Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 3 de março de 2010

Diz Aí Especial: Boddah Diciro


Foi num dia 3, em agosto do ano passado, que o Som do Norte passou a ter atualizações diárias, após um período experimental de um mês no ar. Por isso, será sempre no dia 3 que faremos o lançamento do Disco do Mês, que agora em março está muito especial. Para minha grande alegria, a banda Boddah Diciro, do Tocantins, aceitou o convite que fizemos, para que seu CD Strange (2009) seja o marco da comemoração do nosso 7º mês. Boddah foi um dos primeiros grupos nortistas que vi ao vivo (eles foram a segunda banda a tocar no Festival Varadouro que cobri em Rio Branco, em 2008) e também o grupo para o qual fiz a primeira caixinha cantante, hoje uma marca do blog. Além disso, foram de fundamental importância para que eu noticiasse um dos Gritos Rocks realizados na região Norte - o de Palmas - quase que com exclusividade; o próprio site do Grito não divulgou o festival da capital tocantinense, do qual eu soube primeiro através da Boddah. Na entrevista que realizamos em 27 de fevereiro, a banda comenta os shows nos Gritos deste ano - além de Palmas, o de Anápolis -, fala da carreira que o CD Strange vem tendo desde o lançamento via Compacto.Rec no ano passado, comenta o próximo festival (toca "em casa" no 7º Tendencies Rock, em abril) e antecipa novidades em primeira mão para vocês! Ouça o Disco do Mês em nosso blog-irmão Música do Norte.

Boddah Diciro no Grito Rock Anápolis - 6/2/2010

Som do Norte - O CD Strange esteve bastante em evidência em outubro do ano passado, quando foi o segundo disco lançado dentro da atual proposta de distribuição em rede do projeto mensal Compacto.Rec do Fora do Eixo. Como vocês avaliam hoje esta experiência? E como a banda recebeu a notícia de que o CD foi escolhido como Disco do Mês de março do Som do Norte? Qual a expectativa?

Boddah Diciro - Não tivemos muito acesso a números de downloads que foram feitos através do Compacto.Rec, mas temos certeza absoluta que foi ele o grande responsável por vários contatos que estabelecemos após esta distribuição. Não apenas de produtores ou casas de show, mas principalmente de pessoas que arrumaram um tempinho para visitar uma de nossas páginas na internet e deixar um comentário incentivando a proposta da banda. Resumindo: valeu muito a pena participar deste projeto que segue o novo molde de distribuição independente, e colabora com bandas do Brasil inteiro. Sobre a escolha do Strange para Disco do Mês de março, ficamos extremamente honrados, pois somos cientes da importância do blog, não apenas para os nortistas, mas para a cena independente nacional. Adoramos o trabalho do blog, e o consideramos leitura obrigatória. Através dele conhecemos muitas bandas que hoje consideramos muito. Desta forma, as expectativas são as melhores, pois esta forma de divulgação é essencial para nosso trabalho.

Som do Norte - A Boddah Diciro começou o ano tocando em dois Gritos Rock, o de Anápolis  e o de Palmas. Vocês foram convidados pela produção de cada evento, ou chegaram a usar a inscrição via site Toque no Brasil?

Boddah Diciro - Utilizamos o TNB para nos inscrever em alguns Gritos Rock: Anápolis, Belo Horizonte, Brasília, Palmas... e mais um ou dois. Não sabemos até que ponto esta ferramenta foi responsável pelo acontecimento dos shows, pois também mantivemos contato com os organizadores dos dois Gritos para os quais fomos "convocados". Esta ferramenta tem uma idéia bacana, pois ela tem como objetivo facilitar a turnê de bandas, como o próprio site informa. Gostamos da idéia de existir um mapeamento de bandas, festivais e casas de shows, desta forma a própria banda interessada pode ver o melhor caminho a trilhar, e como aproveitar mais a viagem, tocando no maior número de lugares possível, fornecendo assim um ótimo custo-benefício para as bandas que desejam rodar pelo Brasil.

No Grito Rock Anápolis 
Som do Norte - No Grito de Anápolis, vocês simplesmente estiveram no mesmo palco e no mesmo dia que algumas das bandas mais badaladas da cena independente hoje: Snorks e Macaco Bong (MT), Johnny Suxx and Fucking Boys, Novos Vinis e Evening (GO), Porcas Borboletas (MG) e Ultimato (RO). Vocês conseguem, além de tocar, curtir legal esses shows? E chegam a trocar uma idéia com esse pessoal todo depois (ou mesmo antes)?

Boddah Diciro - O Grito Rock em Anápolis foi simplesmente sensacional. Ficamos impressionados com a galera que estava envolvida na organização, pois deu pra ver, mesmo que bem rapidamente, o quanto eles ralam para movimentar a cidade. Todos foram muito profissionais e acolhedores com a gente. Nos sentimos em casa! Já havíamos dividido palco com várias das bandas que você citou, e é sempre muito bom poder revê-los pelos cantos deste Brasil. Essa série de encontros começou no 2º PMW Rock Festival, realizado aqui em Palmas em 2006, que foi o primeiro festival grande que tocamos, e já com a responsabilidade de dividir palco com bandas em ascensão na época, e que nós, até então meio longe do circuito independente, nem tínhamos ouvido falar, como Madame Saatan, Enne e Macaco Bong. O bom de sempre bater com essa galera nos festivais é que temos sim algum tempo para colocar os assuntos em dia, apesar de quase sempre ser bastante corrido. Chegamos em Anápolis no sábado de manhã, tocamos de tardezinha, e na manhã de domingo já tivemos de bater em retirada, o que é uma pena. Gostaríamos de agradecer a toda a galera que apareceu por lá, e também de mandar um abraço para o João, nosso técnico de som, que estreou em festivais fora do Tocantins com a Boddah neste Grito.

Som do Norte - E o Grito Rock de Palmas? 

Boddah Diciro -  O Grito Rock Palmas (foto à esquerda) também foi bom. A gente se divertiu muito no palco, entre nós mesmos, e com alguns poucos amigos que foram acompanhar a apresentação da banda. Nos parece que Palmas está em uma onda cover muito grande, então quando subimos no palco a galera parece não entender muito o que estamos fazendo, mas a grande maioria se mostra respeitosa. É como disse Nelson Rodrigues: A platéia só é respeitosa quando não está a entender nada.

Som do Norte - Vocês vêem muito diferença em tocar num Grito Rock como o de Anápolis, ao ar livre, ou num espaço fechado, como o Tendencies Rock Bar, onde aconteceu o Grito Rock de Palmas?

Boddah Diciro -  A diferença existe principalmente no som, mas a Boddah é uma banda que se deixa levar muito mais pela vibe que está rolando com a galera do que com o lugar em si. Podemos tocar em um som totalmente destruído, mas se sentirmos a galera próxima e animada, descemos do palco como se tivesse sido o melhor show de nossas vidas. Infelizmente o contrário também acontece, quando o clima está muito pesado, a gente tenta se desligar de tudo e entrar com gás, mas muitas vezes não funciona, mesmo com uma estrutura de som fenomenal e com tudo extremamente bem regulado.

Boddah Diciro no Grito Rock Palmas - 13/2/2010

Som do Norte - Falando no Tendencies Rock Bar, vocês voltam a tocar lá em breve, pois há poucos dias foram confirmados para a segunda noite do 7º Tendencies Rock Festival, 16 de abril. Aliás, imagino que vocês já tenham perdido a conta de quantas vezes tocaram no Tendencies, não é? 

Boddah Diciro - Exatamente! O Porkão (André Donzeli, organizador do Tendencies Rock Festival) é um cara que sempre apoiou a Boddah Diciro, mesmo fazendo um som que não é nada o estilo dele (risos). Nos últimos anos ainda nos tornamos mais parceiros ainda, nesta edição todo o material gráfico do festival foi elaborado pela Boddah. Achamos que este tipo de contribuição, tanto por parte dos organizadores quanto das bandas, é extremamente necessária para o desenvolvimento saudável de uma cena. Com este clima de amizade, o Tendencies  Rock Bar deixou de ser, pra gente, um lugar alternativo, para se tornar nossa casa. Onde sempre vamos para tomar umas, jogar uma sinuca, ensaiar... enfim! Perdemos a conta de quantas vezes tocamos lá, de fato, mas a experiência de cada festival ou evento carregamos em nossas mochilas até hoje. Nossas expectativas para o 7º Tendencies Festival são as melhores.  

No Grito Rock Palmas

Som do Norte - Ainda no ano passado, vocês lançaram no YouTube um teaser, uma chamada de 53 segundos que antecipa o clipe da música "Strange". Para quando está previsto o lançamento? E o que vocês já podem nos adiantar dos planos da Boddah Diciro para 2010?

Boddah Diciro -
O videoclipe de "Strange" está finalizado há algum tempo, porém resolvemos segurá-lo um pouco, para realizar seu lançamento virtual (que contará inclusive com versão para iPod) junto com o lançamento de nosso novo site, agora em março. Então já passamos aqui a falar das novidades para este ano: novo site completíssimo, com notícias, história da banda, fotos, vídeos, material que saiu na mídia, críticas referentes a shows da banda, agenda, venda de produtos, downloads, wallpapers, temas para celular, ringtones, material de divulgação, links que achamos interessantes e muito mais. Estamos extremamente empolgados com esta nova ferramenta, pois ela juntará todas as nossas coisinhas que estão espalhadas pela internet, além de nos incentivar a produzir mais, e não apenas música. Temos também novas composições saindo do forno, e várias outras idéias fervilhando na cabeça. Fique atento às novidades, em breve no nosso site, e aqui, no Som do Norte!!! Somos muito gratos pelo apoio que este blog sempre dá para a Boddah Diciro. Apoio este que é extremamente fundamental para podermos continuar nesta caminhada.  Abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário