Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Na Rede: Festival Casarão lamenta omissão dos governos

Na entrevista que publicamos no dia 3 de setembro com o organizador do Festival Casarão, o produtor Vinicius Lemos, já se podia perceber o incômodo com o descaso das autoridades para com o evento:

"O Governo do Estado nem sabe direito o que é o festival. A Prefeitura tem um secretário que apesar da boa vontade tem um equipe lenta e alienada quanto à cultura local; ficaram de ajudar esse ano e deram pra trás faltando 20 dias, um descaso imenso. Aqui não tem lei de incentivo e acaba ficando complicado de fazer um evento grande, com custos que tentamos diminuir ao máximo. A Prefeitura não entende porque o festival custa 100 mil reais, e acha um absurdo eu pedir som de 30 mil reais."

O texto Festival Casarão leva Porto Velho ao renome nacional sem apoio de prefeitura e governo, publicado no blog do Festival na segunda, 14  de setembro, traz novas declarações de Lemos, visivelmente preocupado com o futuro do evento: 

"Não ajudar o festival é matar um foco da cultura local, deixando de lado a sua expansão em nível regional e nacional. (...) Já imaginou não termos Casarão em 2010?

Destaca ainda que é a partir da visibilidade que ganham no Casarão que bandas de Rondônia são chamadas para importantes festivais como o Varadouro (AC), o Calango (MT), o Grito Rock (MT), Vaca Amarela (GO), Bananada (GO), fora o destaque que o estado recebe em veículos como Folha de S. Paulo, MTV, Multishow, TV Cultura  e Jornal do Brasil, graças ao evento. 

Veja o texto completo no blog do Festival.

Nenhum comentário:

Postar um comentário