Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

domingo, 14 de março de 2010

Poesia em todos os sentidos e para todas as idades


Por Luiz Valério
Entrevistas: Arleide Loura

O Dia Nacional da Poesia foi comemorado, no sábado (13), na Praça das Águas, em Boa Vista, com uma festa feita de versos e, por isso mesmo, diversa. Realizado pelo ano consecutivo pelo Coletivo Arteliteratura Caimbé, o evento deste ano teve como tema "Poesia em todos os sentidos".

As milhares de pessoas que passaram pela Praça da Águas puderam ver declamações de poemas de autores consagrados e locais, ler poemas aromatizados, ver exposição de fotos, comprar livros e ouvir música. Levados pela magia da poesia, crianças e adultos de todas as idades atenderam ao convite do Coletivo Caimbé e declamaram versos próprios e de poetas como Fernando Pessoa e Carlos Drummond de Andrade, entre outros.

Diante de tantas rimas e versos o poeta catarinense Rodrigo Mebs encontrou uma definição sugestiva para a poesia. Segundo ele, poesia é um "utensílio importante para a sociedade". Mestre na arte de compor e declamar, Mebs disse que "a poesia liberta os sentidos que estão presos e pode abrir portas na vida das pessoas". Pelo menos no que diz respeito à imaginação, a poesia abre portas e janelas para a criatividade ficar livre.

Killia Maria, estudante de 9 anos, também aceitou o convite e foi tomar um banho de poesia na praça. Ela disse que participava do evento pela primeira vez e achou tudo muito divertido. Killia foi uma das muitas pessoas que liberou a imaginação e escreveu poemas para pendurar no varal poético. Para comprovar a tese de que a poesia sensibiliza pessoas de todas as idades, a jovem Vanessa Silva, também de 9 anos, aproveitou a oportunidade para desenhar e escrever tudo o que sua imaginação ditava. "Eu gosto muito de ler. Leio tudo: gibi, poesia. Me identifico", disse.

Para a dona de casa Emília de Souza, 42 anos, entrar em contato com a poesia em todos os sentidos "foi muito bom". Ela saiu de casa para passear na praça e "me deparei com este evento que é muito bonito". Emília de Souza mora na região do Paredão, município de Alto Alegre. "Esta foi a primeira vez que participei de um evento como este. Trouxe a minha filha. Espero que seja realizado mais outras vezes".

Programação

A programação do evento envolveu recital, música, feira de livros, sala de leitura (Bibliosesc), contação de histórias e noite de autógrafos. Co-realizador do evento, o Sesc levou seus livros para que o público pudesse fazer leitura em praça pública. A sessão de autógrafos ficou por conta dos vencedores do IX Concurso de Literatura Infanto-juvenil Sesc 2009. Já a Livraria Saber levou um stand para mostrar títulos relacionados à poesia e outros gêneros literários.

Também teve a participação do grupo de hip-hop Gang do Rap, que misturou versos de Vinicius de Moraes com letras de rap. O artística plástico Marcelo Santa Isabel compareceu com as suas tatuagens poéticas. O professor e ator Aldair Ribeiro se fez presente com os estudantes vencedores do XI Concurso de Poesia da Escola 13 de Setembro. Foi uma intervenção bonita.


O recital ficou por conta dos poetas Walber Aguiar, Rodrigo Mebs, Josimar de Souza, Otoniel, Daniel Moraes, Maximus, Célio, Beatriz Moura, Aldair Ribeiro, as professoras Verônica e Eli Macuxi, Jony Andrey e os vencedores do Primeiro Concurso de Poesia do Colégio Colmeia, que foi realizado tendo como foco o evento do Coletivo Caimbé.

Um ano de Coletivo

O Arteliteratura Caimbé completou no sábado (13) um ano de atividades. O primeiro evento realizado pelo grupo de promoção cultura foi justamente o Dia Nacional da Poesia 2009. Desde então, promoveu cerca de 20 ações de estímulo e divulgação de literatura, audiovisual, música, teatro, artes plásticas e produção e gestão cultural em quatro municípios de Roraima. 

Detalhes de cada ação estão disponíveis no blog www.literaturacaimbe.blogspot.com. Outra forma de saber o que o Caimbé faz é seguindo o grupo no Twitter: @coletivocaimbe. O coletivo é composto pela gestora cultural Zanny Adairalba, os jornalistas Edgar Borges e Luiz Valério e o artista plástico Tana Halú.

* Enviado por Cyneida Correia

Nenhum comentário:

Postar um comentário