Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Diz Aí: Gigi Furtado (4)

Hoje, na véspera do show Na Veia da Nêga, a cantora Gigi Furtado vive um momento lírico: canta às 19h no concerto Stabat Mater, de Pergolesi, na Catedral da Sé (Belém), ao lado da soprano Dione Colares e do organista Paulo José Campos de Melo. Então o tema da pergunta de hoje de nossa entrevista-em-capítulos com Gigi não poderia ser outro, né!

Som do Norte - Tu achas que teu trabalho com canto lírico te ajuda de algum modo com tua carreira na música popular? E o popular, também influi pra ti no lírico? Ou separas completamente as duas áreas?

Gigi Furtado
(foto: Arlen Keuffer)

Gigi Furtado - Quanto à carreira lírica e popular não tenho como separar... apenas em palco. Chega a ser engraçada em alguns momentos a expressão de espanto de algumas pessoas que só me conhecem como lírica ou vice-versa. Uma vez ouvi no início de um concerto "O que é que cê tá fazendo aí?" (risos) Uma arte ajuda a outra a crescer, ademais, é uma única cantora que conduz as duas!

  • Não esqueça: nesta sexta, às 20h, show Na Veia da Nêga com Gigi Furtado no Bar-Teatro Vitrola!

Nenhum comentário:

Postar um comentário