Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Agenda Belém: Aíla


A cantora paraense Aíla faz nesta sexta, 21 de maio, a partir das 22h, a segunda apresentação de seu novo pocket show que estreou dia 14 no Boteco São Matheus, em Belém; por enquanto não há outras datas agendadas. A mini-temporada marca o início de um novo ciclo para a artista, que ao completar dois anos de carreira começa oficialmente a produção de seu primeiro CD e deixa de usar o sobrenome "Magalhães": "Aíla é um nome curto e não muito comum, imprime um ar mais pop ao meu trabalho", considera.

Outra novidade é a participação direta do público no processo que vai gerar o CD. A opção de Aíla e do diretor musical do show e do disco, Felipe Cordeiro, foi partir de "músicas ainda sem formas acabadas, arranjos se desenvolvendo, conceitos se definindo, a música no começo, em estado puro." Por isso, predominam no repertório canções inéditas, como duas de Arthur Nogueira ("Brinquedo", cujo arranjo Aíla destaca como um dos mais lindos do show, e "P'rosa", que ela interpreta em dueto com o próprio Arthur) e uma de Felipe Cordeiro, "Cinema Tupiniquim", com a qual a cantora participou do Festival da Canção de Marabá em 2009. Mesmo as músicas que seus fãs já conhecem estão com nova roupagem: por exemplo, "À Sua Maneira", que valeu a Aíla no ano passado o prêmio de Melhor Intérprete do 1º Festival da Música Popular Paraense, ganhou uma levada de brega na bateria.

O resultado obtido no primeiro pocket show agradou fãs (Mariana Orth considera que Aíla "arrasou", enquanto Suellen Bauen resumiu tudo numa frase: "O palco tava um liquidificador de sonoridade!"), arrancou elogios de colegas (o cantor e compositor Arthur Espíndola disse nunca ter ouvido nada parecido com as timbragens da guitarra), foi aprovado pelo diretor (Felipe Cordeiro declarou ter percebido o nascimento de um novo som) e superou as expectativas da própria cantora:

- Sinto que o processo começou com o pé direito, cheio de vida e energia pro CD que virá. E sei que tudo tende a ficar muito melhor. É só um início - comenta Aíla.

O show desta sexta contará com a participação especial do guitarrista Luís Félix, acompanhando o dueto de Aíla com Juliana Sinimbú em "Música é de Ninguém" (outra inédita de Felipe Cordeiro, que será lançada em breve por Juliana em seu primeiro disco). Félix também interpreta, em solo de guitarra, a música "São Domingos do Surfe", incluída no mais recente CD de seu grupo, o La Pupuña. A banda que acompanha Aíla no show é formada por Felipe Cordeiro (violão), Marcel Barretto (guitarra e escaleta), Maurício Panzera (baixo) e Arthur Kunz (bateria).

Serviço
AÍLA – pocket show
Local:
Boteco São Matheus (Tv. Pe Eutíquio próximo a Riachuelo)
Datas: 21/5, sexta - 22h
Ingressos antecipados: Manufatura (Tv. Benjamin Constant, 1321, entre Braz e Nazaré), a R$10. Ingressos estarão à venda também na hora e local do show.
Participações Especiais: Arthur Nogueira, Juliana Sinimbú e Luiz Félix
Apoio: RKE Design e Comunicação – Manufatura – Blog Som do Norte – Casarão Cultura Floresta Sonora – Ativa – La Pizzeria – Boteco São Matheus

Nenhum comentário:

Postar um comentário