Aqui se fala do som dos estados do Norte do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Artista Responde: Lia Sophia

A leitora Kelly Maia, de Macapá, que ganhou o CD Castelo de Luz da paraense Lia Sophia na promoção do nosso MySpace, ficou curiosa ao ler o que a cantora nos adiantou sobre seu próximo CD Amor, Amor, que terá "deliciosas releituras de grandes clássicos de bregas, da nossa região Norte, que fizeram sucesso na década de 80.

Kelly enviou-nos então a seguinte pergunta, que pedimos que Lia respondesse:

Kelly Maia -  Como surgiu a inspiração de dar novas roupagens à músicas consagradas? São músicas da década de 80, hoje consideradas bregas, ou são músicas que em qualquer tempo são realmente bregas mesmo? Esta é uma forma de aproximar gerações e de valorizar artistas que deram sua contribuição à música brasileira?


Lia Sophia - Oi Kelly, tudo bem? A idéia de fazer um disco revisitando clássicos bregas surgiu a partir de um show que fiz, em 2006, pra homenagear meus pais, grandes fãs do ritmo.  A aceitação foi tão grande, que naquele ano reapresentei várias vezes este show e houve muitas pessoas querendo comprar  o CD que ainda não existia. Então comecei a me aprofundar nas pesquisas sobre o brega, especialmente os compositores paraenses e os que fizeram sucesso na década de 80 aqui na região Norte, nem todos de Belém, há cearenses e pernambucanos também. E redescobri músicas lindas que tantas vezes ouvi durante a minha infância. 

Essas músicas são consideradas bregas não só pelo ritmo dançante bastante marcado por incursões de guitarras, mas também por suas letras sobre relações e histórias cotidianas excessivamente românticas. Eram, esteticamente, consideradas bregas na década de 80 e até hoje ainda são.

Mas segundo Fernando Pessoa “as cartas de amor são ridículas, não seriam cartas de amor se não fossem ridículas...” (risos). Só estou cantando essas “cartas” do meu jeito, um pouco mais moderno. Com certeza aproxima gerações, conta um pouco da história da nossa música e  ainda nos deixa bem mais românticos!! Beijos e obrigada!

***

Você quer saber mais sobre seu artista nortista preferido? Então, faça como a Kelly, mande sua pergunta para musicadonorte@gmail.com. A gente pede pro artista responder e depois publica aqui no blog!

Um comentário:

  1. Beijos Sucesso e era bem isso mesmo que eu queria " ouvir" dar vida às muiscas que de certa forma fazem parte da nossa vida. Vida no sentido de trazer para o presente o que no passado encantou muitos e que cairam no esquecimento.
    Parabéns mesmo pela brilhante idéia e sucesso, hoje e sempre.
    Beijos...até mais.

    ResponderExcluir