Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Post nº 1000: Dez meses do Som do Norte


Neste dia 3 de junho, o blog Som do Norte completou 10 meses de atualizações diárias, o que coincidiu com este post nº 1000, e também com uma série de notícias muito boas, que passo a dividir com vocês.

As boas notícias, felizmente, foram várias desde o final de maio. Vou dar uma atualizada nelas aqui. Pra começar, devo dizer que, de uns tempos para cá, tenho evitado postagens da seção "Nós na Rede", afinal mesmo que eu curta muito e até me emocione (sério!) com as diversas referências ao blog pela internet afora, elas tem sido tantas (felizmente) que blogar todas aqui iria no mínimo cansar vocês, além de perigar eu incorrer no auto-elogio. Mas enfim... tudo indica que o blog está consolidado como um legítimo veículo da produção musical nortista, sendo respeitado pelos artistas e pelo público - o que só quem faz sabe o quanto é difícil atingir, e também é uma imensa alegria, com toda a certeza!


Tive a agradável surpresa de, em dois dias consecutivos, ver o blog do Coletivo Megafônica reproduzir dois posts meus - The Baudelaires divulgam capa e contra-capa do CD School Days e - Sobre os 2 anos de Megafônica (este, originalmente publicado como "Foi Show: Show dos 2 Anos da Megafônica"). Ambos absolutamente pessoais, a meu ver, e segundo as regras do "jornalismo clássico", só interessantes para "a massa" se eu não "me colocasse" tanto no texto. No primeiro, lembrei o período em que vendi LPs nos anos 80, para justificar porque valorizo contra-capa; no segundo, simplesmente fiz uma resenha a partir do que consegui ouvir da transmissão da web rádio Independentes do Brasil. A publicação no blog do Megafônica - lembrem, o próprio coletivo que produziu a festa - indica que todas as pessoas que estavam lá, no local, consideravam no mínimo válido o depoimento de alguém que contou o que ouviu a 3.850 km de distância. E a marca pessoal estava muito mais presente neste - ao publicar o texto, a Megafônica não mexeu em nada, nem em termos que me são muito próprios ("madruga" por "madrugada"), nem nos comentários sobre os problemas técnicos na transmissão IdB.

O próprio Raul Bentes, da IdB, quando veio falar comigo dias depois no MSN, não foi para se queixar da observação. Comentou, claro, a respeito, não quis de forma alguma que eu alterasse o texto - e me fez, na sequência, dois convites. O primeiro, para gravar comigo uma entrevista via Skype para o programa em que ele trabalha na TV Cultura de Belém; o segundo, para ter um programa Som do Norte no IdB!

Ambos os convites muito honrosos, claro, mas que não pude aceitar de imediato: o primeiro, por não ter webcam; o segundo, por não querer que um novo programa meu sobre música nortista para web rádio siga a mesma toada do que fiz em 2009. Enquanto não chego ao formato ideal, combinamos que eu redija um quadro "Som do Norte" dentro do programa Independentes do Brasil, que vai ao ar aos sábados a partir das 18h no http://www.independentesdobrasil.com. Agradeço ao Raul ainda a abertura para indicar o som nortista que eu quiser, sem necessariamente ser rock, que é a marca do IdB. "O espaço é teu", me disse, tendo uma atitude louvável, por ser rara (quem é do meio sabe). Ele disse que pode rolar MPB, sem problemas.


Assim, programei para a estreia, neste sábado, dia 5, o single que Juliana Sinimbú gravou com Pio Lobato dentro do projeto Massa Grossa, uma regravação para "Quando o Samba Acabou", de Noel Rosa - single lançado pelo Som do Norte em 28 de maio e que até este minuto que escrevo conta 897 execuções no Goear. No dia 29, Renato Torres autorizou que eu colocasse para download o single anterior de Juliana, "Bem Musical", que ela gravou para lançamento no meu site Brasileirinho, isso no final de 2008, quando eu nem sonhava com este blog... mas pelo visto ele já estava em gestação!).

Outra grande alegria foi a feliz coincidência do convite do jornalista Sidney Filho a Aíla para uma entrevista, justamente às vésperas de sair seu EP À Sua Maneira, o primeiro disco virtual que o blog lança. Ficou acertada uma ação coordenada, na qual neste dia 3 foi publicada na Ecleteca a entrevista com Aíla comentando o EP, simultaneamente à entrada no ar da caixinha cantante no Música do Norte.


Neste mesmo dia 3, no Estúdio Parixara, em Boa Vista, a banda AltF4 deu início à gravação de seu novo single, "Lembranças de um Dia", de Jubah, que na enquete que realizamos em dezembro foi eleita como a Música do Ano (2009) da região Norte.

Fechando este texto, mais duas alegrias: a primeira, é que na quarta foi confirmada minha ida a Belém para ministrar dentro da programação do Conexão Vivo, no próximo dia 11, o workshop Jornalismo Cultural 2.0 - Blog Som do Norte, em que a proposta é "dividir com os participantes a experiência de fazer, no Sul do país (mais especificamente em Porto Alegre), um blog voltado à veiculação da movimentação musical dos sete Estados do Norte". É a segunda vez que vou à capital do Pará, pelo mesmo motivo - em agosto de 2005, ministrei no Colégio Ideal o módulo de Jornalismo Cultural do MBA em Gerência de Jornalismo do programa FGV Management. A segunda alegria é o convite para que eu tenha uma coluna fixa "Som do Norte" na revista Intera, que deve ser lançada pela Paranoise, de Manaus, na 2ª quinzena de junho - na minha estreia, a pedido dos editores, falo da banda Veludo Branco. Será a primeira vez, desde que o blog é blog, que uma "ação Som do Norte" será feita fora do âmbito da internet.

4 comentários:

  1. Parabens pelo marco de 1000 posts em 10 meses de existencia! Acredito muito no seu trabalho, no seu bom gosto e nos seus textos! Que o seu trbalho perdure por muitos anos!

    ResponderExcluir
  2. PARABÉNSSSS!
    Que esse trabalho lindo que é o BLOG Som do Norte por muitos e muitos, MUITOS, MUITOS POSTS.
    Suellen Bauen

    ResponderExcluir
  3. Meu querido amigo Fábio,
    Que esse momento de mudança extrema, seja de todas as formas positivo.Estamos te esperando de braços abertos!
    Obrigada por tudo , sempre!
    Um abraço!
    Juliana Sinimbú

    ResponderExcluir
  4. Fábio!

    bacanérrimo o Som do Norte, uma força imprescindível pros músicos daqui que desejam ampliar seus trabalhos... obrigado por tudo, mano!

    abrações!

    r

    ResponderExcluir