Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

domingo, 16 de janeiro de 2011

Foi Show: Los Porongas


Por Nany Damasceno*
(fotos Natan Peres)


A noite do último sábado, 15, na cidade de Rio Branco, capital do Acre, foi marcada pelo lançamento do tão esperado segundo álbum da banda Los Porongas: O segundo depois do silêncio.

Passaram-se quase quatro anos, desde o lançamento do primeiro CD, Enquanto uns dormem (2007), e a expectativa por algo novo era grande por parte do quarteto e principalmente por parte do público. Isso se constatou quando faltando quase duas horas para o início do show, já se podiam ver pessoas do lado de fora do teatro aguardando ansiosas para conhecer o novo trabalho dos meninos acreanos, que partiram rumo ao desconhecido, para morar em São Paulo, sonhando em viver de música quatro anos atrás.

Deu certo, e a prova disso está neste novo trabalho, que estava sendo lançado no mesmo lugar onde tudo começou (afinal naquele mesmo teatro foi o lançamento do primeiro CD), que exala saudade da terra natal e contentamento pelo novo, além de maturidade, soando diferente porém sem perder a identidade.

Hora do show, teatro lotado, pessoas sentadas nas poltronas e no chão. Gente em pé lá atrás, expectativa, nervosismo, ansiedade.

Começa tudo, e para abrir a noite a primeira faixa do disco: 'Fortaleza'. A conhecida "Lego de palavras", terceira a ser cantada, foi o suficiente para os fãs e amigos levantarem-se e ir pular em frente ao palco, enchendo de brilho os olhos de Diogo Soares (voz), João Eduardo (guitarra, piano e teclados), Jorge Anzol (bateria) e Márcio Magrão (baixo).

A noite foi cheia de encantos, um deles foi a participação de Saulinho Machado (do Caldo de Piaba), amigo das antigas e grande músico acreano fazendo guitarra na música 'A dois', além de um trio de metais. Diga-se de passagem, foi um dos momentos mais lindo e emocionante do show.

Mas a surpresa maior ficou por conta do Diogo, entrando no teatro por trás do público com uma poronga acesa na cabeça durante a introdução de 'Enquanto uns Dormem'.


Um espetáculo emocionante do início ao fim, fazendo valer a espera de quatro anos para um novo CD. Após o show, os músicos da banda puderam receber o carinho dos fãs, autografaram os CDs, tiraram fotos e fizeram aquela festa, cheia de sorrisos e satisfação de ambos os lados.

Agora, eles pretendem passar por pelo menos 15 capitais apresentando esse novo trabalho, que traz a participação de grandes músicos, como Hélio Flanders (da Vanguart) e Carlos Eduardo Gadelha (de O Jardim das Horas), entre outros, além do coro 'Mais Massa' - como bem disse Diogo, o que seria das nossas vidas se não fossem os encontros...

Viva longa a Los Porongas, Sorte, sucesso, inspiração e muita música a essa banda que enche de orgulho o povo Acreano!

No site da banda - www.losporongas.com.br -, dá para baixar os dois singles que antecederam o lançamento do CD - "Sangue Novo" e "Silêncio".

* Nany Damasceno, acadêmica de Jornalismo, integra o Coletivo de cultura P&IÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário