Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sábado, 2 de outubro de 2010

Disco do Mês: The Baudelaires no Zap'n'Roll


A participação de The Baudelaires no Vaca Amarela 2010 em Goiânia, no dia 18 de setembro, segue repercutindo. Depois de considerá-la uma das melhores surpresas do festival (Vaca Amarela mostra ótimos shows e estrutura invejável - site Dynamite), o jornalista Humberto Finatti no blog Zap'n'Roll dedicou à banda paraense um tópico inteiro do seu texto intitulado O mega fofo e incrível Belle & Sebastian fala de amor. E o blog conta como foi o Vaca Amarela, como são os Baudelaires e o Umbando, dá ingressos pro SWU etc, etc.. Reproduzo o tópico logo a seguir, aproveitando para corrigir um equívoco do original (Finatti confundiu o baterista Bruno com o vocalista Marcelo). Para ler o texto na íntegra, clique no link. O CD mencionado é School Days, o Disco do Mês de setembro do Som do Norte - ouça clicando aqui.
***

DUAS BANDAÇAS REVELADAS EM GOIÂNIA

* The Baudelaires –
o quarteto de Belém (capital do Pará) é sensacional. O blog já tinha assistido parte do show deles no festival Quebramar, em julho passado, em Macapá. Mas no Vaca Amarela, no finde passado, foi possível sacar todas as belíssimas nuances power pop construídas pelas duas guitarras (tocadas por Andro e Marcelo) e pelas melodias fofas que a banda engendra. Cantando em inglês, com uma seção rítmica (formada pelo baixista Ariel e pelo batera Bruno) oscilando entre precisão e suavidade e fazendo da dolência e do bucolismo musical sua razão de existir, os Baudelaires destilam doses acachapantes de indie guitar, Beatles e Weezer em canções fantásticas como “She’s A Queen” ou “She’s A Painter” (esta, um encontro dos sonhos entre Teenage Fanclub e Belle & Sebastian). Estão com um cd em circulação, com onze faixas (sendo que a capa em papelão remete às capas dos antigos compactos de vinil) e podem ser melhor ouvidos e conhecidos em www.myspace.com/baudelairesband . Vá lá, ouça e chore de satisfação.

(NR: Em seguida, Finatti fala dos goianos do Umbando.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário