Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Manaus: um Grito Rock pela metade


Amigos, apresento-lhes a jornalista Cyneida Correia, de Roraima, que ontem à noite teve poucos motivos para sorrir. Ela estava em Manaus, para onde viajou acompanhando a banda roraimense Iekuana, selecionada para se apresentar no Grito Rock 2010, realizado junto ao Viaduto da Constantino Nery com Boulevard Álvaro Maia (ao lado do Olímpico Clube), e havia decidido fazer uma cobertura em tempo real, via Twitter, do evento.

Isto a tornou a principal fonte dos fatos lá acontecidos, que acabaram deixando o evento pela metade, conforme ela passa a nos contar, através dos twitts que selecionei dentre os que ela publicou.

(Observação meramente técnica: fica difícil precisar os horários dos twitts desta noite, já que o Twitter adota o modelo "cerca de X horas atrás" para as postagens recentes, sem contar que escrevo em Porto Alegre e nesta noite acabou o horário de verão. Mas o importante aqui é a sequência dos fatos, não a hora exata).  
  • A Iekuana foi classificada para tocar no Grito Rock de Manaus!!!!!! Bombando meus meninos. (21/1, 21h55)
  • Acordar cedo para ver passagens e preparar a viagem da Iekuana para o Grito Rock Manaus. Todos muito nervosos com a apresentação no Amazonas (19/2, 7h38).
  • Enfim saímos de Boa Vista rumo a Manaus. Todos da Iekuana emocionados com o 1º show fora de Roraima. (19/2, 22h28)
  • O motorista falou que por conta das condições da estrada BR-174 na reserva indígena vamos demorar 14h para chegar em Manaus... (19/2, 22h31)
  • Chegamos em Presidente Figueiredo. 12h na pior estrada do país... Mas todos ansiosos para o Grito Rock! Tomara que a Iekuana arraseee (20/2, 10h03)
  • Já estou embaixo do viaduto preparando a twittada do Grito Rock Manaus. Tô ao lado do povo da rádio web que vai transmitir na net todo o show. (20/2, 19h)
O viaduto onde acontece o Grito Manaus
  • DJ Tubarão tocando no Grito Manaus enquanto as bandas se organizam...   (20/2, 21h)
  • Tem 2 coletivos organizando o Grito Manaus. O Coletivo Difusão e o Cuia. A organização está primorosa com iluminação, fumaça, exposições.  (20/2, 21h)
  • Agora é a vez da 00:00. Banda com 2 músicos compositores. A voz do Moisés é muitoo boa. O cara canta em inglês e parece U2. É tão bom ficar aqui e ouvir rock do bom. Sei lá... vale até a pena a viagem de 14 horas pela pior estrada do país. Essa 00:00 arrebenta!!! (20/2, 21h)
  • 00:00 - Os caras são muito bons

O público no Grito Rock Manaus. Diferentes tribos

  • Todas as fotos postadas do Grito Manaus são do Sandro Marandoeira que está coordenando a transmissão pela rádio web. O cara eh fera!! (20/2, 23h)
  • O teatro do absurdo do Acre se apresentando no viaduto (rsrs). Desculpem pelo excesso de twitts. Não me abandonem, é que o Grito Manaus tá massa demais (20/2, 23h)
  • Então a PM chegou e acabou com o Grito Rock, antes da apresentação do Iekuana. Um evento sem briga, sem violência e ele acaba por conta do barulho. (21/2, 1h)
  • Depois da negociação o PM deixou 20 minutos e a Iekuana vai entrar, mas umas cinco bandas ficarão sem tocar.  (21/2, 1h)
  • A PM invadiu e acabou com a festa. Encheu de polícia aqui e a Iekuana após 15 horas vai tocar 1 música.  (21/2, 1h)
  • Eles jogaram spray de pimenta na galera. Maior terror para uma festa tão bonita, sem briga, sem confusão cheia de música e alegria. (21/2, 1h)
  • A Iekuana tá tocando mas encheu muito de polícia aqui. Tomara que tudo dê certo.... Temos direito a tocar 3 músicas. (21/2, 1h)
  • Ainda de ressaca da confusão do Grito Manaus. Mas a Iekuana arrasou, modéstia à parte. Na emoção, os meninos mandaram muito bem. (21/2, 13h)

No twitter do Coletivo Difusão, encontrei o seguinte balanço:

  • Coletivo Difusão entristecido com a ação da Polícia Militar que acabou encerrando o Grito Rock Manaus. (21/2, 6h)
  •  Grito Rock Manaus teve apresentações da Antiga Roll, 00:00, Cabocrioulo, Iekuana, Os caras da Estrella, MB-4, e a Polícia Militar do AM. (21/2, 6h)
  • Pedimos desculpas ao Cabanos, Underflow, Snatch e João Pestana que não puderam mostrar seu som por causa do show da PM. (21/2, 6h)
  • Parabéns à Snatch que cedeu seu espaço para a banda Iekuana poder mostrar seu som, depois da interrupção da PM. (21/2, 6h)

Iekuana, momentos antes de entrar no palco

7 comentários:

  1. O site Manaus Rock republicou este texto na íntegra, acrescentando outros oportunos comentários. Os leitores de lá já estão se manifestando também. Link pro Manaus Rock

    ResponderExcluir
  2. Lamentável que o Grito Rock Manaus tenha acabado antes do fim por intervenção da Polícia. Quanto à jornalista Cyneida Correia, ela é uma dessas figuras que precisamos conhecer para acreditar que existe. É hoje uma das mais destacadas jornalistas de Roraima e tem mandando muito bem na cobertura de eventos culturais. Ela foi dez na cobertura do GR Manaus.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Luiz Valério, é graças a Cyneida que podemos, todos, acompanhar em tempo real esse verdadeiro absurdo. Ela está mesmo de parabéns, é um orgulho para mim poder repercutir este material.

    ResponderExcluir
  4. Estive lá e tava mó feliz com a festa tão bonita.
    Foi ridículo o que aconteceu... mas mesmo assim não conseguiram apagar o brilho da festa.
    parabens a todos os envolvidos (menos os envolvidos com o fim da festa rs)

    ResponderExcluir
  5. PORRA! Qual é o problema da polícia militar? Na boa, é dar pistola pra bandido. Lamentável. Os produtores não tinham autorização pro evento?

    ResponderExcluir
  6. Parabéns a falta de respeito com a galera de Manaus ta ficando cada vez melhor !

    enquanto esses Pms ficam nos pontos de drogas cobrando os deles dos traficantes esses recrutazinhos ae foram lá tocaram o ''terror'' e sairam com o cú na mão !

    kde o respeito com o Rock Manauara Ladrão menino mendes ?



    alias o Show da 00:00 foi foda mesmo :)

    ResponderExcluir