, um partido político, e sim uma articulação do Fora do Eixo nascida durante a campanha eleitoral de 2010 buscando aprofundar o debate e o comprometimento de candidatos com a temática cultural. Terminada a eleição e empossados os vencedores, o momento agora é de construir fóruns na sociedade e articular deputados e senadores para que o que foi debatido se transforme em ações efetivas.

O Canoa Cultural informa que Leo se reuniu ontem com gestores do SEBRAE-RR. Amanhã, dia 26, às 17h, é a vez de ele conversar com agentes de cultura de vários segmentos no Espaço Cultural da Orla. Ainda estão sendo agendadas reuniões com alguns deputados que participaram dos debates promovidos pelo PCult-RR durante as eleições.

"Vejo que há muita coisa a construir como em todo o Brasil. Não é tão diferente a situação aqui (em Roraima) como no resto do país. O que precisamos é que cada vez mais discussões como o Sistema Nacional de Cultura façam parte do cotidiano da classe e dos gestores, e que secretaria, conselhos, fundos e fóruns sejam realmente democráticos e participativos em torno de uma Política Cultural." (Leonardo Barbosa)

Agenda Boa Vista: Grito Rock


O Coletivo Canoa Cultural definiu em reunião, na noite da última quarta (23), a programação de atrações musicais, teatrais, oficinas e mesas redondas da edição 2011 do Grito Rock Boa Vista-RR. O evento será realizado nos dias 5 e 6 de março, no Palco Velia Coutinho. Todas as atividades serão gratuitas.

Confira a programação:

Música e Teatro no Palco Grito Rock

Dia 05 de março, sábado:


19h – Insert Rock
19h40 – HAADJJ
20h20 – Neuber Uchôa
21h – Cia. Arteatro (teatro)
21h30 – Ostin
22h10 – Veludo Branco
22h50 – Roodie (AM)
23h30 – AltF4 (foto)

Dia 06 de março, domingo:

19h – Viverde
19h40 – Elvis From Hell
20h20 – Eliakin Rufino (foto)
21h – Cia. Locômbia (teatro)
21h30 – Sheep
22h10 – Kandelabrus
22h50 – Tudo Pelos Ares (AM)
23h30 – JamRock

Oficinas e Mesas Redondas nas Tendas Fora do Eixo

Oficinas:

Para cada oficina serão disponibilizadas 20 vagas. Quem quiser fazer a pré-inscrição deve mandar e-mail para o endereço: coletivocanoacultural@gmail.com, informando o nome e oficina pela qual tem interesse. Outros dados pessoais serão coletados presencialmente no dia da oficina.

Dia 05/03 – Manhã (08 às 12h)

• Fotografia – Tana Halú (levar máquina fotográfica digital);

• Ballet para crianças – Vívian Almeida e Maria Carolina (ir com roupas que permitam movimento);

• Maquiagem – Gilberto (levar material de maquiagem);

• Expressão corporal – Silmara Costa (ir com roupas que permitam movimento)


Dia 05/03 – Tarde (14 às 18):

• Violão – Serginho Barros (levar o instrumento)

• Animação –Tana Halú (levar notebook com programa de edição de vídeo, câmera de vídeo, de preferência com tripé, ou fotográfica digital)

• Cartum – Marden Pio

• Stencil Art – Saulo Oliveira


Mesas Redondas:

Dia 05 de março – 14h:

• Música e Microrrotas de Circulação no Norte do Brasil. Expositores: Manoel Vilas Boas (Canoa Cultural) e Caio Mota (Coletivo Difusão – AM). Mediador: Vinícius Tocantins (Canoa Cultural).

Durante o evento também serão realizados o Bazar Fora do Eixo, exibição de curtas independentes e exposição de um Varal de Fotografias.
  • Grito Rock Pacaraima-RR 2011 - No dia 08 de março, terça-feira de carnaval, o Coletivo Canoa Cultural promoverá a primeira edição do Grito Rock na cidade de Pacaraima. A programação do evento está quase definida e será divulgada em breve.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Central de Abastecimento: O Dia do Exu - Tecnotrash


A Central de Abastecimento Som do Norte lança com exclusividade o CD O Dia do Exu, que marca a estreia da dupla Tecnotrash, formada por Nazo Glins (da Destruidores de Tóquio)(guitarra, vocal e montagens) e Bruno Aleixo (baixo, sintetizador e guitarra), da cidade paraense de Capanema. As músicas da dupla misturam guitarras e baixo roqueiros com batidas sampleadas de tecnobrega; o disco tem ainda toadas de boi.

Nazo e Bruno formaram a dupla em novembro do ano passado e no primeiro dia deste ano já lançavam seu primeiro single, "Disfusão", através do blog que criaram para divulgar o projeto - http://tecnotrashmusic.blogspot.com/. Agora em fevereiro, mais exatamente no dia 15, ofereceram ao Som do Norte o lançamento da exclusividade do primeiro disco, um CD com apenas 6 músicas.


Clique na capa acima para baixar.


Nazo fala sobre as faixas que abrem e encerram o disco, onde nem ele nem Bruno cantam/tocam:
  • O Dia do Exu” é o áudio de um vídeo que eu fiz, em abril de 2009, do Nego, um amigo, que era a tripa do Boi Estrela de São Jorge, do qual fui diretor e atuei na comédia em 2009 e 2010. Na ocasião, Nego encontrava-se completamente embriagado e cantava essa música, que me chamou tanto a atenção que eu resolvi filmar ele cantando, depois me veio a idéia de criar um arranjo, mas achei bem melhor deixá-la tal qual foi registrada, somente a voz na do Nego.
  • A última música, "É Madrugada", traz a voz do mestre Pompeu, que é o criador das toadas do nosso boi, o trecho faz parte da introdução de uma das mais belas toadas que ele já criou, e foi registrada também em 2009, durante as gravações das toadas para as apresentações do boi naquele ano.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Agenda Belém: Som do Norte na Saraiva


Juliana Sinimbú (acima, em foto de Renato Reis) será a primeira convidada do nosso novo projeto, Som do Norte na Saraiva, uma parceria com a Saraiva MegaStore do Boulevard Shopping.

A proposta é apresentar ao público da capital paraense, sempre na segunda sexta-feira de cada mês, pocket shows diferenciados de artistas locais - se o público já vê com frequência estes artistas nos bares e teatros da cidade, não haveria porque criar um novo espaço para "mais do mesmo". A intenção é aproveitar o intimismo do Espaço Benedito Nunes (são 45 lugares) para que cantores/as e instrumentistas interajam com a plateia.

Sinimbú, por exemplo, vai aproveitar para conversar com o público sobre as canções que escolheu para seu CD de estreia Sonho Bom de Fevereiro (o superdiscão apoiado pelo Som do Norte) e também sobre sua mais recente faceta artística, a de compositora.


O Som do Norte na Saraiva com Juliana Sinimbú será no dia 11 de março, sexta-feira, a partir das 19h, com entrada franca.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Lia Sophia grava clipe de "Salto Mortal"


Iniciou nesta terça em Belém a gravação do novo clipe da Lia Sophia. No estúdio do Sistema Floresta de Comunicação (onde fica a sede da MTV Belém), entre 9h e 18h30, a cantora fez as primeiras tomadas do clipe da música que dará título a seu 4º CD, Salto Mortal, com lançamento previsto para este semestre. Nesta quarta, a filmagem prossegue, desta vez com a participação de artistas de circo. Confira as fotos exclusivas que Naiara Jinknss fez neste primeiro dia de gravação (a última foto, que mostra a equipe de produção, é de Taísa Fernandes).

Clique nas imagens para ampliá-las. Ao final do post, escute a nova música, que Lia lançou em 2 de fevereiro, na volta do show Amor Amor ao teatro onde ele estreara no ano passado (aproveite para ler nossa resenha do show).






LIA SOPHIA
Salto Mortal

2011


Na Rede: Bois Caprichoso e Garantido em Olinda


No domingo, 20 de fevereiro, representantes dos dois bois-bumbás de Parintins (AM), participaram em Olinda (PE) do evento que abriu oficialmente o Carnaval 2011 no país: o Virgens de Verdade Abraça Brasil.


  • Em seu site, o apresentador do Boi Garantido, Israel Paulain (foto abaixo), publicou o texto Garantido e Caprichoso encantam em Olinda, citando manifestações da imprensa pernambucana - “De Parintins para Olinda, os bois Caprichoso e Garantido fazem um lindo show, com fantasias e espetáculos de dança”, destacou o blog Baladas Recife - e lembrando também a presença dos paraenses da Calypso.


Agenda Capanema: Grito Rock 2011


A banda Destruidores de Tóquio irá promover em março o primeiro Grito Rock da cidade de Capanema (PA), reunindo bandas de 4 estados de 3 regiões brasileiras (Pará, Maranhão, São Paulo e Rio de Janeiro). Será também a primeira vez em que farei meu Workshop de Jornalismo Cultural numa cidade de interior (infelizmente, a demanda por esse tipo de atividade praticamente vem só das capitais. A última vez que fiz o Curso de Jornalismo Cultural, origem do workshop, fora de capital foi em Blumenau, SC, em 2007). Outro jornalista presente será Raul Bentes, da web rádio Independentes do Brasil, voltando a atuar no circuito de festivais.

Confira a seguir a programação do Grito Capanema, divulgada ontem no blog dos Destruidores:

Grito Rock Capanema 2011 - Programação

Local: Bar Vídeo Seller (Rua Djalma Dutra, em frente à praça Magalhães Barata)


Programação:


Segunda – Feira 14 de Março, a partir das 17 h.


Exposição dos trabalhos do Artista Claus Nascimento


Exposição dos trabalhos do Artista Lin-cão.


Terça – Feira 15 de Março, a partir das 17 h.
Mostra de Vídeo
Palestra com Jairo Fernandes – Leis de Incentivo a Cultura (semear, Ruanet), caminhos para elaborar um projeto.


Vídeo documentário Botinada


Quarta – Feira dia 16 de Março.


17 h. Workshop de guitarra com Camillo Royale. (Guitarrista da banda Turbo)


21 h. Pocket show com o Projeto Despertador Amarello.


Quinta-feira dia 17 de Março.


23: h. 40 Sincera – Belém/PA
23: h. 00 Cordel Eletrônico – Rio de Janeiro/RJ
22: h. 20 TecnoTrash – Capanema/PA
21: h. 40 Octoplugs – Peixe – Boi/PA
21: h. 00 Codex – Bragança/PA


Sexta – Feira dia 18 de Março.


16 h workshop Jornalismo Cultural com o Jornalista Fábio Gomes (Rio Grande do Sul).


23: n 40. Velttnez – São Luiz/MA
23: h 00. Suéteres – São Paulo/SP
22: h 20. Destruidores de Tóquio – Capanema/PA
21: h 40. Vinil Laranja – Belém – PA
21: h 00. Aeroplano – Belém – PA



FESTIVAL FILIADO A
PARCERIA


quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Na Rede: Flickr Som do Norte

Esta foto, que mostra a participação de Marcelo Kahwage (à direita, segurando o microfone), de La Orchestra Invisível, no show da Stereoscope, um dos grandes momentos da 2ª Noite Som do Norte (Café com Arte, Belém, 28.10.10), já é uma das mais vistas do nosso novíssimo Flickr.

Criamos nossa conta ontem, ao receber do guitarrista Neto, da Paris Rock, o arquivo com mais de 140 fotos que o fotógrafo Davi Paes produziu na ocasião. Para ver todas as imagens, visite nosso Flickr.

E se você tiver alguma foto de Noite Som do Norte ou de algum outro evento nosso, informe aqui no campo de comentário, pelo Twitter ou através do e-mail musicadonorte@gmail.com, será um prazer para nós incluir sua foto em nosso álbum do Flickr.

Central de Abastecimento: "A Caixa do Nada" - Turbo


Boa notícia para os fãs da Turbo, de Belém: recém passados dois meses do lançamento do EP Fuzzilando (Som do Norte/ Coletivo Megafônica/ Rajada Discos), na 3ª Noite Som do Norte, eis que a banda já liberou um novo som na rede nesta terça-feira. Trata-se do single "A Caixa do Nada". O pacote inclui, além do MP3, a capa e a cifra da canção assinada por Felipe Dantas.


A CAIXA DO NADA
Turbo - 2011

Mp3 - 320 kbps - 44 KHz
Duração - 1: 43
Lançamento virtual - 15.02.11

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Na Rede: Boi Garantido participa da turnê de Daniela Mercury


O Parintins Acontece Online publicou nesta sexta, 11, a informação de que 35 integrantes do Boi Garantido (ao lado, na foto de Élcio Farias) irão participar da turnê de lançamento do DVD Canibália, de Daniela Mercury.

O trabalho foi gravado na noite de 31 de dezembro de 2010, durante o Réveillon de Copacabana (Rio de Janeiro), e inclui duas toadas do Garantido, "Vermelho" (Chico da Silva) e “Paixão de Coração” (Demétrius Haidos - Geandro Pantoja). O site informa que a turnê iniciaria ainda em fevereiro, porém a produção da cantora já divulgou a previsão de lançamento no mínimo para abril, mas de todo modo ainda no primeiro semestre de 2011.

- A equipe será composta por alguns membros da Batucada, músicos, do levantador oficial do Garantido Sebastião Júnior, o apresentador Israel Paulain, além dos itens individuais, dançarinos da Companhia de Dança, e é claro do tripa Denildo Piçanã com o Boi Garantido - destacou o diretor admistrativo do Garantido, Osório Melo.

Leia o texto de Marcondes Maciel na íntegra no Parintins Acontece Online.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Central de Abastecimento: Batida Tropical - Patrick Tor4


O DJ Patrick Tor4 é um baiano que já circulou muito por esse Brasilzão, até que decidiu se fixar no Pará, especializando-se em difundir os principais ritmos dançantes locais e das vizinhanças (guitarrada, lambada, brega roots, cumbia) através de seu Baile Tropical, que teve a primeira edição em maio de 2010 e já correu o mundo (literalmente - Alemanha e Argentina que o digam). A 13ª edição aconteceu aqui em Belém, na sexta passada, dia 4 e foi um sucesso retumbante, a galera varou a madrugada dançando e (literalmente de novo) amanheceu no Café com Arte.

Quem ainda não foi num Baile Tropical pode ter uma ideia do clima sonoro da festa através do EP que Patrick lança nesta semana com nome quase igual, Batida Tropical. Participam do disco virtual a cantora Adriana Cavalcante (na faixa "Los Pelos Rubios", ou seja, "Os Cabelos Loiros") e o cantor-compositor-guitarrista Felipe Cordeiro (em "Batuque Nagô"). Patrick e Felipe têm presença confirmada entre as atrações do Rec-Beat 2011, que acontece em Recife durante o Carnaval. Será que vai rolar um "Batuque Nagô" paraense em Pernambuco?

Para baixar o EP, clique na capa.


BATIDA TROPICAL
Patrick Tor4 - 2011

1 - Batuque Nagô - com Felipe Cordeiro
2 - Passa a Bola
3 - Los Pelos Rubios - com Adriana Cavalcante
4 - Batida Tropical

MP3 - 192 e 320 kbps - 44 KHz
Duração - 18:53

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A volta da Casa do Melck

Em 2004, a noite de Palmas foi marcada pela programação musical, teatral e poética oferecida pela Casa do Melck. A iniciativa será retomada no próximo mês pelo jornalista e produtor cultural Melck Aquino (foto), e por sua esposa, Juliana Arraes.

No local onde funcionava a antiga Eventus Hall, na 112-Sul, acontece no dia 18 de março um show com artistas locais, organizado pelo jornalista Tião Pinheiro e intitulado Abacateiro, seguido de atração nacional: o grupo Mulheres de Chico, do Rio de Janeiro, que faz releituras inusitadas da obra de Chico Buarque com formação instrumental típica de escolas de samba (as integrantes do grupo são todas oriundas de blocos carnavalescos cariocas).

A Casa do Melck irá funcionar todas as sextas. Terá o verdadeiro porte de uma casa de shows: 126 mesas fixas, sete camarotes vips para 10 pessoas cada, sonorização e iluminação profissional. Além disso, a programação se propõe a ser variada e de qualidade, sempre com uma atração local e outra nacional. Melck adianta o que irá rolar por lá:

- Vamos mesclar novos talentos da música brasileira como Mulheres de Chico, do Rio; Lúdica Música, de Minas; Forró Agarradinho, de Goiás; Frank Elvis & Los Sinatras, de São Paulo; Luciana Costa, do Rio Grande do Sul; Los Porongas, do Acre; Banda DiFusão, de Brasília; Roraima, do Piauí; com gente consagrada, como Alcione, Leonardo, Trio Virgulino, Trio Yucatán e Vander Lee. E vamos também fazer projetos especiais com os talentos locais que abrirão os shows de fora, e aí passarão pelo nosso palco Nacha Moretto (ver folder abaixo), Toninho Borges, Mônica Soares, Keila Lipe, Juraíldes da Cruz, Dorivã, Genésio Tocantins, Di Engenho Novo, Jota Bulhões, Mara Rita, Ivo e Erasmo, Léo Pinheiro, e as bandas Véiétu, Lostri e Buriti Blues Band.

Depoimentos

  • "A volta da Casa do Melck soa como cantiga boa aos ouvidos de quem gosta de música boa, pois ali era uma nave que nos levava a viagens mil pela boa música e com direito a bons encontros". Tião Pinheiro, jornalista, escritor e compositor.

  • "Tive o prazer de conhecer os saraus que o Melck promovia quando ainda morava na Arse-72. Eram fabulosos aqueles encontros com músicos, jornalistas, poetas e personalidades da cidade que iam pra cozinha testar seus dotes culinários. Depois vi nascer a Casa do Melck e presenciei grandes eventos que agora vejo que estão voltando em grande estilo.” Yonara Anizelsky, atriz, publicitária e presidente da ATCV
  • “A Casa do Melck é um lugar de viver a vida junto com o outro, junto do outro, vendo o outro, próximo à arte, à cultura, e à magia do riso, do canto que encanta”. Fátima Roriz, diretora da OJC no Tocantins

Oportunidade Brasil: Gritos Rock Roraima


Em 2011, pela primeira vez o Estado de Roraima terá dois Gritos Rock: um em Boa Vista, outro em Pacaraima, onde o evento é inédito.

Em Boa Vista, o Grito acontece nos dias 5 e 6 de março, sábado e domingo de carnaval. A programação irá incluir 14 apresentações musicais, entre bandas de Rock até artistas populares roraimenses, duas apresentações teatrais, oficinas e mostras de filmes independentes. Em Pacaraima, o evento está marcado para o dia 8, Terça de Carnaval, com seis atrações musicais.

As bandas e artistas interessados, de qualquer parte do Brasil, ainda podem se inscrever para tocar nos Gritos de Roraima até este domingo, 13 de fevereiro, através do site www.toquenobrasil.com.br .

Atrações da Noite Som do Norte Belém no primeiro semestre


Entre os dias 16 e 31 de janeiro, recebemos inscrições de bandas interessadas em tocar nas Noites Som do Norte que iremos promover em Belém neste primeiro semestre. Devem ser cinco festas, entre fevereiro e junho.

Sete bandas mostraram interesse (uma inclusive de fora do Pará), seis se inscreveram, cinco foram selecionadas.

São elas, em ordem alfabética:

- Duallis
- Igrejas Bar
- Monovox
- Mostarda na Lagarta (que abrirá a programação agora, no dia 26/2, no Biriteiro Bar)
- Objecto Quase

As datas em que cada banda irá tocar serão anunciadas oportunamente.


Oportunidade Brasil: Feira da Música 2011


Até o dia 18 de março, artistas e bandas de qualquer estilo e de qualquer parte do Brasil e do mundo (menos os residentes em Fortaleza) podem se inscrever para participar da Mostra de Música Independente que fará parte da 10ª edição da Feira da Música, programada para 17 a 20 de agosto de 2011. (O evento fará uma mostra especial com os músicos de Fortaleza, ainda no 1º semestre).

Os selecionados para a programação da Mostra recebem ajuda de custo, hospedagem, alimentação e traslado local (ou seja, sua movimentação dentro de Fortaleza durante o período do evento). Repare que o evento não cobre despesas com passagens aéreas ou rodoviárias, isto fica por conta do artista/ banda.

Veja outras informações no site da Feira; a partir dessa página você localiza o link para baixar a ficha de inscrição. Esta e os demais materiais anexos devem ser enviados unicamente pelos Correios, com exceção do inédito Palco Hip Hop, que abriu 5 vagas cuja inscrição ocorre pelo site Toque no Brasil.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Na Rede: Boddah Diciro em Goiânia

Hey! A galera da Boddah Diciro tuitou esta foto agora pela manhã, com a seguinte legenda:
Família Boddah reunida na vibe da produção de Angela Dust no @ em Goiânia. Gooddd Times!

"Angela Dust" é a música do novo single da banda, que foi gravado na capital goiana na última semana de janeiro, e já estreou no show que os tocantinenses fizeram com as amigas da Girlie Hell lá mesmo, no Metropolis, dia 29. Os próprios Boddahs contam bem direitinho essa história toda no seu site, num texto publicado agora no dia 5: Êêê Goiâniaaa!

Yeah!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Boddah Diciro começa 2011 com música nova

Por Karina Francis


Esse ano promete ser de grandes novidades para os que gostam do som da banda tocantinense Boddah Diciro. Em uma visita recente a Palmas, a capital mais nova do país, tive a oportunidade de ouvir um som novo que eles estão produzindo: "Angela Dust". Ainda não temos muitos detalhes sobre o lançamento oficial do novo som. Mas, posso garantir que se as outras músicas forem uma pequena porcentagem do que eu ouvi, será o melhor trabalho da Boddah Diciro.

Abaixo vocês conferem um vídeo que a banda disponibilizou na internet esses dias. Sente só!

Minidoc mostrando a viagem a Goiânia e o
making off da gravação do novo single - 4.2.10

* Publicado originalmente no Rockazine
em 7.2.10

Olho nas Oportunidades


Pegamos emprestado o título de uma seção do nosso informativo Rapidola para destacarmos essas quatro dicas interessantes para bandas não apenas do Norte.
  • A primeira saiu há alguns dias no site do Araribóia Rock e já foi citada no próprio Rapidola: o programa Giro TAM, que permite a marcação sem custo adicional de até três paradas para viagens de ida e volta dentro do Brasil, que iniciem em São Paulo ou no Rio de Janeiro, o que o Araribóia considera ideal pra bandas em turnê. Ex: uma banda sai de São Paulo com viagem tendo como destino final Belém e inclui no roteiro outras três cidades onde tenha show (digamos, Salvador, Recife e Fortaleza). O que a banda irá pagar será apenas a passagem São Paulo-Belém, mais as taxas de embarque dos três aeroportos do meio do caminho. Na prática, são 4 viagens pelo preço de 1. Espero que a ideia emplaque, de modo que em breve a TAM amplie para viagens iniciando em qualquer ponto do Brasil, não apenas São Paulo e Rio.
  • Já a Puma Air está com a promoção Feliz 2011: na compra de passagens de ida e volta entre os trechos São Paulo, Belém, Macapá e Fortaleza, a volta sai por R$ 11,00! Compra e viagem devem acontecer em fevereiro.

  • Esta outra dica serve tanto para bandas quanto para quem queira montar uma produtora de eventos. Não há mais necessidade de você começar tendo grandes gastos para abrir um escritório; existem em todo o país vários escritórios virtuais - salas equipadas com modernos equipamentos, que permitem agendar uma reunião com possíveis patrocinadores (foto), auditórios que propiciam um pocket show para executivos de gravadoras etc., e que você só paga o tempo que usar, sem custos mensais fixos. Essa modalidade de escritório surgiu nos Estados Unidos e já se faz presente no Brasil há mais de uma década. Os primeiros foram criados em São Paulo; eu mesmo usei bastante em Porto Alegre o Virtual Office, onde inclusive cheguei a realizar uma edição do meu Curso de Jornalismo Cultural, em 2006. O Virtual pertence à ANCN (Associação Nacional dos Centros de Negócios e Escritórios Virtuais). Um dos pioneiros da rede na região Norte é o North Office, de Belém, credenciado exclusivo da ANCN no Pará. Visitei o local na semana passada e considerei a estrutura excelente.
  • Pra encerrar, um aviso para evitar, justamente, que você perca uma oportunidade. Artistas e bandas que decidam produzir seus CDs de forma independente precisam estar atentos para incluir no produto o código de barras - sem isso, você simplesmente não terá como colocar seu disco à venda nas principais redes de varejo com abrangência nacional, como a Livraria Saraiva.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Diz Aí: Felipe Cordeiro


Som do Norte -> Felipe, nesta sexta teu show foi anunciado como uma das atrações do RecBeat 2011. Considero surpreendente isso acontecer com um artista que tem pouco mais de meio ano de carreira - como cantor, eu quero dizer. É claro que não tinhas como prever isto quando fizeste teu primeiro show cantando, no Acordalice Bar (Belém), no dia 16 de junho de 2010. Qual era, na ocasião, tua expectativa a respeito dessa nova fase na carreira?

Felipe Cordeiro -> A minha expectativa continua sendo a mesma daquela ocasião, fazer uma música em que o Kitsch, sobretudo o Kitsch-paraense, seja referência central. Realmente as coisas andam acontecendo mais rápido do que eu pensava, mas a idéia é basicamente circular com essa música, mostrá-la ao Brasil, o show do RecBeat em 6 de março e o do Sesc Pompéia no dia 15 de março serão boas oportunidades.

SdN -> Tua estada no Recife extrapola o período do RecBeat; viajas agora dia 23 e retornas ao Pará dia 10 de março, e em seguida fazes nova viagem, para este show em São Paulo. Vais aproveitar para fazer outros shows, contatos, alguma coisa já relativa ao teu CD Kitsch Pop Cult?

FC -> Talvez hajam desdobramentos (outros shows) mas nada certo ainda. Vou fazer os shows como pré-lançamento nacional do disco.


André Abujamra

SdN - Teu CD tem como produtor o André Abujamra. Em que fase se encontra a produção do disco? Qual a previsão de lançamento?

FC -> O disco está sendo mixado pelo próprio André Abujamra, a previsão é que chegue até no máximo o mês de maio.


Aíla, Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro no show Trelelê - 8/9/10
(na bateria - Arthur Kunz)
(Foto: Aryanne Almeida)

SdN -> Hoje teu único trabalho "fixo" para outro artista é a direção musical que fazes tanto do CD quanto do show Trelelê, da cantora Aíla. Como anda a produção do CD Trelelê?

FC -> O disco da Aíla já está sendo gravado, mas deverá ser um lançamento do segundo semestre.

SdN -> Aíla deve viajar também para Recife e São Paulo?

FC -> Ela está pensando em ir pra Recife.



Adelaide Teixeira, Felipe Cordeiro e Luiza Braga no 2º Baile BregaChic - 18/12/10
(atrás - Davi Amorim, Edvaldo Cavalcante,
Adelbert Carneiro e Daniel Delatuche)

SdN -> No meu artigo O Novo Som de Belém, eu aponto você como um dos principais nomes (os outros são Aíla e Lia Sophia) do movimento de revalorização dos ritmos tradicionais paraenses combinados com toda sorte de influências pop (seja revisitando o repertório dos anos 1970-80, seja pela composição de novos bregas e lambadas). Inclusive acredito que teu show no RecBeat pode ajudar a dar visibilidade nacional ao movimento, nesta segunda vez que o Kitsch Pop Cult é apresentado fora do Pará (a primeira foi no Festival Quebramar 2010, em Macapá, com participação especial da Aíla). Aqui, mais que te perguntar algo, eu queria que falasses livremente a respeito do movimento, cujos marcos iniciais para mim aconteceram em maio do ano passado - o lançamento do CD Amor Amor, da Lia Sophia, e os dois pocket shows que a Aíla fez, com a tua direção, no antigo Boteco São Matheus.

FC -> Que a música do Brasil tem no signo da diversidade sua principal potência, ninguém discute. O fato é que no Norte, especialmente em Belém, essa multiplicidade de maneiras de se fazer música brasileira, foram e estão sendo levadas às últimas conseqüências, esta é a marca da música daqui há pelo menos uma década.

Portanto duas coisas pra mim são muito claras, uma é que não estamos falando de “revalorização de ritmos”, todo mundo mistura ritmos no mundo inteiro, não é aí que mora a marca da vanguarda paraense.

Em outras palavras, não é porque se mistura brega com surf music e ritmo dos balkans ou afro beat que existe uma “nova música”. O que caracteriza essa nova música brasileira e especialmente a paraense, é uma série de coincidências, intersecções intencionais e acasos históricos. Por exemplo, o tecnobrega não é tão interessante em si mesmo, aliás nenhuma música é, absolutamente nenhuma. Mas o fato de haver uma música produzida no seio de um planeta com uma divisão de trabalho pós-fordista, no qual a “brasilinização” do mundo passa a ser um conceito ressignificado nos EUA e na Europa, convergindo com idéias otimistas de uma sociedade mais democrática como a idéia de “inclusão digital”, faz o tecnobrega significar outra coisa, diferente do que significava a música de massa dos anos 80, mesmo a lambada ou o chamado rock nacional.

Acho que minha geração está um pouco mais por dentro das coisas, houve uma época, em que mesmo o “mundo cult” não passava (e não passa) de embuste pra compensar a carência de talento intelectual e artístico. Mas, honestamente, não me sinto dentro de um movimento, o que sinto é que os artistas estão cada vez mais estabelecendo relações de troca de experiência uns com os outros, isso gera mobilização espontânea, parcerias e núcleos unidos. É a primeira geração pós-rancor no Pará (e no Norte talvez, inclusive essa expressão é do Otto Ramos (foto), do Mini Box Lunar), a primeira geração a se posicionar em relação à bregafobia. A bregafobia reflete a visão, geralmente classista, daquele que está apegado à noção tradicional de cultura, já que esta é, em sua gênese, um fato aristocrático e, neste sentido, excludente pois se ergue em função de ideais aristocráticos, por exemplo a noção clássica do Belo. É fundamental não deixar de reconhecer quem já tinha dado passos em outros tempos. Neste caso, principalmente os bregueiros dos anos 80 e 90, estes sim faziam e fazem o que se pode chamar, dentro de certo sentido, de movimento. Eles cantaram e cantam o que sentem, lutam para isso, eis o movimento brega: cantar o sentimento diretamente.


Felipe Cordeiro no show do Conexão Vivo em Castanhal - 8/8/10
(foto: Renato Reis)