Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

sábado, 19 de dezembro de 2009

Na Rede: Agência Fora do Eixo e Madame Saatan

No dia 16, quarta, o site do Circuito Fora do Eixo publicou texto de Jenifer Nunes, do Coletivo Palafita, detalhando como a Agência Fora do Eixo faz para que a música independente do país consiga ter uma  Circulação em Rede.  Ali podemos conhecer a história das duas primeiras turnês realizadas pela agência: a primeira foi a de Caldo de Piaba (AC), Mini Box Lunar (AP), Macaco Bong (MT) e Porcas Borboletas (MG) pelo estado de São Paulo em novembro. (Por modéstia ou concisão, Jenifer não detalhou a turnê da qual participou, como integrante da Mini Box. Saiba mais no texto de sua colega de Palafita, Rudja Santos: A psicodelia que contagia ).


Jorge Mautner e Nelson Jacobina participaram
do show da Mini Box na Cinemateca
(Foto: Lincoln Noronha)

A segunda turnê, que contou novamente com Macaco Bong e Porcas Borboletas, ao lado de Burro Morto (PB), passou por Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Sergipe e Bahia, agora em dezembro.

Além das cinco bandas citadas, integram a Agência: Calistoga (RN), Cascadura (BA), Do Amor (RJ), Facas Voadoras (MS), Nevilton (PR), Plano Próximo (SP), Plástico Lunar (SE) e Rinoceronte (RS). São portanto, 13 bandas, hoje. 

Digo hoje - e talvez devesse ter dito até a última quarta - porque no mesmo dia Sammliz (ao lado, em foto de Alan Lemos), a vocalista da Madame Saatan, anunciou o seguinte:

"Agora as novas: Esse fim de semana aconteceu no Recife a Feira Música Brasil e o nosso produtor, Bernie (Walbenny), esteve por lá e trouxe novidades pra gente. Uma conversa que passamos o ano amadurecendo com o Circuito Fora do Eixo vai se consolidar no próximo ano logo após o lançamento do disco. Passaremos a integrar ativamente a Agência Fora do Eixo." 

O anúncio foi feito no blog da Madame Saatan, junto a um balanço do ano que se vai e com expectativas quanto ao que virá - uma delas é o disco citado, o 2º da banda, cuja produção começa tão logo janeiro chegue. Saiba mais no texto completo, Bye 2009, venha 2010!. Ao final do post, uma chamada muito discreta remete a uma excelente entrevista - a que Sammliz concedeu ao blog Nino Lee Rocker, que  entrava no ar naquele exato momento. Deixo ao final só um aperitivo, o ideal é você degustar a entrevista por inteiro clicando aqui

"Reconhecimento é ótimo e serve como mais motivação. De qualquer forma, mesmo se tivessem nos odiado continuaríamos na estrada. (...) Quer ter banda? Ser músico? Ensaie, estude, toque bem, faça muitos shows, crie seus sites, participe de festivais, troque informações, trabalhe muito para investir na banda, se vire; e aí, pense em reconhecimento. Se ele virá, ninguém sabe." (Sammliz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário