Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

domingo, 22 de novembro de 2009

Foi Show: Seu Miúdo e Seu Canhotinho

Artistas do Tocantins se apresentaram no Teatro do Sesc (Porto Alegre) na quarta, 18 de novembro, dentro da programação do Acorde Brasileiro: o violeiro Seu Canhotinho e o rabequeiro Seu Miúdo. Eles próprios fazem os instrumentos que tocam, fabricados de modo artesanal a partir do talo seco do buriti (uma palmeira comum no Tocantins). Não utilizam colagem, apenas são fixados os suportes para as cordas de nylon (que ficam praticamente invisíveis contra o fundo claro do talo de buriti).

A abertura do show dos artistas do Tocantins coube ao violeiro Nilo, quilombola de Barra de Aroeira, município de Santa Teresa, que cantou algumas modas e em seguida chamou Seu Canhotinho. Morador de Lagoa do Tocantins, Seu Canhotinho cantou músicas de sua autoria, e logo após anunciou a participação de Seu Miúdo, de Ponte Alta do Tocantins. Seu Miúdo cantou duas músicas sozinho, e depois acompanhou uma música cantada por Seu Canhotinho. Foi a primeira vez que os dois tocaram juntos, e o terceiro show que Seu Miúdo fez na vida; os dois chegaram a encerrar o show antes do previsto. A produção do Acorde os informou que ainda poderiam cantar mais uma música, se quisessem, e eles aproveitaram para finalizar com "Asa Branca" (Luiz Gonzaga- Humberto Teixeira).

Este show foi certamente um dos momentos mais tradicionais do Acorde deste ano - em quase todos os outros, a tradição era reinventada ou relida, em maior ou menor grau (isto inclusive chamou mais a atenção porque o grupo anterior a se apresentar, Arthur de Faria & Seu Conjunto, faz uma releitura de ritmos gaúchos tradicionais, como milonga e chamamé, com influências de jazz e rock progressivo).

Vamos ouvir dois trechos desse show histórico.

Seu Miúdo canta e toca duas músicas, se acompanhando à rabeca



Seu Canhotinho canta e toca viola, acompanhado por Seu Miúdo à rabeca

Nenhum comentário:

Postar um comentário