Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Na Rede: Revistas Musicais do Amapá


O escritor e compositor Fernando Canto mantém a saudável prática de reproduzir em seu blog os textos que publica na imprensa de Macapá, destacando-se a coluna "Canto da Amazônia", que sai às sextas n'A Gazeta. No domingo, entrou no ar a coluna da sexta, em que um dos temas foi a nova revista Alé, com informações musicais e folclóricas, lançada pela banda Placa, ativa desde 1984. Na foto ao lado, o cantor e compositor Carlitão, um dos fundadores da banda.

Por coincidência, que só vim a constatar hoje, também no dia 28 eu recebi pelo Correio uma revista similar editada em Macapá em 2007, a Amazônia Musical, que tinha como diretor geral José Maria Cruz. O exemplar que me chegou às mãos foi um presente da leitora Vânia Beatriz, amapaense residente em Porto Velho. Músicas cifradas, entrevista com Osmar Júnior (que conta como a banda Placa o auxiliou no começo da carreira) e uma crônica do jornalista Renivaldo Costa.

Alguém sabe me dizer se esta revista ainda circula? Não há indicação de endereço na internet. O ideal com ela e também com a nova Alé é que procurem imitar o exemplo de Fernando Canto, reproduzindo na internet o conteúdo que saia na publicação impressa, ampliando seu alcance, o que viria ao encontro da proposta de Cruz na apresentação daquele nº 1 - contribuir "para que a cultura amazônida seja apreciada e divulgada em nossa região e em todo o solo brasileiro". A ambos, e a iniciativas semelhantes, oferecemos nosso apoio e espaço aqui no blog, se preciso for.




Um comentário:

  1. Fábio, recentemente conversei com a cantora Mayara, que é esposa do José Maria cruz, e ela me disse, que tem um numero da Revista pronto , esperando por patrocinio p/ ser impresso.
    A idéia de colocar o material na internet é ótima, mas não são todos os abenegados , como Fernando Canto, Chico Terra e outros, que tem a paciêencia para usar a internet discada de Macapá, que até hj não tem banda larga.
    "... mas é preciso ter força, é preciso ter raça é preciso ter GRANA sempre , para as outras opções de internet , como os modens das operadoreas, e que são escassos na cidade.

    ResponderExcluir