Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Música aproxima Acre e Amapá


Acre e Amapá, dois estados da região Norte cujas capitais distam entre si 2.159 km, estarão mais próximos agora em novembro, e será a música quem vai promover esta aproximação, em dois momentos.

O primeiro será na próxima sexta, 5 de novembro, com a apresentação em Macapá do show Souto no Mundo, com o qual o cantor e compositor acreano Sérgio Souto comemora 30 anos de carreira, tendo como convidados os artistas amapaenses Oneide Bastos, Enrico Di Miceli, Ana Martel, Nivito Guedes e Patrícia Bastos. A turnê de Souto no Mundo é considerada por Sérgio um ensaio para a gravação de seu primeiro DVD, previsto para o ano que vem, com a participação de nomes representativos da música amazônica. Morando desde os anos 1970 no Rio de Janeiro, Sérgio já gravou 10 CDs e tem músicas em parcerias com Aldir Blanc, Sergio Natureza, Jota Maranhão, Amaral Maia, Jorge Vercilo, Paulo César Pinheiro e os amapaenses Joãozinho Gomes e Enrico Di Miceli; várias destas composições fizeram sucesso nas vozes de Jessé, Nelson Gonçalves, Elba Ramalho, Nilson Chaves, Eliana Printes e Ana Martel, entre outros. No show, ele relembra os principais momentos dessa trajetória, desde que deixou o Acre para participar dos festivais e investir na carreira nacional. O show acontece na Casa de Choro Ceará da Cuíca na sexta, dia 5, a partir das 22h. As mesas custam R$ 60.


Já no dia 13 de novembro, será a vez dos amapaenses Patrícia Bastos, Joãozinho Gomes e Enrico Di Micelli levarem a Rio Branco o show Timbres e Temperos, tendo as participações especiais dos acreanos Sérgio Souto e Cesar Escócio e o amapaense Cleverson Baia, marcando o final da turnê do espetáculo, que já percorreu todas as capitais da Amazônia Legal e teve uma apresentação especial no encerramento do Festival de Inverno de Garanhuns (PE).

O show Timbres e Temperos reúne músicas dos CDs Eu Sou Caboca (de Patrícia) e Amazônica Elegância (de Enrico e Joãozinho), vencedores do Projeto Pixinguinha da Funarte em 2008, representando o Amapá, e lançados no ano passado. A apresentação será no Theatro Hélio Melo (Av. Getúlio Vargas, 309), no sábado, 13 de novembro, a partir das 19h, com entrada franca.

Na semana passada, Patrícia Bastos foi selecionada pelo Itaú Cultural para participar do programa Rumos Música 2010. O único outro artista do Norte também selecionado foi o acreano Zé Jarina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário