Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sábado, 27 de março de 2010

Post nº 800 - Diz Aí Ouvindo Junto Paris Rock


Vocês já sabem que o Portal BelRock me honrou com o convite para fazer a entrevista com a galera da Paris Rock, destacada como "Banda da Semana" - a conversa foi publicada no BelRock no dia 16 de março e reproduzida aqui no Som do Norte na quarta, dia 24.

O que vocês não sabiam é que nos dias seguintes eu ampliei o bate-papo, visando publicar uma segunda entrevista hoje, data que marca o 1º mês do lançamento do EP Que Tá? (tema da nossa coluna Ouvimos de 28 de fevereiro, com direito a caixinha cantante!).

Porém o que ninguém poderia desconfiar é que esta publicação de hoje, especial sobre qualquer prisma, seria também o nosso post nº 800! Parece que foi ontem que uma entrevista feita em 15 minutos por MSN com a cantora Juliana Sinimbú foi o nosso post nº 500 - pois é, mas não foi ontem não, foi em 19 de janeiro!

O que vamos ler daqui em seguida reúne respostas que recebi de Yuri Malcher e Maurício Maumau, por e-mail, nos dias 14 e 19 de março. Para tornar a ocasião, mais do que especial, inesquecível, resolvi incluir aqui os áudios das músicas comentadas. Com vocês, então, o Diz Aí Ouvindo Junto Paris Rock!


Som do Norte - Alguns de vocês tocam em outras bandas, não é? Como é que vocês fazem pra conciliar as diversas agendas?

Yuri Malcher - Sim, o Netto 2T no Vinil Laranja e eu toco no S.I.m. Sempre procuramos fazer as coisas bem planejadas pra justamente não acontecer conflito de horários ou datas. E quando o caso for viagem faremos o possível para ir juntos e tocar perto.

Som do Norte - Queria que vocês me contassem a história de algumas das músicas do EP. Tranquileza?

Yuri - Simm! Sem problemas!

Cachorro Blue
Som do Norte - O primeiro sucesso de vocês, "Cachorro Blue", parece ter uma história legal, ao menos curiosa.

Yuri - Eu fiz essa música para o cachorro que eu tinha, só que o nome do cachorro era Pink, aí eu achei que soou melhor o Blue. Ficando assim "Cachorro Blue", que trata da importância da amizade de um cachorro. As vezes é mais fácil considerar um cachorro amigo do que um homem.

Em Busca da Flor
Som do Norte - Vocês já comentaram comigo algo que me intrigou quando soube, é que "Em Busca da Flor" nasceu em função de um assalto!!? Como é que foi isso? Logo essa, que me parece tão tranquileza!

Yuri - Num dia que fizemos uma reunião da banda, o Neto 1T me passou essa melodia que tinha feito pra eu colocar uma letra, na saída de lá fomos assaltados, aí surgiu a letra dela, que transmite que hoje em dia até sair para buscar uma flor deve ser perigoso, e olha que não é uma coisa comum de ser ver. Mas a cada dia temos que nos arriscar.

Mais uma Morena

Som do Norte - E "Mais uma Morena" vocês me disseram que foi feita pra uma morena que apareceu em Algodoal...

Yuri - Essa o Maumau contou que foi durante a viagem dele para Algodoal, ele tava na praia, passou uma morena e começou a chover aí veio a letra, falando a beleza da morena e da chuva também... eu tô resumindo, ele era melhor pra explicar.

Som do Norte - Então diz aí, Maumau!

Maurício Maumau - Estava eu em Algodoal, mais precisamente na Praia da Princesa, com um amigo, tínhamos apenas 7 reais que davam apenas para tomar duas cervejas, uma pra cada hora... O verso "As horas passam devagar" é pela lerdeza com que a gente tomou as duas cervejas. Por volta das 4 da tarde, uma certa morena (não revelarei o nome) passou a alguns metros da gente, bem em frente ao sol que nos alumiava, enquanto uma chuva leve caía como se viesse apenas pra regar. Fiquei com essa imagem por algum tempo, aí um belo dia em casa veio a melodia e a letra logo em seguida e em mais ou menos 10 minutos ela surgiu. Aí fui pensar no nome, mas já tinham morenas demais no mundo da musica, então surgiu “Mais uma Morena”!!!

Yuri - HAHAHAHA! Gostei.

3 comentários:

  1. Viva a Paris rock!
    Adoro o trabalho deles e o conheci pelo Som do norte!
    Viva o Som do norte também!

    ResponderExcluir
  2. Sempre o som do norte dando aquela força, agradeço Fábio pela sua ajuda sempre!
    :D

    ResponderExcluir
  3. Yuri e amigos da Paris, eu é que fico feliz em poder apresentar o som de vocês pra galera do Brasil todo, inclusive Belém - o Jean, que comentou antes de você, também mora aí na capital do Pará.
    Grande abraço e vamos todos em busca da flor, vai que encontramos mais uma morena!

    ResponderExcluir